02 outubro 2011

NO SOSSEGO DE JOÃO PESSOA

Por Claudia Liechavicius

Sabe aquele lugar ensolarado, tranquilo, simpático, simples, com praias deliciosas e bons ventos para kitesurfe? É João Pessoa, a capital da Paraíba. Perfeito para quem quer curtir uma versão sossegada do Nordeste.

João Pessoa foi fundada em 5 de agosto de 1585, pela cúpula da Fazenda Real, numa Capitania Real da Coroa Portuguesa. É isso mesmo, 1585. Ela é a terceira cidade mais antiga do país. Seu nome era "Nossa Senhora das Neves". Nasceu às margens do rio Sanhauá, onde hoje fica o Centro Histórico, que é  tombado como "patrimônio cultural nacional" pelo IPHAN.

João Pessoa se estende ao longo da região oceânica e o centro histórico fica às margens do rio Sanhauá, que ganha o nome de rio Paraíba quando encontra o mar.

PELAS LADEIRAS DO CENTRO HISTÓRICO

Ruas estreitas de paralelepípedo guiam o visitante pelo simpático Centro Histórico (que fica longe da orla marítma). Dá para percorrer tudo a pé - só depende do calor!!! Casas simples e coloridas, em estilo art noveau guardam vivas as lembranças dos tempos idos do Brasil. Visite a Igreja de São Bento (de 1600); a Nossa Senhora do Carmo (1592); o Centro Cultural São Francisco - um conjunto de construções franciscanas do século XVII - inclui a Igreja de São Francisco e o Convento de Santo Antônio  -  atualmente o complexo abriga exposições e obras de arte; o Teatro Santa Roza (1889) que ainda está em atividade e o elegante Hotel Globo (1929), que já hospedou muitas celebridades como Procópio Ferreira, Bibi Ferreira e o ex-presidente Ernesto Geisel, e foi considerado o primeiro hotel de alto padrão da cidade - fica na ladeira de São Francisco ao lado da Igreja dos Navegantes. Ainda por ali passe os olhos pelo Casarão de Azulejo, apenas para ver a fachada pois a casa não está aberta à visitação e a Casa da Pólvora, que servia como local de armazenamento de armas e munições para defender a cidade.

Igreja de São Francisco. O complexo é considerado obra-prima da arquitetura colonial portuguesa, especialmente a Capela Dourada e a Casa de Oração. Seus altares são revestidos em ouro e a nave é ornada com painéis em azulejo.

Centro Histórico visto de dentro do Centro Cultural de São Francisco.

Por do sol é considerado assunto sério em João Pessoa. E, com toda razão. Aqui dá para ver o centro histórico e rio Sanhauá sendo invadidos por raios dourados.

Igreja de São Frei Pedro Gonçalves.

Teatro Sertão, anexo ao Hotel Globo. 

Igreja do Carmo.

O Casarão de Azulejo tem a fachada toda revestida com azulejos portugueses azuis, trazidos do Porto. Ali já funcionou uma repartição e agora é uma escola.

PRAIAS, O MELHOR DE JOÃO PESSOA!

Para começar são 24 quilômetros de praias urbanas, com água tranquila e morna. Ao todo são nove praias: BessaManaíraTambaúCabo BrancoSeixasPenhaJacarapéPraia do Sol e Barra de Gramame. Um pouquinho mais adiante fica a praia de Coqueirinho, considerada uma das mais bonitas da região, e ao lado, a praia de nudismo, Tambaba. Bem, mas dependendo da época do ano, quando venta muito, a cor da água fica escura, em tons de marrom. Procure se informar bem sobre período das chuvas para não ter uma surpresa desagradável. Já fui duas vezes à João Pessoa. A primeira, em março, e tive a sorte de pegar um mar lindo! Agora fui no início de setembro, a água estava turva e escura. Não tinha boa visibilidade nem para fazer os passeios de Picãozinho e Areia Vermelha.

Manaíra é uma das praias mais centrais. Quando a maré sobe fica com uma extensão pequena de areia. Mas, quando a maré está baixa é ótima para uma caminhada.

Praia do Bessa. É dessa praia que partem os passeios de barco para "Areia Vermelha". Quando o mar está com boa visibilidade o passeio é lindo. No meio do mar há um banco de areia apoiado sobre uma formação de corais. Águas claras, peixinhos coloridos e muitos turistas...

Praia de Tambaú. Abriga o tradicional hotel Tambaú (já meio velhinho). É o ponto de partida para o passeio de barco a Picãozinho - piscinas naturais que surgem no meio do mar com a maré baixa. É preciso consultar a Tábua de Marés para saber o melhor horário. Fica a dois quilômetros da costa.


A praia de Cabo Branco tem um extenso calçadão onde muita gente faz caminhada e anda de bicicleta.


Piscinas naturais da Praia do Cabo Branco na hora da maré baixa. Quando a maré sobe não dá para passar a pé. É preciso voltar por cima do penhasco que conecta a Praia do Cabo Branco e Seixas. Dizem que não é muito seguro caminhar nesse trechinho da praia (final de Cabo Branco) por ser vazio. Tive uma experiência bem desagradável andando sozinha por essa praia. Não recomendo!


A Praia da Penha parece um vilarejo de pescadores. Famílias com aspecto bem local são os principais frequentadores. Tem vários quiosques com caranguejo e peixe frito. 


ARTESANATO


Feirinha de Artesanato de Tambaú. É uma feirinha bem simples em frente ao hotel Tambaú, na orla. Ao lado dela tem uma praça de alimentação onde a estrela é a "tapioca". Confesso que me divirto mais comendo uma tapioca do que fazendo compras... Mas, isso fica à critério de cada um.


Mercado de Artesanto Popular. É um prédio de três andares com artesanato popular, também simples. Fica na Avenida Rui Carneiro que desemboca no hotel Tambaú.


Casa do Artista. Aqui sim, vale a pena dar uma circulada para conhecer o melhor da arte da Paraíba. A Casa do Artista tem um acervo de mais de 1000 peças - feitas em barro, madeira, fibras, fios, pedras, material reciclado - que representam o universo do artesanato paraibano. Adorei as bonecas de barro e as mandalas feitas com bonecas de pano. As peças não estão à venda no local. Mas, podem ser compradas pelo site www.codata.pb.gob.br/apps/aparaibaemsuasmaos - Praça da Independência 56. Telefone (83) 3221.2267.


Uma infinidade de pontos.... Haja habilidade para tramar os fios!

Escultura feita pela artista Adelaide Cavalcanti.

COM UM TOQUE DE MESTRE


A Estação Cabo Branco, no alto da falésia, é uma obra imponente assinada pelas mãos de Oscar Niemeyer. Sua localização estratégia sinaliza o extremo oriental das Américas, a Ponta do Seixas. O setor de exposições ocupa dois andares do prédio, que tem uma bela vista panorâmica. O complexo também tem um auditório e um anfiteatro.

Estação Cabo Branco - Ciência, Cultura e Artes.


POR DO SOL DO JACARÉ


E para fechar o dia, ver o por do sol na praia fluvial do Jacaré, é obrigatório. As mesas ficam cheias de gente que quer assistir o descanso do astro rei ao som do Bolero de Ravel, acompanhado por um sax.  Fica lotado!!! É preciso pagar um pequeno couvert artístico para sentar num dos bares. Mas, se preferir ficar em pé, OK. Também dá para curtir o cair do dia sem desembolsar nenhum centavo.

Tradicional por do sol do Jacaré embalado ao som de um sax.

RESTAURANTES INTERESSANTES


Mangai. Essa é a opção mais original de João Pessoa. Tem decoração típica com garçons vestidos de Lampião e Maria Bonita. O buffet é enorme, com  mais de 70 opções de comidas tipicamente sertanejas. Também dá para fazer na mesa o pedido de pequenas porções. Os pratos mais tradicionais são a Carne-de-sol com Nata, Baião de Dois e Arroz de Queijo. Esse restaurante deu tão certo que já abriu filiais em Natal e Brasília. Avenida Edson Ramalho 696, Manaíra, teelefone (83) 3226.1615.

Nau. É o restaurante mais novo e mais em alta de João Pessoa, no momento. O carro-chefe é o camarão. As porções são bem generosas. Um prato serve duas pessoas tranquilamente. Muito simpático. Avenida Esperança 139, Manaíra, telefone (83) 3021.8003

Restaurante Nau. 

Bargaço. Restaurante de cozinha baiana delicioso. Destaque para as moquecas e caipirinhas de frutas do nordeste. Fica na Avenida Cabo Branco 5160, Cabo Branco. Telefone (83) 3247.1837. Mas, não se preocupe com reserva, pois ninguém tem o hábito de telefonar e efetuar reservas na cidade. Os restaurantes trabalham acomodando os clientes por ordem de chegada.

Canoa dos Camarões. Rodízio de camarões com preço camarada. Fica ao lado do hotel Verde Green, na av. João Maurício 121.

INDICAÇÃO DE HOTEL

A rede hoteleira é simples. O hotel mais tradicional é o Tambaú, com seu formato circular, plantado em plena areia. No entanto, ele já está bem velho. A melhor escolha no momento é o novinho e correto ecologicamente Verde Green Hotel. Tem quartos bem decorados para o padrão local, café da manhã gostoso e uma piscininha pequena à beira-mar. Fica na avenida João Maurício 255, Manaíra. Telefone (83) 3044.0000 - http://www.verdegreen.com.br/

CLIMA

A época das chuvas vai de março a agosto. Nesse período a água fica turva.

POR ALI

Recife: 120 quilômetros
Natal: 185 quilômetros
Maceió: 395 quilômetros

NÃO DEIXE DE CONHECER

Picãozinho e Areia Vermelha
Centro Cultural São Francisco
Casa do Artista Popular
Centro Histórico

Divirta-se na Paraíba!

33 comentários:

Flávia Mergulhão disse...

Belas dicas!
Adoro o Nordeste!!
Bjos

Claudia Liechavicius disse...

Oi Flavinha,
Um pouquinho de Nordeste é sempre bom!!!
Adorei seu post de hoje. Música linda!!!
Beijo
Claudia

Anônimo disse...

Oi Claudia
Gostei muito das fotosnde Centro Histório, nunca tinha visto alguém dar destaque para esta partebde João Pessoa, eu mesmo já fui lá tres ou quatro vezes e nunca visitei.
Parabéns
Voc alugou carro ou dá para ver tudo de de taxi e a pé?
Abs
VS

Outros Ares disse...

Oi Cláudia,

Já estava sentindo falta das suas postagens!

João Pessoa também foi um dos destinos da minha minha viagem pelo nordeste de carro agora em julho. Mas ainda não escrevi sobre ela, ainda não sai de Sergipe :)

Foi a primeira vez que visitei a cidade e também fiquei decepcionada com a cor do mar, como ainda estava no período chuvoso, não foi possivel fazer os passeiso de barcos, pois a maré ainda estava alta. Conclusão: preciso voltar em outra época!!!!
Eu amei a cidade, super aconchegante, parecia ser um interior com praticidade de uma capital!

Um amiga foi em janeiro e tirou fotos belíssimas.

beijos!
Érika

Claudia Liechavicius disse...

Pois é Erika, a época do ano em que se visita João Pessoa faz toda diferença.

Quando estive lá no começo do ano, a água estava cristalina e os passeios de barco à Picãozinho e Areia Vermelha foram o ponto alto (mas não tirei nenhuma foto!!! que mancada!!!).

Agora, a água estava super escura. Dava até medo de entrar na água sem poder ver onde estava pisando, hehehe!!

Mesmo assim, adoro ir ao Nordeste. Sempre que posso fujo para aí nos finais de semana prolongados.

Minha sogra morou em Fortaleza muitos anos por isso fiquei fã do Nordeste!!!

Beijo

Claudia

Claudia Liechavicius disse...

VS
Na primeira vez em que estive em João Pessoa aluguei um carro para poder ir às praias mais distantes.
Dessa vez não aluguei carro. Andei de taxi e caminhei muito. Deu tudo certo, pois a cidade é bem pequena. Taxis dão conta do recado sem problema.
Abs
Claudia

Vivian disse...

Hum, gostei de saber um pouquinho sobre a Paraíba
Boa semana
Bjs

Claudia Liechavicius disse...

Vivian,
E o melhor é que é bem pertinho de Recife e Natal.
Vale um pulinho de uns três ou quatro dias.
E o seu blog? Conseguiu resolver?
Bjs
Claudia

anima! disse...

Legal, Claudia!
Parece ser bem sossegada mesmo a cidade de João Pessoa.
Vamos ver se colocamos no nosso roteiro!
E olha aqui: pare de colocar destinos bacanas. Desse jeito, não concluiremos nossa viagem nunca!
:)
bjos, Marina

Claudia Liechavicius disse...

Marina.
João Pessoa é uma cidade mais sossegada do que as outras capitais do Nordeste. Se vocês gostam de lugares mais tranquilos é boa pedida, mas se preferem mais agito tem outras cidades mais movimentadas como Fortaleza e Natal.
Estou ansiosa com o início da partida de voc6es.
Beijos
Claudia

turistaocasional disse...

É sempre muito interessante, pelo menos para mim, descobrir um pouco de Portugal, noutros locais distantes. Locais que, no caso concreto, consequência da colonização de que foram alvo, sofreram influencias da cultura e arquitectura portuguesa.

Visita-los, ainda que neste momento seja virtualmente, é sempre muito agradável porque é uma outra forma de me sentir mais próxima do meu país.

Muito obrigada também por isso.
João Pessoa aqui apresentado parece uma simbiose perfeita entre um pouco de Portugal em termos arquitectónicos, e um Brasil a beira mar plantado, com praias fantásticas, as quais dá imensa vontade descobrir.

Como sempre, um artigo fantástico, repleto de informações e dicas e imperdíveis.

Claudia Liechavicius disse...

Oi Turista!

Brasil e Portugal são países com muitas afinidades. Temos nossas raízes tecidas com ajuda da colonização portuguesa. Isso é muito bacana!

Especialmente em São Luis do Maranhão e João Pessoa a arquitetura lembra muito Portugal, por causa dos azulejos.

Fico sempre muito grata com sua visita tão simpática e gentil.

Um beijo

Claudia

Gabi disse...

Que delicia, aqui no Brasil existem tantas maravilhas né ?! Eu nunca fui para João Pessoa mas olhando essas fotos deu uma vontadeee hehehe
Beijosss

Katia Bonfadini disse...

Claudia, suas fotos são realmente lindas e adoro tudo, com atenção especial aos detalhes! Gosto muito das fotos das sacadas, fachadas, ladrilhos, pinturas e artesanato em geral! Mais um lugar que entrou pra minha lista!!!!! Um beijão!

Claudia Liechavicius disse...

Gabi, lindona!!!!
Seu blog está um luxo!!!!
E o casamento????
Decidiu o lugar da lua de mel?
Beijos
Claudia

Claudia Liechavicius disse...

Katia!
Detalhes são para pessoas criativas e sensíveis como você, claro!!!
Seus posts de viagens são cheios de detalhes sublimes.
Adoro!!
Beijo
Claudia

Ilaine disse...

Claudia! Olha que legal! Eu li outro dia que a nossa querida João Pessoa é uma das cidades mais verdes do planeta. Que máximo, não é?

Uma linda viagem, como sempre!
Beijo

Anônimo disse...

Oi,Claudia

Tuas dicas sobre João Pessoa estão maravilhosas,como todas as que dás. Adorei e fiquei com vontade de conhecer a cidade.
Bj
MT

Claudia Liechavicius disse...

Ilaine,
João Pessoa é realmente bem verde, mas uma das mais verdes do planeta eu não sabia. Que belo título!!!
Obrigada pela informação!!!
Um beijo
Claudia

Claudia Liechavicius disse...

Oi MT.
Então, essa gaúcha não conhece João Pessoa. É interessante para conjugar com algum outro destino no Nordeste, como Recife, Olinda, Porto de Galinhas ou Natal. Bom para fugir do friozinho do inverno.
Beijo
Claudia

Margarida Nobre disse...

Claudia

Praias lindas é mesmo o que não falta no Brasil!
Lá vai João Pessoa pra listinha...rsrs

Bjs
Ps:Adorei a foto da boneca!Quando estive na Baía também perdi a cabeça com o artesanato...

Claudia Liechavicius disse...

Margarida,
O artesanato é fantástico na Paraíba. Mas, acho que tem praias quentes demais para vc. hehehe. Sei que vc prefere praias com clima mais ameno.
De todo modo, fica a dica.
Beijos
Claudia

VagaMundos disse...

Bem, mas que lugar maravilhoso. O Nordeste brasileiro tem verdadeiras perolas!
Bjs

Claudia Liechavicius disse...

É verdade, casal!! O Nordeste é relaxado, simples e delicioso!!!!
Um bj
Claudia

Beatriz disse...

Poxa Claudia, que sossego! Já passei perto, mas ainda não conheci João Pessoa! Com este teu guia completo, não tem erro!!!
beijos e um ótimo domingo de sol!!!
Bia
www.biaviagemambiental.blogspot.com

Lenina e Renato Torres disse...

Claudia!
Adorei este post, me deu saudade de João Pessoa, um lugar adorável e muito aconchegante!
Bjs

Claudia Liechavicius disse...

Bia!
Imagino que você deva conhecer muita coisa ali por perto. João Pessoa não é um destinos mais escolhidos por quem vai para o Nordeste. E, realmente acho que deve ser conjugado com outras cidades. Afinal, é tão pertinho de Natal e Recife.
Mas, como adoro fugir do Rio nos finais de semana, dois ou três são suficientes para sair da rotina e respirar novos ares.
Um beijo

Claudia Liechavicius disse...

Oi Lenina e Renato,
Obrigada pela visita de vocês. Também visitei o blog de vocês hoje. Gostei de ler sobre Miami, bem no dia em que estou na cidade.
Bj
Claudia

Peterson Leonel disse...

Belo post, achei no google e me surpreendi com as fotos belissimas que voce tirou!

Será que voce poderia contar o que aconteceu contigo na Praia do Cabo Branco? Fiquei mt curioso KKKK.

Beijos, e obrigado pelas informações!

Claudia Liechavicius disse...

Que curioso!

Bem, vou tentar ser sutil. Andava eu destraída pela praia quando meu olhar bate num pescador apoiado numa bicicleta, à beira-mar, num momento de prazer solitário. Que cena horrível! Fiquei muito assustada e apressei o passo. Por sorte tinham mais umas quatro pessoas muito perto de onde eu estava e o sem pudor nem aí para quem passava. Continuou o trabalho com todo mundo passando. Um horror não é mesmo?
No hotel, disseram que ficam muitos bêbados e desocupados circulando por ali. É preciso cuidado.
Foi isso.

Peterson Leonel disse...

VIIISHE KKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
coitada de vc por ter presenciado uma cena dessas hein!

Parabéns por ter um blog tão bem feito, organizado e muito lindo. Viajo junto em cada post. Beijos.

pensandoemfamilia disse...

Olá
Acabei de chegar de lá. Amei tudo que vi, passei dias agradéveis .É uma cidade bonita eeee com muito verde.
Fiquei no Verdegreen e recomendo.
bjs

Claudia Liechavicius disse...

O Verde Green é o melhor hotel de João Pessoa. Muito simpático. A cidade é gostosa para umas férias sossegadas.
Obrigada pela sua visita e contribuição.
Claudia

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...