LOS ANGELES NUM CHÃO DE ESTRELAS

Por Claudia Liechavicius

"AND THE WINNER IS..." Pensar em Los Angeles significa pensar  na “terra do cinema”, na entrega do Oscar, significa pensar numa constelação de estrelas que habitam as mansões de Beverly Hills, significa trânsito caótico e a necessidade vital de contar com o auxílio de um GPS. Além disso, não dá para menosprezar as praias da Califórnia que vez ou outra viram pano de fundo para os filmes de Hollywood com uma galera bronzeada, loura, alta, linda e de olhos azuis.



Los Angeles é a maior cidade da Califórnia, a mais populosa dos Estados Unidos, a oitava economia mais poderosa do mundo (segundo a revista Forbes) e conhecida como a Capital Mundial do Entretenimento (não só no que se refere ao cinema como também televisão e música). 
Dividida em 19 subúrbios de características distintas, L.A. é eclética, confusa, caótica e difícil de se enquadrar. Mas, a medida em que se vai percorrendo os labirintos de suas ruas e freeways congestionadas tudo vai ficando mais simples. Para cada lado que se olhe há uma surpresa no ar. Seja no lendário letreiro branco de Hollywood Hills, na Calçada da Fama, nas vitrines da Rodeo Drive, na área revitalizada de Downtown ou nas areias de Malibu.


Rodeo Drive eternizada em Uma Linda Mulher. Suas calçadas - apenas três quarteirões - são repletas de grifes poderosas. É dali que saem os modelitos usados na entrega do Oscar e que depois ditam moda mundo afora.


LA briga bonito com Nova York, Miami, Orlando e Las Vegas para atrair os holofotes e incrementar o turismo. Seu principal trunfo é ter um clima ameno. Mas, se LA ostenta glamour e brilho o ano inteiro, é no início do ano que as lentes do mundo se voltam para a cerimônia da entrega do Oscar – talvez o principal evento do calendário da cidade. É quando o tapete vermelho do Kodak Theather serve como vitrine para uma constelação de celebridades. 


A entrega do Oscar garante o brilho de L.A. há mais de 80 anos.


Também  é ali, na Hollywood Boulevard, que a Calçada da Fama cintila com estrelas fazendo menção a grandes nomes do cinema e da música. Além do chão de estrelas, muitos sósias circulam nessas calçadas, vale ficar atento para perceber a presença de Michael Jackson, Marilyn Monroe ou quem sabe Don Juan de Marco.

   
A emblemática Calçada da Fama, na Hollywood Boulevard, é uma vitrine de estrelas e anônimos.  Na foto acima, um fiel escudeiro de Don Juan tem seu dia de celebridade.


E A RODA GIGANTE DE HOLLYWOOD SOBE E DESCE...


Não dá para se referir a Los Angeles sem mencionar a "sétima arte". Isso é ponto pacífico. O cinema faz parte da identidade da cidade desde que os pioneiros do showbiz - Cecil DeMille e Jesse Lasky - foram atraídos pelo clima ameno da costa oeste americana, em 1910. Já faz tempo que as antigas plantações de laranja deram lugar aos holofotes Hollywoodianos. Mas, como tudo nessa vida é cíclico, Los Angeles teve seus tempos de apogeu e queda - acompanhando a crise americana. A maioria dos estúdios se mudou dali. Hoje, só a Paramount permanece no pedaço. A Universal Studios serve como atração turísitca para se fazer um passeio por brinquedos cheios de efeitos especiais. E, as celebridades que podem ser vistas com facilidade tem como endereço a Hollywood Boulevard, mais precisamente, o Museu de Cera Mademe Tussaud


Trânsito na Hollywood Boulevard, uma constante em Los Angeles. 


E, já que estamos falando em Hollywood Boulevard e tempos de crise reserve um dia para circular por um dos endereços que mais brilhou nas décadas de 40, 50 e 60. Depois, apagou um pouco e em 2002, com a inauguração do Kodak Theatre (palco da premiação do Oscar) voltou a aparecer com pompa e circunstância. 


Quando o tapete vermelho é estendido na entrada do Kodak Theatre, os holofotes se voltam para a entrega do Oscar. 


Ao longo do ano, o movimento maior nessa região fica por conta dos shows, desfiles de moda, concertos e peças que acontecem nos diversos auditórios e teatros da região. O Hollywood & Highland Center, um centro de entretenimento com lojas de souveniers, restaurantes, espaço para eventos, hotel, spa e pistas de boliche é o ponto central e de onde se pode ter uma vista privilegiada do letreiro branco de Hollywood, com seus 13 metros de altura, que acena para os visitantes desde 1923.
O letreiro de Hollywood é um dos principais cartões-postais de Los Angeles.


Outro ponto alto da Hollywwod Boulevard é o Grauman's Chinese Theatre. Esse antigo cinema de 75 anos foi quem inventou o tal tapete vermelho e se orgulha de ostentar um pátio cravejado de mãos e pés de grandes estrelas do cinema. 


O clássico Chinese Theatre é um dos prédios que mais recebe turistas na Hollywood Boulevard atraídos pelas mãos de famosos impressas no cimento. 


Um prédio clássico, ainda na Hollywood Boulevard, é o El Captain Theatre. Ele parece um castelinho. Recentemente foi reformado pela Disney e voltou aos tempos áureos. Vale a pena, especialmente para os cinéfilos, dar uma olhada na programação da semana. Cidadão Kane foi um dos filmes que teve sua estreia nesse teatro-cinema. A seguir, o Museu de Hollywood, que funciona no célebre prédio da Max Factor tem uma coleção de figurinos de artistas que deixaram suas marcas e exposição de fotos em preto e branco. Também é nesse quarteirão que fica o Christie, hotel que causou impacto na época de sua inauguração por ostentar um banheiro em cada quarto e, hoje é a sede da Cientologia (seita que tem entre seus seguidores Tom Cruise e John Travolta). Se ainda tiver tempo disponível visite o Ripley's Believe It or Not, o museu de cera Madame Taussaud e o Museu do Guinness Book.


Não poderia faltar um ônibus turístico para circular pelos principais pontos turísticos de Los Angeles. Eles partem de Hollywood Boulevard e oferecem diversas opções que vão desde uma volta de uma hora até dois dias de passeio.


DOWNTOWN, EX- GOTHAM CITY


L.A. já subiu, já desceu e agora vive novo renascimento ao estilo Time Square numa tentativa de revigorar o glamour da indústria cinematográfica. A cidade quer entrar em sintonia com os novos tempos e reviver seu passado. Downtown, antigamente isolada do barulho da cidade e tida como uma "cidade fantasma", vem chamando atenção com o eixo conhecido como "centro musical" com o Walt Disney Concert Hall - sede da orquestra filarmônica de Los Angeles - projetado pelo arquiteto Frank Gehry e inaugurado em 2003; com o Dorothy Chandler Pavillion; além do Museu de Arte Contemporânea - Moca; do Nokia Theatre (no complexo de esportes e entretenimento LA Live - que abriga a entrega do Emmy e o Museu do Grammy); e, do surgimento de restaurantes e nightclubs. Perfeito, pois um centro que se preza precisa pulsar vivo no coração da cidade. 


Downtown Los Angeles vem ganhando forças.


Se quiser conhecer melhor o centro vá ao Museu de História Natural, ao California Science Center, ao mercado Farmer's Market e ao shopping aberto The Grove


UM EMARANHADO CHAMADO LOS ANGELES


Los Angeles engloba um contorno glamouroso. Dá para escolher entre os estúdios de Hollywood, a revigorada Downtown, a elegância de Beverly Hills, a animação de Santa Monica, a pompa de Malibu, a excentricidade de Venice Beach ou um passeio pela Rodeo Drive entre vitrines impecáveis.





Vai encarar umas comprinhas pela Rodeo Drive? 

Que tal a Prada? Já está lançando sua coleção de inverno 2012. 

Mas, se preferir a Dolce & Gabbana fica pertinho...

Quando cansar é só entrar nesse restaurante de guarda-sóis vermelhos - 208 Rodeo - e fazer uma pausa merecida. 

208 Rodeo. O mais interessante desse restaurante de cozinha americana contemporânea é sua localização. Fica numa esquina super simpática da Rodeo Drive, com mesas ao ar livre. Ótima escolha para um dia ensolarodo, depois de umas comprinhas na vizinhança classuda. 208 Via Rodeo Drive, Beverlly Hills, telefone (310) 275.2428, www.208rodeo.com

Beverly Hills é um cenário suntuoso cercado por palmeiras, canteiros floridos, carrões, restaurantes estrelados e mansões. A Rodeo Drive fica bem no centro da região conhecida como Triângulo Dourado e nas suas imediações é onde habitam as celebridades do momento. O furor para ver as casas dos astros é tão grande que tem até guias se oferecendo pela rua para assessorar num tour que indica onde moram as personalidades - Movie Star's Homes Tour. 

Muita gente circula por Beverly Hills diariamente. Com sorte se tem até a possibilidade de esbarrar em Tom Cruise, Jennifer Aniston ou Christina Aguilera.

Avenida pomposa, em Beverly Hills. 

CADA MERGULHO É UM FLASH

Cansou do burburinho de L.A.? Então, está na hora de relaxar e rumar para as praias da costa oeste . Malibu, Santa Monica, Venice Beach e Marina del Rey ficam a menos de uma hora do centro. Considere sempre que vai pegar um trânsito devastador para chegar. Mas, a recompensa será certeira. Vale pedalar pelo calçadão, sentar na areia para tomar um sol, patinar, descansar na grama ou até brincar no parque de diversões suspenso sobre o mar, no píer de Santa Monica.






Santa Monica.






A região é muito simpática com casas lindas em ruas tranquilas.

A posição do Palisades Park é inusitada. Fica num deck que avança sobre o mar. 

Restaurantes coloridos à beira-mar também garantem bons momentos de relax.

Mas, como nem tudo são flores, tsunamis podem dar o ar da graça na costa oeste americana. 

Um lugar bem interessante é a Abbot Kinney Boulevard. A rua desemboca em Venice Beach e é conhecida pelo astral alternativo. Tem lojas de designers locais, lojas dedicadas aos surfistas, cafés e restaurantes.

Indicações em Venice Beach

G Jelina. Restaurante bem alternativo, perfeito para depois da praia. O ponto alto são as saladas com produtos orgânicos, maravilhosas. Até as 15 hs serve um cardápio bem variado e depois dessa hora apenas saladas e pizzas. 1429 Abbot Kinney Boulevard, Venice, telefone (310) 450.1429, www.gjelina.com

Intelligentsia Coffe. Para tomar um café num lugar diferente e interesssante. O astral alternativo condiz com o espírito de Venice Beach. 1331 Abbot Kinney Boulevard, Venice, telefone (310)399.1233, www.intelligentsiacoffee.com

O astral do Intelligentsia Coffee é bem inusitdo.
    
POR ALI

O parque original de Walt Disney nasceu em Anahein a 50 quilômetros de L.A. A Disneyland envolve um conglomerado formado por parques, hotéis, lojas e restaurantes. Quem viaja com crianças não pode deixar passar em branco. Entre suas atrações: Pirates of the Caribbean, Space Mountain, Star Tours, The Little Mermaid...


A Disneylandia tem mais de 60 atrações para atrair crianças e adultos.


Outro parque temático que agrada a galera é Universal Studios Hollywood que fica em San Fernando Valley. Ônibus e metrô dão acesso ao parque. Entre suas atrações: King Kong, Studio Tours, Revenge of the Mummy...


INDICAÇÃO DE HOTÉIS


Four Seasons Beverly Wilshire.


Se quiser ficar na cobiçada Beverly Hills, mais precisamente no hotel que serviu como cenário para "Uma linda Mulher",  opte pelo Four Seasons Beverly Wilshire. Esse hotel é uma espécie de ícone da região. Ali dentro fica o restaurante CUT com visual perfeito para quem está de olho no movimento da Rodeo Drive.



Outra bela opção é o Andaz West Hollywood. O hotel é bem novo e teve excelente recomendação por parte do Oscar do blog Mauoscar.com - leia o post: http://mauoscar.com/2011/05/20/andaz-west-hollywood/

Ali pertinho fica o Mondrian considerado um dos mais luxuosos da cidade.

Em Westwood fica o badalado W Hotel.

BONS RESTAURANTES

Asia de Cuba. Restaurante latino, projetado por Philippe Starck, bem badalado.
Gordon Ramsay. Chef londrino super badalado que utiliza produtos locais em cada país onde se instala.
CUT. Fica no Four Seasons Beverly Wilshire e tem ótima vista da Rodeo Drive.
Spago. Com duas estrelas Michelin é um dos restaurantes badalados do momento em LA.


INFORMAÇÕES ÚTEIS

Fuso horário: menos 4 horas em relação ao horário de Brasília.

Moeda: dólar americano.

Clima: as temperaturas costumam ser amenas e variam entre 15 graus centígrados no inverno e 30 no verão. Lembre-se que o inverno e o verão nos Estados Unidos são exatamente o oposto do Brasil. Em dezembro é muito frio e em julho esquenta.



That's so L.A.!!








Compartilhe:

COMENTÁRIOS

  1. Estou maravilhada, seduzida, e completamente rendida a este seu destino... e com a sua descricao detalhada parece que consegui espreitar tudo um bocadinho mais de perto, mesmo sem ter saído do lugar.

    Só me apetece dizer, muito muito obrigada pelos seus artigos sempre tão fantásticos, em que partilha os locais que visita com quem visita o seu blog.

    Beijinho

    ResponderExcluir
  2. Oi,Claudia !

    Dicas e fotos maravilhosas !
    Vontade de passear pelo Rodeo Drive !
    Bj
    MT

    ResponderExcluir
  3. Nossa...que bom que a gente pode viajar junto com vc nos posts!
    Me senti em L.A, sem nunca ter estado por lá!
    Muito bacana!
    Caramba...errei só este destino!rsrs
    Bjocas

    ResponderExcluir
  4. Claudia
    Show de novo!!
    Desta vez vc não nenhuma dica de hotel, pq?
    O melhor meio de transporte por esta área são os ônibus de duplo deck?
    Obrigado por mais esta aula.
    abs
    VS

    ResponderExcluir
  5. Oi Turista.

    Adoro receber seus comentários sempre tão simpáticos. Los Angeles é um daqueles lugares que tem pessoas que amam e outra que detestam. Fico feliz em ter passado uma imagem positiva, pois gosto muito da Califórnia.
    Bj

    ResponderExcluir
  6. Maria Tereza.
    Se deu vontade de passear pela Rodeo Drive não se acanhe e dê um pulinho por ali. Aproveite para incluir San Diego, Carmel, Solvang, Monterrey e San Francisco.
    Bj
    Claudia

    ResponderExcluir
  7. VS.
    Prefiro sempre alugar um carro para circular pelas cidades que estou conhecendo nos Estados Unidos. Acaba ficando barato e facilita o deslocamento.
    Quando ao hotel, como fiquei na casa de amigos, não fiz nenhuma indicação dessa vez. Mas, se quiser posso te ajudar.
    Abraço
    Claudia

    ResponderExcluir
  8. Oi Flavinha.
    Seu chute bateu na trave! Mas, realmente era difícil imaginar que eu iria atravessar o oceano. hehehe
    Bjs
    Claudia

    ResponderExcluir
  9. Claudia, querida!

    Que viagem, que imagens e que... minha nossa...que lugares lindos! Não conheço os EUA,infelizmente. Gostei de tudo, mas Rodeo Drive deve ser um encanto a mais. Lojinhas e prédios baixos e lindamente cuidados. Que tentação!

    E você... uma estrela, no meio da tanto brilho. Beijo

    ResponderExcluir
  10. Claudinha!

    O post está completíssimo como sempre e as fotos fantásticas,mas o que eu gostei mesmo foi da sua foto como Mickey!!rsrs...também quero uma!!!!

    Beeeijos

    ResponderExcluir
  11. Margarida.
    Ter uma foto com o Mickey é fácil. Basta dar um pulinho em Los Angeles. Mas, para você fica mais fácil ir à Disney de Paris. hehehe.
    Beijos
    Claudia

    ResponderExcluir
  12. Oi Ilaine.
    Você é sempre cheia de inspiração. Obrigada pelas suas palavras.
    Se ainda não conhece os Estados Unidos quem sabe na próxima vinda ao Brasil você não faz um pit stop por lá? Boa ideia.
    Bj
    Claudia

    ResponderExcluir
  13. Bela viagem...nunca me imaginei indo para LA, mas quem sabe uma hora dessa não revemos nossos destinos...rsrsrsrs. O clima pareceu especialmente bom, deve ter zilhões de coisas para olhar. Como sempre, belo post. Beijocas!

    ResponderExcluir
  14. Taia.
    A California é um dos lugares que mais gosto nos EUA. Agora que meu filho está morando lá será um destino ainda mais frequente na minha vida. Já morei em San Diego uns meses para estudar inglês e todos os anos tenho um congresso em San Francisco. Então, essa área é uma constante nas minhas viagens. Adoro San Diego, Carmel, Solvang, Monterey, San Francisco, Santa Barbara. Tem muito que se ver e fazer num raio de 400 milhas.
    Beijos
    Claudia

    ResponderExcluir
  15. Que delícia de passeio, Claudia! E vc já está partindo novamente???? Que máximo! Vc é a pessoa mais viajada que conheço!!!! É uma delícia viver tantas aventuras! Amei seu comentário, quer dizer que vc é amiga do Claude!!!!! Ele é sensacional, muito gente boa!!!!! Não sei se vou vê-lo novamente algum dia... mas vc sim! Então manda um beijão meu e do Mracelo, tá? E boa viagem!!!!!

    ResponderExcluir
  16. Katia.
    Agora estou pertinho de casa. Estou no Brasil. Volto no domingo e só viajo em outubro. Longa pausa para descanso.
    Claude é um amigo muito querido. A listinha das indicações de Paris é toda dele. Alguns de NY também. E dois dos melhores restaurantes que testei na Toscana foram por conta dele.
    Pode deixar que mando um beijo por voces. Vou tentar assistir o programa. Quando vai ao ar?
    Beijos
    Claudia

    ResponderExcluir
  17. Oi Cláudia

    Adorei seu relato completíssimo para variar... Tenho que dizer que não morri de amores por LA não..Gostei muito mais de San Francisco e San Diego como cidade
    Mesmo assim a viagem valeu à pena por conta do Din Tai Fung, conhecer Hollywood (que decepcionou um pouco) e um pouco da costa...

    Um dos seus comentadores anônimos pediu dica de Hotel.. Nóis ficamos no Andaz West Hollywood e foi EXCELENTE.. Ate fiz um Review dele no Blog http://mauoscar.com/2011/05/20/andaz-west-hollywood/

    ResponderExcluir
  18. Adivinha em qual foto me fixei? A do Intelligentsia, claro! Por que será?
    Na verdade, a gente faz os passeios juntos de quem viaja e registra os detalhes.
    Sou suspeita quando o assunto é viagem, mas ultimamente não tenho viajado tanto quanto gostaria.
    Grata pelos gentis comentários sempre.
    Bom final de semana!

    ResponderExcluir
  19. Oi Gina!
    Esse Café é bem alternativo. As pessoas sentam em caixotes de madeira. Cheio de surfistas e gente bem local.
    Obrigada pela sua visita. É uma honra receber seus comentários.
    Beijo
    Claudia

    ResponderExcluir
  20. Oscar.
    Los Angeles é assim mesmo. Algumas pessoas acham o lugar mais sem graça do mundo e outras amam.
    Como eu estudei em San Diego também prefiro a cidade. Acho que tudo que conhecemos melhor é mais simpático aos nossos olhos.
    Quanto ao hotel, obrigada pela indicação. Vou acrescentar como indicação sua no post.
    Beijo
    Claudia

    ResponderExcluir
  21. Claudia,
    estou em Berlim.
    No último post do meu blog, faço uma referência a você.
    http://correndomundo.blogspot.com/2011/09/alemanha-berlim.html
    Justiça seja feita!
    Beijos

    ResponderExcluir
  22. Aldema, que honra!!!
    Fiquei super feliz ao ler seu post. Aproveitem muito Berlim. Essa cidade é incrível. A história está viva por todas as esquinas.
    Nelson e Laura querem muito falar com você.
    Um beijo enorme.
    Claudia

    ResponderExcluir
  23. Olá Cláudia!!! Adorei seu post. Estive em LA a 2 anos atrás e confesso que não morri de amores. Lendo seu post, até me animei em passar mais tempo por lá, pois em dezembro terei que voltar para a cidade. Da primeira vez estava sem carro, mas agora não tem jeito, vou ter que alugar um. Minha dúvida é: como é estacionar por lá?! Tipo, em Rodeo Drive, Bevely Hills ou mesmo na região de Santa Mônica?! Na rua ou em estacionamentos pagos? Enfim... Obrigado pelo lindo post. Bjs

    ResponderExcluir
  24. Ana Catarina,
    Los Angeles não é uma cidade pela qual se morra de amor na primeira visita. É preciso conhecer bem para começar a se achar por ali. Eu estudei em San Diego e vez ou outra volto para aqueles lados. A cada visita, conhecendo melhor a Califórnia, fica mais fácil. Carros são a melhor opção. Estacionar é fácil. Inclusive na Rodeo Drive. Há máquininhas de moedas para controlar o tempo que você vai ficar. Super tranquilo.
    Um beijo
    Claudia

    ResponderExcluir
  25. To indo a LA em breve e me encantei com seu post! A forma que você contou tudo deixou ele melhor ainda! Fiquei muito ansiosa pra viagem agora!!! :)

    ResponderExcluir
  26. Nary,

    Boa viagem! Você vai amar a Califórnia.

    Bj

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário. Obrigada!