GIVERNY E OS BELOS JARDINS DE MONET


Mergulhar no mundo secreto do pai do impressionismo é uma dádiva. Num vilarejo bucólico, na região da Normandia, pertinho de Paris, Claude Monet viveu parte de sua vida. Um lugar sossegado. Cheio de flores e cercado de muita paz. Cenário perfeito para imortalizar sua arte.


Jardins de Giverny.

Monet nasceu em Paris em 1840 e morreu em 1926. Para nossa sorte teve vida longa e deixou uma bela obra produzida ao longo dos seus 86 anos. 

Seu pai almejava que ele desse continuidade ao comércio da família. Mas, por influência da mãe ele começou a pintar. Aos 11 anos entrou para uma escola de artes e se tornou conhecido por suas caricaturas. Mais tarde, foi para Paris estudar pintura. Foi lá que conheceu sua primeira musa inspiradora, Camille, com quem se casou e teve dois filhos. O início da vida deles foi marcado por muita dificuldade financeira. Suas obras eram muito diferentes do que as pessoas consideravam uma "bela obra de arte" na época. Então, ele tinha dificuldade para vende-las. Mesmo assim, não abria mão de se manter fiel aos "borrões" que mais tarde o alçaram a categoria de gênio da pintura.

O lago, a ponte japonesa e uma legião de admiradores da obra de Monet.

Sua primeira mulher, Camille, morreu muito jovem, aos 32 anos, com câncer e Monet se casou com Alice, esposa de um amigo milionário que a deixou viúva. Seu sucesso veio mesmo quando começou a pintar uma série de quadros em sua propriedade em Giverny, nos quais reproduzia os jardins, o lago e a pequena ponte japonesa com suas diferentes cores e luzes ao longo das estações do ano. 

Jardins de Giverny.

No final da vida foi perdendo lentamente a visão por causa de catarata. Então, passou a usar tintas de cores mais vivas e pinceladas cada vez mais borradas. Sua obra é considerada uma das mais importantes de todos os tempos. 

 Jardins de Giverny floridos no verão.

COMO CHEGAR

Para conhecer os Jardins de Giverny é preciso comprar um bilhete de trem na Gare Saint Lazare, de Grand Lignes de Paris até Vernon. O valor do bilhete para ida e volta custa ao redor de 30 euros em classe 2. O trajeto dura 40 minutos. Ao chegar na cidadezinha de Vernon é preciso tomar um taxi (que custa em torno de 14 euros) ou um ônibus (4 euros) para percorrer os 6 quilômetros que levam até a casa onde Monet morou. Muita gente vai de bicicleta (alugada em Vernon) ou até mesmo a pé. Pois, há poucos taxis na cidade (que é muito pequena) e os ônibus partem da porta de estação férrea em pouquíssimos horários. Portanto, chegar até Vernon é fácil. Difícil é ir de Vernon aos Jardins de Monet. 


Vernon é uma cidade pequenina e encantadora. Vale uma caminhada.

Vernon.  

Essa pequena igreja de Vernon foi pintada por Monet.

INGRESSO 

O bilhete de acesso aos Jardins de Giverny custa 9,50 para adultos. A fila costuma ser bem grande. Espera ao redor de 40 minutos a uma hora para entrar na casa. Procura comprar o bilhete antecipadamente pela internet. Os jardins estão abertos ao público de março à novembro.

Lá dentro, uma multidão disputa espaço para conhecer os famosos jardins do grande mestre do impressionismo. Não é um daqueles lugares cheios de espaço para você sentar e desfrutar da paz do ambiente. Tudo é bem apertado e repleto de visitantes. Não espere encontrar muito sossego. Você vai se deparar com muitos turistas tanto nos jardins como na casa em que Monet morou por tantos anos. 

Para mais informações consulte o site www.fondation-monet.com

Casa de Monet. 

 Jardins floridos de Giverny.

MUSEU DE L'ORANGERIE

Depois de visitar Giverny reserve um período de seu dia para ir até o Musée L'Orangerie, em Paris e ver os gigantescos murais Les Nynphéas, de Claude Monet. O museu fica na Praça Concorde, no Jardim de Tuileries. É emocionante admirar aquela paisagem e ver o lago, as plantas, as nuvens e os reflexos das árvores traduzidos nas pinceladas geniais de Monet, especialmente depois de ter visto onde tudo começou. 



Compartilhe:

COMENTÁRIOS

  1. Apaixonada por Monet! E da proxima vez que estiver na França, é parada obrigatória. As fotos estão lindissimas.
    Beijos, Mel.
    www.viviendoenelmexicomagico.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Mel,

    É bonito mesmo. Tem que visitar.

    Obrigada.

    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Que lindo esse lugar! Belas fotos.
    Bjs
    Ana Paula

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário. Obrigada!