DUBAI, GLAMOUR NO DESERTO


Como adoro desvendar novos horizontes, fiquei curiosa desde a primeira vez em que ouvi falar sobre Dubai. Corri para o mapa mais próximo e comecei a pesquisar sobre essa cidade-estado, uma das sete que compõe os Emirados Árabes. Localizada numa área desértica do Golfo Pérsico, Dubai era uma pequena aldeia com cerca de 20 mil habitantes que viviam do comércio até meados dos anos 60. De repente, tudo mudou, o petróleo começou a jorrar e o glamour brotou nas areias do deserto. Resolvi conferir essa “Ilha da Fantasia do Oriente” de perto.


Embarquei num Boeing 777-200 LR em vôo direto de São Paulo para Dubai, pela Emirates, a companhia aérea do sheik que pertence à família Maktoum. O avião é dividido em três classes: primeira, executiva e econômica. A primeira classe é maravilhosa, o passageiro fica isolado em uma mini-saleta e a cadeira deita completamente, vira uma cama. Na classe executiva a poltrona quase reclina totalmente e há uma pequena divisória que possibilita boa comodidade para dormir. A classe econômica tem 80 cm entre uma cadeira e outra, não dá para esticar totalmente as pernas. Cada passageiro conta com uma TV plana fixada à sua frente, uma seleção enorme de filmes “em cartaz” e muitos canais de áudio. Não dá para negar, o avião é excelente. Nada mais justo, pois a viagem dura 15 horas.

As muçulmanas andam de burcas pretas pela rua, isso faz parte da tradição. Mas, com as temperaturas altas... ufa... Que calor!

Não faltam mercados pela cidade.

Para onde quer que se olhe: obras

Ao chegar na cidade, milhares de gruas espalhadas por toda parte me recepcionaram. Impressionante! A cidade é realmente um canteiro de obras a céu aberto. Arranha-céus maravilhosos sendo construídos, hotéis emergindo em profusão, shoppings majestosos plantados em todas as direções. A terra do sheik está em obra. Escavações de metrô recortam as principais vias e tornam o trânsito caótico. A poeira sobe no calor do deserto e a sensação é a de poluição no ar.

Novos prédios gigantescos surgem a cada dia.


O ônibus vermelho


Para desbravar a cidade comprei um passe diário na “The Big Bus Company” que dá direito a percorrer duas rotas, uma azul e outra vermelha, visitar o Museu de Dubai e fazer um passeio de barco de uma hora pelo Creek, braço de água do mar que corta a cidade em duas partes.

O ônibus vermelho dá um bom auxílio para se conhecer Dubai.

Lá fui eu. Minha primeira parada foi no Burj Al Arab, aquele hotel em formato de vela que é considerado o símbolo da cidade. Calor escaldante, desci do ônibus na praia de Jumeirah, longe de tudo e tentei visitar o único hotel sete estrelas do mundo. Quem disse que isso era possível? Bati com a cara na porta! Não pude conferir as maçanetas e torneiras de ouro, nem ver a frota de Rolls-Royce que serve aos hóspedes. Para garantir o acesso é preciso estar hospedado no hotel, que oferece as diárias mais simples ao preço de 7500 dirhams, mais ou menos R$ 3.500 ou fazer uma reserva antecipada, no restaurante Al Muntana, no 27° andar do hotel para tomar um chá da tarde por 400 dirhams, algo em torno de R$ 200 por pessoa.

Praia: destino de turistas


Caminhei até a orla. Na areia havia apenas turistas. Na calçada, algumas mulheres de burca outras de abaya ou simplesmente de lenço apreciavam o horizonte. Sentadas numa mureta, sem poder mostrar o cabelo, imagina o corpo! Numa placa pregada na calçada havia o anúncio de que o dia de banho para mulheres era apenas na segunda-feira à tarde, em uma área isolada. Pobres guerreiras que têm um mar tão lindo, de águas calmas e cristalinas e nem podem desfruta-lo. Mas, calma! Isso faz parte da cultura do mundo árabe, estamos falando de um país muçulmano, coberto pelo manto do Islã. É preciso respeitar as diferenças. Para ir mais além, vale lembrar que as ocidentais têm que evitar saias curtas e devem usar roupas recatadas. Caso contrário, é possível receber olhares de repreensão dos locais.

Mulhers muçulmanas na praia, vestidas e apenas de longe.

Das compras à neve


A isenção de impostos faz da cidade um grande centro comercial. Mas, a época perfeita para as pechinchas acontece durante o Festival de Compras de Dubai, no final de janeiro e durante o Dubai Summer Surprises, no mês de junho. Os descontos podem chegar a 70%. Portanto, minha parada seguinte foi no “Mall dos Emirados”, um dos tantos shoppings grandiosos espalhados pela cidade. Comprar é a ordem. Com mais de 400 lojas, que vão desde souks – mercados tradicionais onde é possível pechinchar – até grifes tradicionais como Gucci, Prada, Hermes, Channel, Armani, Bulgari e tantas outras. O chamariz do local fica por conta da pista de esqui. Numa área climatizada, com temperatura em torno de - 3 graus é possível praticar snowboard, esquiar em pistas com cinco níveis de dificuldade ou simplesmente deslizar numa bóia. Surreal. O valor pago para entrar no local inclui, também, roupas de neve, botas de esqui e equipamento completo para a prática do esporte. Depois de brincar na neve é preciso comer alguma coisa. Há uma área de alimentação maravilhosa com vários restaurantes e comidas para todos os gostos. O restaurante Al Hassab é imperdível. Vale conferir.

É incrível. Uma pista de esqui dentro de um shopping.

Chamados para oração


Um dos pilares do islamismo é o compromisso de rezar cinco vezes ao dia, voltado para a direção de Meca. Às 15 horas e 45 minutos, horário da oração da tarde, presenciei um grupo de muçulmanos interromper suas atividades para a reza. Lavaram as mãos, a boca, a barba e as orelhas. Umedeceram os cabelos e entraram em um amplo salão central de uma mesquita para orar por cinco minutos. Lá, eles proferem palavras de fé ao profeta Maomé para alcançar o bem e não cultivar o mal. Como em Dubai, 80% da população é estrangeira, os hábitos locais ficam um pouco diluídos. Para acompanhar os rituais é preciso ficar atento aos horários dos cinco chamados diários para a oração. Poucas são as mesquitas que permitem a visitação. Consegui entrar em uma delas porque a porta estava aberta e não havia ninguém lá dentro. O ambiente era tranqüilo e o chão coberto por tapetes. Na porta havia um quadro orientando para que os fiéis entrassem sem sapatos. Mulheres devem orar em casa.

As mesquitas de Dubai são lindas.

Mas, as mulheres não devem frequentá-las. Só descobri isso depois que saí de lá.

Conhecendo a tradição


A cidade é dividida em duas partes, Bur Dubai e Deira, separadas por um braço de água do mar, chamado de Creek. Embarcações bem simples, os abras, levam as pessoas de um lado para o outro. Funcionam como táxis aquáticos. Nessa região da cidade, é possível conhecer a verdadeira essência de uma cidade árabe. Comércio efusivo, produtos de todo tipo, mercado de ouro, especiarias e seda. Homens de branco trajando candhura e mulheres de preto trajando abaya ou burca. Famílias um pouco diferentes. Um homem cercado por várias esposas, tantas quanto o dinheiro possa sustentar.

O Creek é um braço de mar que divide a cidade em duas partes.

Um dos tantos "souks" da cidade.

Em Bur Dubai fica o Museu de Dubai, onde se pode conhecer um pouco do passado por meio de instalações com bonecos de cera que contam a história dos beduínos e pescadores da região. Atravessando para o outro lado, de barco, por 1 dirham, chega-se a Deira. O Spice Souk, Mercado de Especiarias, é parada obrigatória para se deleitar com o aroma das especiarias. Andando mais um pouco se chega ao Gold Souk, Mercado do Ouro, vitrines reluzentes lotadas de jóias que são vendidas pelo peso do ouro.

Fotos do Museu de Dubai 


Passeio no deserto

Para conhecer a vida dos beduínos, basta contratar no hotel um passeio chamado de Safári no Deserto. O trajeto de 60 quilômetros é feito num off-road que leva os turistas ao deserto. Ao chegar nas dunas, o carro serpenteia por 30 minutos pelas areias, como uma montanha-russa. Ficar com náuseas é parte do programa. Depois de conseguir se recompor do mal estar é hora de andar de camelo, jantar em tradicionais tendas beduínas, assistir um show de dança do ventre e experimentar a shisha ou narguile – espécie de cachimbo conectado a um vaso cheio d’água, com fumo aromatizado.

Carros levam os turistas para fazer Safari no Deserto.

Camelos são figuras fáceis por ali.


E, a vida dos beduínos como ela é.




Dicas Úteis




Idioma: o oficial é o árabe, mas o inglês é falado com freqüência.





Documentos: além do passaporte é preciso obter um visto. Custa US$ 45 por pessoa e pode ser conseguido através do hotel onde você ficará hospedado. 




Moeda: é o dirham, R$1 vale 2,09 dirhams.




Fuso Horário: 6 horas à frente do horário de Brasília.

Hotéis:
1. Burj Al Arab – Beach Road, Jumeirah – diárias a partir de US$ 1500.
2. Jumeirah Beach Hotel – Beach Road, Jumeirah - diárias a partir de US$ 750.
3. Marriot Renaiscence Dubai Hotel – Deira – diárias a partir de US$ 450.
4. Grand Hyatt – Qataiyat Road – diárias a partir de US$ 400.

Assim é Dubai. A menina dos olhos do sheik. Uma explosão de publicidade. Vale a pena para fazer uma primeira incursão no mundo árabe, degustar o islamismo e ver se a sensação agrada.

Compartilhe:

COMENTÁRIOS

  1. Olá... Estou indo a Dubai em junho, mes que vem.Moro em Porto Alegre e estou me aventurando ir ao EAU.
    Fiz um pacote pela CVC,ficarei 09 dias, sendo 04 no Cairo.
    Minha preocupação maior é quanto a roupa, pois sei que os árabes são bem rigorosos neste ponto.O que vc sugere que eu possa levar?!E se puderes enviar mais dicas para uma aventureira em sua primeira viagem ao exteriror...heheh
    abraço ciça

    ResponderExcluir
  2. Oi Ciça. Em Dubai a maior parte da população é estrangeira, portanto, não há grande preocupação com a roupa. Basta evitar saias curtas e shorts.
    No mais, aproveite ao máximo!!!
    Boa viagem
    Claudia

    ResponderExcluir
  3. Olá Cláudia!!

    Obrigada pela visita ao Viaggio Mondo!! Tenho feito muitas viagens, mas infelizmente não tive tempo para postá-las mais! Agora mesmo acabo de voltar da Tailândia e do Camboja, uma viagem incrível!!!

    Seu blog é adorável e já dei uma viajada por lá. Vivo em Dubai e ví sua matéria... Menina, vc correu o risco de ser presa, hein?! rsrs Primeiro por tirar foto das locais usando as vestes tradicionais (isso chega a ser um insulto para elas, a menos que tenham concedido!) e segundo, principalmente, por entrar numa mesquita de cabelo solto e ombros de fora! Sorte sua que tudo deu certo! rsrs :)

    Mas me diga, fiquei curiosa, porque já viajou tanto assim? À passeio ou à trabalho? Espero um dia chegar à meta dos 100 países visitados... mas sei que vai demorar! rs

    Grande beijo e muito prazer em conhecê-la!!

    Ps: vou linkar seu blog na minha listinha de preferidos! ;)

    ResponderExcluir
  4. Oi Fê,

    Adorei sua visita. Se tiver alguma coisa que eu possa mudar na matéria sobre Dubai pode dizer, pois você mora no país e conhece os detalhes culturais. Eu viajo muito tanto a trabalho, como pelo prazer de viajar. Sou fonoaudióloga e jornalista e adoro escrever. Assim, consegui um modo de juntar minhas memórias de viagem e o hábito da escrita.
    Um beijo
    Claudia

    ResponderExcluir
  5. Oi querida, tenho 70 anos e vou a Dubai e novembro; desejaria saber se tenho condições de fazer o safári ou é muito perigoso para minha idade?

    ResponderExcluir
  6. Quanto a ser perigoso, bem não é exatamente perigoso é enjoativo. O motorista faz muito zigue-zague pelas montanhas de areia e o estômago vem na boca. Basta contratar um carro só para você e pedir à ele que ande devagar, sem fazer manobras radicais. Meu marido pediu para parar o carro pois não estava mais aguentando de tão enjoado que ficou... É isso.
    Beijos e boa viagem!

    ResponderExcluir
  7. Já estou curiosa para ver o update de Dubai! ;)

    Bjooo!

    ResponderExcluir
  8. Mais Dicas sobre Dubai:
    O periodo mais viavel para ir a Dubai seria o inverno deles mas, infelizmente comporta precos mais elevados.
    Muita atencao na escolha do hotel,na grande maioria sao excelentes e com precos baixos mesmo sendo 5 estrelas, e os precos variam muito de acordo com os servicos oferecidos, as melhores ofertas normalmente sao aqueles hoteis da decada de 70 e 80 que devem oferecer um servico elevado para competir com os hoteis mais rescentes.
    Hoteis com praia particular sao pouquissimos mas, recomendo o hotel Meridian com quarto Club Room,onde inclui uma serie de servicos como choffer, cha da tarde,coketel e canapes inclusos no preco da camera,colocar em conto que bebidas alcoolicas em Dubai sao carissimas, e nem todos os hoteis e restaurantes as vendem porque depende de uma autorizacao da Prefeitura para vende-las e as vezes muitos hoteis seguem a risca as leis islamicas.
    Atencao as praias de Sexta-feira porque è o dia mais movimentado pelos mussulmanos, aconselho as senhoras o bom tom em usar maios discretos para nao receberem olhares negativos.
    Normalmente nos resturantes de categoria elevada nao se usa jeans, nem tenis, sempre camisas aos homens e de preferencia sapatos fechados as senhoras, chinelos so na praias.
    Muita atencao quando for alugar um auto, as leis de transito sao extremamente severas nao existe tolerancia com ninguem.
    Conheci um grupo de paulistas que alugaram uma Ferrari e foram para as zonas remotas da cidade testar a potencia do auto, quando foram supreendidos por animais na estrada, resumindo tiveram que pagar um ressarcimento gigante ao dono do camelo e foram proibidos de retornar ao Emirados Arabes.
    Nem pensar em fazer algo que va de encontro as leis pensando em nao ser visto porque os policiais estao em todas as partes te observando e sao inperceptiveis...
    Taxis sao a melhor pedida, custam pouco mas, o horario do rusch existe la tambem, no Creek tem uma barco que funciona de taxi custa baratinho e è muito eficiente...
    Unica coisa que poucos dizem mas, que existem muito a Dubai sao scort girls lindissimas e chiquerrimas provenientes da Russia, que frequentam normalmente certos bares de hoteis elegantes portanto, seja preparada caso vc esteja sozinha e alguem te faca uma proposta indecente.

    ResponderExcluir
  9. Olá!Irei com meu marido em fevereiro a Dubai.Reservamos 15 dias.Ficaremos uns 6 dias lá e o restante gostaria da sua sugestão.Poderá ser um lindo país vizinho.Não curto muito aventuras.Prefiro shoppings e coisas que me encham os olhos.Que país seria esse?O que acha do Líbano?Bjs..Leda

    ResponderExcluir
  10. Estaremos indo em fevereiro a Dubai.Reservamos 15 dias,devendo fica lá ,uns 5 ou 6 dias.O restante,gostaria de ir a um país encantador.Não gosto de aventuras no deserto.Prefiro shoppings e tudo aquilo que me encha os olhos.Que acha do Líbano?Bjs,Leda

    ResponderExcluir
  11. Leda!

    Dubai é excelente para fazer compras. O que não falta na cidade são shoppings.
    Ao redor dos Emirados Árabes tem muita coisa interessante. Não sei exatamente do que vc gosta. Talvez você queira ir de carro talvez de avião, não sei.

    Se quiser ir de carro tem Abu Dabi bem pertinho e os outros Emirados.

    Se preferir avião, a Jordânia é super interessante e bem perto. Conhecer Petra é sonho de muita gente.

    Se você gosta de viagens para descansar as Maldivas ficam a três horas de avião.

    Se você gosta de culturas diferentes o Qatar fica a uma hora de voo.

    O Líbano é interessante, mas é um país muito sofrido por conflitos constantes.

    Uau! Tem mil possibilidades...

    Só depende do seu objetivo e do seu estilo.

    Mande outro comentários e vamos conversando.
    Bj
    Claudia

    ResponderExcluir
  12. Oi,Cláudia!Gosto de lugares como New York,Vancouver,Amsterdã.Não sou de aventuras desérticas,nem praias,tampouco descansar.Machu Picchu,seria um castigo.Gosto de movimento e cores.A Índia ,seria uma boa?É muito sujo por lá? Beirute,é bonita?Ouvi dizer que é a Paris do oriente...Ah! Pegaria um voo,sim.Os lugares citados lá encima,são para você poder conhecer meus gostos.Abraço grande,Leda

    ResponderExcluir
  13. Leda.
    Nessa região é difícil encontrar lugares como esses que você gosta.
    Mais parecido com Nova York é Hong Kong (no entanto, fica longe). Com o astral de Amsterdã tem Bagkok (que também é longe).
    Como você disse que não gosta de
    aventuras desérticas - você estará numa região totalmente desértica. Toda o território entre o Mar Vermelho e o Golfo Pérsico é desértico.
    Você também não gosta de praias que são outro ponto do Oceano Índico (Maldivas, Maurícios e Seychelles). Por outro lado Machu Picchu seria um castigo - então Egito, Índia, Sri Lanka também seriam opções fracas para você. Até porque são lugares bem sujos e acho que não fazem teu estilo. Beirute no momento está decadente. Com prédios ainda não reconstruídos e de péssima aparência com os conflitos recentes.
    Talvez Turquia ou Rússia? Quem sabe Grécia?
    Teu perfil parece mais "Europa". Não é?
    Bj
    Claudia

    ResponderExcluir
  14. Bom dia Cláudia!
    Estou indo à Dubai no mês de fevereiro... Gostaria de saber se é barato mesmo fazer compras por lá.. Eu ouvi dizer que o imposto é zero, fazendo com que as marcas fiquem com valor menor até mesmo que os EUA. Será que acho roupas bacanas por um valor mais acessível? Obrigado e parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir
  15. Felipe.
    Para quem costuma ir com frequência aos EUA, certamente não vale a pena. Nas épocas de liquidação é mais fácil conseguir bons preços. Mas, eletrônicos costumam ter um preço mais alto que EUA. Se compararmos ao Brasil aí vale a pena.
    Boa viagem. Obrigada pela sua visita.
    Claudia

    ResponderExcluir
  16. Ola, amei o teu blog. Achei graca vc ter postado a foto tirada dentro do Mosque, realmente mulher nao pode entrar a nao ser no mes do Ramadhan. Moro em Dubai ha 18 anos e alem de mim sao poucas brasileiras casadas com locais aqui, na sua proxima visita pode entrar em contato. Grande bj.

    ResponderExcluir
  17. Jamila,
    Pois você sabe que só descobri isso depois... Então, já era. Entrei e tirei a foto. Mas, a mesquita estava vazia. Não tinha ninguém. Nem mesmo alguém trabalhando por lá. Agora já sei. Mas, em Abu Dhabi dá para visitar sem problemas, pois ela é aberta a visitação.
    Da próxima vez que for para aí te mando um recado e certamente vou aprender muito sobre essa cultura tão interessante e diferente da nossa.
    Obrigada pela gentileza.
    Claudia

    ResponderExcluir
  18. Ola

    irei ficar uma noite em dubai , queria saber se eh preciso ter visto ou pagar alguma tarjeta???

    E para fazer o passeio do deserto seria quanto em media,por pessoa ??

    obrigada,
    Celia

    ResponderExcluir
  19. Celia,
    O visto para Dubai esta mais facil de conseguir. Antes, era apenas feito tendo uma reserva de hotel. Agora, a propria companhia aerea " Emirates" faz e acho que na entrada do pais eh facil de conseguir. Sei que as regras mudaram para melhor.
    Quanto ao passeio no deserto nao lembro o valor, mas nao eh caro.
    Claudia

    ResponderExcluir
  20. Olá,

    Estou em Abu Dhabi, mas vou para Dubai tbm ficarei aqui por 5 semanas em curso mas terei os finais de semana livre e pretendo aproveitar bastante seu post é esclarecedor. Gostaria de perguntar se voce pode ver, visitar alguma casa de cambio que trocasse Reais por Dirham ou Dólar. Trouxe uma quantia em reais e nao gostaria de deixar passar até mesmo para evitar as taxas de saques no exterior!

    Um beijo,

    Karen Vieira

    kakauvieira@hotmail.com

    ResponderExcluir
  21. Karen,
    Como você sai do Brasil levando Reais? Em viagens ao exterior a primeira coisa que se faz é comprar dólares ou euros para facilitar ao trocas que virão a seguir.
    Infelizmente, nossa moeda é muito fraca no mundo.
    Vá a algum banco ver se é possível trocar. Pergunte ao concierge do seu hotel quem faz essa troca.
    Aproveite a viagem.
    Claudia

    ResponderExcluir
  22. Alexandre Victor5 de abril de 2012 16:14

    Olá Claudia!!!
    Estou indo para Dubai em julho e na semana do Ramadan, estou com duvidas em relação a minha estádia la, estou analisando ficar no hotel "Four Points By Sheraton Sheikh Zayed Road Dubai" ou "Sofitel Dubai Jumeirah Beach".
    Tenho 21 anos e estou indo com uma amigo para aproveitar tudo, compra, baladas,visitar Abu Dabhi e oq der tempo.
    Quais seriam suas dicas, estou desembarcando dia 27 de julho e voltando para São Paulo dia 04 de agosto.

    Grato

    ResponderExcluir
  23. Alexandre,
    Difícil te ajudar a decidir o hotel. Isso é uma coisa muito peculiar. Depende do seu perfil, de quanto vc quer gastar...
    Dubai tem muuuiiiitos hotéis e quase todos são bons, pois são novos e bem cuidados.
    O ideal é entrar na internet e olhar todos os detalhes para ver se você fica satisfeito com a cara do hotel. De todo modo, quanto a localização, os dois que vc falou ficam num ponto relativamente central. A cidade não é grande, mas para se locomover é preciso de um taxi sempre (ou metro ou ônibus).
    Valeu?
    Claudia

    ResponderExcluir
  24. Obrigada Claudia...
    Eu sei como eh dificil opinar, vo ver oq faço dereitinho pois preciso fechar todos os hoteis ainda, pois estou indo para a Australia e para a Nova zelandia, Dubai vai ser minha ultima parada na volta para o Brasil.
    Os preços da roupas em Dubai compensa, ou tem alguma outra cidade q tenha vantagens por nao ser tao conhecida como Dubai?

    Grato

    ResponderExcluir
  25. Alexandre,
    Vou ser bem sincera. Não sou uma grande consumidora em viagens... Então, não presto muita atenção nisso. Mas, na Nova Zelândia não achei o comércio muito farto. Na Austrália é melhor. E, em Dubai é espetacular. No entanto, mais caro que nos Estados Unidos. Mas, tem de tudo que vc possa imaginar de todos os lugares do mundo.

    ResponderExcluir
  26. Oi Claudia, inicialmente parabéns pelo blog...
    Estaremos indo a Dubai no dia 10 de maio ficando até o dia 13, ficarei em um hotel em media city. Nas cidades que ja fomos sempre andamos muito de metro, em Dubai é tranquilo andar de metro? as estações ficam perto dos pontos turisticos, ou pelo menos perto dos principais shoppings? Estou planejando ir a praia na sexta de manhã, pois me parece que quase tudo esta fechado na sexta!!!! Que praia vc me aconselha a ir? É tranquilo usar sunga e biquini nas praias? Existe banheiro público perto das praias para trocar as roupas? obtive uma informação que os banheiros públicos são bem legais por aí...ufa,
    brigadão. Isaac e Dani

    ResponderExcluir
  27. queridas soube do seu blog no programa da ana maria estou tentando saber mais sobre aquela viagem de trem pela india, onde encontro?

    ResponderExcluir
  28. Enrico Luiz Soffiatti15 de março de 2013 11:49

    Bom dia Fernanda (creio que o Fê vem daí, não?).
    Espero que esteja bem.
    Seu blog é adorável e já "viajei" através dele, com você, para vários destinos que já estive e outros tantos que ainda pretendo conhecer.
    Como tomei conhecimento que você mora em Dubai, quero pedir sua ajuda, se possível.
    Estou planejando ir a Dubai e Abu Dhabi com minha mulher e meus dois filhos (menino de 8 e menina de 6), no mês de julho, embora saiba que é bem quente.
    Pretendemos ficar uns 7 dias em Dubai e uns 2 dias em Abu Dhabi.
    Em Dubai a idéia é ficar no Atlantis e em Abu Dhabi ainda não decidimos. Tem alguma dica?
    Gostaria de contratar uma agência ou um guia local, para organizar alguns passeios (passeio de camelo pelo deserto, passeio de balão, jantar no deserto, passeio de barco, etc.) e visitas (mesquita em Abu Dhabi, Emirates Palace, os souks, etc.), para que possamos conhecer da melhor forma possível as cidades, principalmente a cultura local, o modo de vida, os locais mais históricos, etc. Em outras palavras, embora turistas que somos, não gostamos de fazer os passeios turísticos da forma mais comum e sempre buscamos evitar as "atrações para turista", quando é possível experimentar algo mais puro e verdadeiro. Você tem alguma agência ou guia para me indicar, ou, ainda que seja, recomendar quais os passeios são os mais interessantes? Desde já agradeço sua atenção e o fato de você compartilhar suas experiências e conhecimentos pelo blog. abraço. Enrico Luiz Soffiatti enrico@soffiatti.adv.br

    ResponderExcluir
  29. Caro Enrico

    Acho que vc fez confusão com os blogs. A Fê escreve no blog www.viaggio-mondo.com. Ela mora em Dubai. Eu me chamo Claudia e moro no Brasil. Já fui várias vezes para Dubai e até já encontrei com a Fê por lá.

    Uma das vezes em que lá estive fiquei hospedada no Atlantis. O hotel é perfeito para crianças. Em Abu Dhabi o hotel mais tradicional é o Emirates Palace.

    Quanto aos passeios contratei tudo no próprio hotel. Eles são bem organizados e tudo funciona direitinho. Para ir de Dubai à Abu Dhabi aluguei um carro.

    Se precisar falar com a Fê entre no blog dela. Ela é muito gentil.

    Boa viagem

    Claudia

    ResponderExcluir
  30. Gostaria de saber qual a melhor roupa e sapato devo ir no passeio ao deserto. Estarei em Dubai no dia 28/04.Tenho duvidas sobre a roupa e temperatura a noite. Obrigada.

    ResponderExcluir
  31. Alessandra,

    Você vai ficar praticamente a maior parte do tempo dentro de um carro. Quando o carro parar você vai caminhar pela areia num pequeno trajeto e logo estará numa tenda repleta de tapetes. POde ser que faça um passeio de camelo. Então, o ideal é usar calça comprida e levar um casaco ou pashmina, caso a temperatura caia à noite.

    Boa viagem!

    ResponderExcluir
  32. Estarei em dubai no período de 23 a 29 de julho de 2015, no verão e no período do ramadan, pode nos orientar como eh a rotina da cidade neste período? Conseguimos fazer uma viagem inesquecível memso estando neste período? Qual os pontos principais indicados por vc pra conhecermos? Ficaremos hospedados no Le meridien mina beach, desde já agradeco a atenção!

    ResponderExcluir
  33. Oi Juliana,

    Essa época é bem quente, mas a cidade tem muito ar condicionado. Já estive numa época de Ramadan e não me atrapalhou em nada.

    Quanto ao que fazer pela cidade dê uma lida nesse post e no outro que escrevi sobre Dubai que tem tudo detalhado sobre a cidade.

    Boa viagem!

    ResponderExcluir
  34. lugar lindo!!! Meu sonho conhecê-lo depois de Cancun kkkkk
    Adorei seu blog, vou colocar nos favoritos :)

    ResponderExcluir
  35. BOA NOITE CLAUDIA!ESTOU INDO NO FINAL DE DEZEMBRO PARA DUBAI,IREI PASSAR O ANO NOVO POR LA,SE POSSIVEL GOSTARIA QUE ME INDICASSE UM LOCAL BACANA PARA VER A QUEIMA DE FOGOS;E COMO DEVO ME VESTIR NA NOITE DA VIRADA,DESDE JA MUITO OBRIGADA!!!SILVIA

    ResponderExcluir
  36. Silvia,

    Vou ficar te devendo essa. Nunca passei o reveillon em Dubai. Dá uma olhada no blog da Fê Costa, viaggiomondo.com. Ela mora em Dubai e vai poder te ajudar.

    Beijos e ótima viagem!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário. Obrigada!