MALA EXTRAVIADA, AS REGRAS MUDARAM


Imagina que maravilha se pudéssemos viajar sem levar mala. Que sonho! Mas, a mala faz parte do contexto e não tem jeito. Então, imagina você chegar do outro lado do mundo e sua bagagem simplesmente não aparecer na esteira. Isso já aconteceu comigo algumas vezes quando eu despachava a bagagem. É muito chato. Saiba quais são seus direitos nos voos internacionais, pois as regras mudaram.

Agora, os passageiros de voos internacionais que tiverem bagagem extraviada ou perdida, e também atraso no voo, terão indenização regida pelas convenções internacionais, e não mais pelo Código de Defesa do Consumidor.

Antes, o passageiro era ressarcido (quando era) com base no valor dos objetos que estavam na mala, com comprovação. Olha só a dor de cabeça. E em relação aos atrasos de voo, também era preciso provar que você havia sido prejudicado.

Isso mudou. As regras internacionais vigentes têm valores pré-fixados em no máximo 1.200 euros por mala e 5 mil euros para os passageiros que tiverem atraso no voo.


É bom estar atualizado! Por isso, compartilho essas mudanças com vocês e torço para que os voos nunca atrasem e para que as malas cheguem sempre intactas. Mas, pelo sim pelo não, tentem desapegar da mala grande e viajar apenas com mala de mão. Garanto que as vantagens são muitas. Que tal viajar leve?

LEIA TAMBÉM

10 DICAS PARA VIAJAR LEVE

Compartilhe:

COMENTÁRIOS

  1. Boa Claudia
    Obrigado pelas notícias para viajantes!
    Pergunta Vc falou em valores máximos, mas quais são os mínimos?
    E o que vc sabe sobre a ideia sob Presidente Trump e cia de proibir os viajantes de viajarem com seus laptops em voos de alguns destinos para os EUA?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os valores serão negociados conforme o caso tendo um teto máximo estabelecido. Antes os valores pagos podiam ser mais altos conforme a negociação.
      Quanto a Trump não tenho informação oficial.

      Excluir

Deixe seu comentário. Obrigada!