SUNNY MIAMI


Badalada. Sempre em alta. Caliente! Cheia de rostos e corpos talhados à perfeição. That's Miami! A cidade mais ensolarada da Flórida. Acolhe fervorosamente quem procura as praias de South Beach, o mix da cultura latina com a caribenha, hotéis espetaculares, ótimos restaurantes, lojas descoladas de design e compras com preços imbatíveis (ops, em tempos de dólar a 4 reais isso mudou um pouquinho). A verdade é que Miami está cada vez melhor. Mais agradável, mais cheia de opções, mais convidativa. E, para facilitar ainda mais àqueles que não dominam o inglês, o espanhol é falado em todas as esquinas. E o português, também. Então, sem a barreira da comunicação, a ordem é embarcar no astral contagiante da cidade.

A animada South Beach.
.
SOUTH BEACH

O ponto de partida só pode ser South Beach. Quem poderia imaginar que um lugar onde a 100 anos havia apenas um banco de areia ao qual só se tinha acesso de barco iria se transformar na efervescente região de Miami Beach. É bem verdade que a Ocean Drive funciona muito como um ponto caça-turistas, mas as construções em Art Deco dão um toque especial a South Beach (a parte sul de Miami Beach). São mais de 800 prédios bem conservados que se traduzem em glamour, alegria e muita irreverência.

 Ocean Drive e seus prédios Art Deco.

Os prédios em estilo Art Deco costumam ser baixos (geralmente têm entre dois e quatro andares), possuem faixas coloridas que dão a sensação de movimento, muitos têm uma torre central que lembra a chaminé de um navio, tetos planos e cores marcantes. São a marca de Miami Beach. Há basicamente três estilos de Art Deco em South Beach: o tradicional, o futurista e o mediterrâneo. Eles derivam da arquitetura francesa, italiana e espanhola.

Pessoas famosas como Gloria Stefan, Madonna, Michael Caine e nosso Romero Brito ajudaram a transformar o bairro colorido por letreiros de néon em um dos maiores points dos Estados Unidos.

Ao raiar do dia a ordem é dar um pulo na praia, seja para uma caminhada no calçadão ou para curtir um disputado pedaço de areia. Logo mais os DJ's já sobem o som e mulheres sensuais capricham no embalo dos ritmos, especialmente latinos, para seduzir os clientes a ocupar uma cadeira em um dos tantos cafés, bares e restaurantes do bairro. E, restaurantes não faltam por ali. Tem um ao lado do outro. Mesmo com certo apelo turístico, o conjunto da obra agrada.

Seja no calçadão ou na areia não dá para resistir a um pulinho na praia. 
Faz parte do programa.

PONTOS ALTOS DE SOUTH BEACH
  • Praia
  • Ocean Drive
  • Bares, restaurantes e clubes
  • Compras na Lincoln Road
  • Memorial do Holocausto (é tocante, mas realidade pura)
  • Hotel Delano

DICA

Miami Design Preservation League organiza passeios a pé com uma hora e meia de duração partindo do Art Deco Welcome Center - 1001 Ocean Drive - (305) 672.2014.

DOWNTOWN

Até bem pouco tempo atrás o centro de Miami era bem esquisitinho. Um lugar decadente pode-se dizer. Quando o comércio local fechava o centro adormecia. Ninguém mais circulava por ali. Era até perigoso. Mas, agora está ganhando outra roupagem. Prédios modernos e hotéis grandiosos começaram a revitalizar o pedaço. É o caso do Hotel Viceroy que trouxe vida nova ao oferecer sua exuberância e do Marriott Marquis, do Four Seasons que tem um brunch concorridíssimo aos domingos e do Mandarin Oriental. E assim, mais um leque de opções se debruça sobre Miami. O modo mais fácil de circular em Downtown é com o Metromover, um trenzinho sem motorista, grátis, que percorre um circuito de uns três quilômetros. O percurso dura 10 minutos e dá uma boa visão geral dos arranha-céus da cidade. Vale prestar atenção ao National Bank Tower que muda as cores da iluminação a cada dia.

 O Skyline formado pelos arranha-céus de Downtown é uma referência para se localizar em Miami.

PONTOS ALTOS EM DOWNTOWN
  • Bater pernas no Bayside Marketplace
  • Dar um passeio de barco em Biscayne Bay
  • Ficar hospedado num dos novos hotéis da região
  • Visitar o Jungle Island
  • Circular de Metromover
  • Conhecer o novo e maravilhoso museu PAM - Pérez Art Museum. O projeto do museu foi assinado por Herzog & Meuron. Do lado de fora tem um varandão com espreguiçadeiras e um restaurante muito simpático. Grandes pilares de concreto são cobertos por plantas que descem do teto numa espécie de jardim suspenso. Lá dentro há sempre exposições temporárias de arte contemporânea dos séculos XX e XXI. 

DESIGN DISTRICT

Cinco quilômetros ao norte de Downtown, o Design District vai aos poucos virando um reduto da arte contemporânea e da moda. O badalado francês Cristian Louboutin (155 NE 40th St.) foi um dos primeiros a se instalar no bairro agora repleto de grifes internacionais. Circule pelo De La Cruz Collection (23 NE 41th St.) um museu recém inaugurado que expõe obras de mais de 50 artistas.

Design District.

PONTOS ALTOS DO DESIGN DISTRICT
  • Circular pelas lojas e galerias
  • Visitar o museu De La Cruz Collection

WYNWOOD DISTRICT

Alguns quarteirões abaixo do Design District, um local antes perigoso e repleto de galpões abandonados, agora vem atraindo muita gente com suas paredes grafitadas. O Wynwood District é um museu a céu aberto. Um dos lugares mais interessantes de Miami. Muitos artistas, inclusive os brasileiros Eduardo Kobra e "Os Gêmeos" Gustavo e Otávio Pandolfo  têm seus grafites no bairro. São mais de 70 galerias de arte assinadas por grafiteiros craques. Além disso, há cafés, restaurantes e galerias, inclusive a do nosso querido Romero Brito.

O epicentro do grafite em Miami fica próximo à NW 2nd Avenue nas ruas NW 25th e NW 26th. 

DICA: todo segundo sábado do mês acontece um tour guiado para quem quiser conhecer melhor o distrito. 

COMPRAS EM MIAMI

Circular pela Lincoln Road www.lincolnroad.org, onde está o corredor de lojas mais badalado de South Beach, pode garantir ótimas horas de diversão. Além das compras há muitos restaurantes simpáticos que permitem ver o movimento da galera indo e vindo com seus pacotinhos na mão.

Lincoln Road.

Para quem prefere comprar grifes de luxo, o Bal Harbour www.balharbourshops.com é perfeito. Tem Prada, Marc Jacobs, Cartier, D&G, Carolina Herrera, Hermès, Valentino e várias outras marcas do mesmo gabarito.

Se a intenção for caminhar entre lojas num mall aberto e à beira da baía, então o Bayside é perfeito www.baysidemarketplace.com. Pois, além do visual e das lojas é de lá que partem barcos de passeio pela cidade. Também conta com bons restaurantes, entre eles o Bubba Gump Shrimp Co. e o Lombardi's Ristorante.

O shopping mais famoso e mais procurado pelos turistas é o Aventura Mall (Biscayne Boulevard com 197th Street), ao norte de Miami. Tem mais de 200 lojas, entre elas Tiffany, Gucci e Cartier, além das grandes âncoras Macy's, JCPenny, Nordstrom e Sears.

Para garantir bons preços vá ao Dolphin Mall (1401 NW 12th Street) à oeste do aeroporto. Vale a pena dar uma passada nas pontas de estoque da Ann Taylor, Bebe, Aldo, Nine West e Kenneth Cole.

Ao sul, o Dadeland Mall ( 7535 Kendall Drive) é um shopping muito simpático. Com 170 lojas entre elas a tradicional Burdine's. O acesso ao shopping pode ser feito de metrorail, o que facilita a vida de quem está sem carro. Quase em frente ao shopping tem uma loja enorme da Toys "R" Us - para quem viaja com os filhos é parada obrigatória. Também nessa região fica o Shops at Sunset Place.

Outras opções são o The Falls (136th Street - Kendall South) onde fica a loja Bloomingdale's e a descontraída região de Coco Walk (3015 Grand Avenue - Coconut Grove) com lojas como Gap e Banana Republic.

OUTLETS

Na cidade de Miami propriamente dita, não tem outlets. Os dois mais próximos ficam na Grande Miami, a uma hora de Downtown. O mais procurado é o Sawgrass Mills - 12801 West Sunrise Boulevard- em Sunrise, perto de Fort Lauderdale, com 350 lojas. Entre elas: Banana Republic, Nike, Gap, Adidas, Ralph Lauren e Burberry www.sawgrassmills.com. O outro é o Prime Outlet, em Florida City www.primeoutlets.com.

MIAMI COM CRIANÇAS
.
Os pequenos têm boas opções para animar os dias em Miami.
.
Para começar que tal passar umas horinhas no Seaquarium. O parque é uma versão miniatura do Sea World de Orlando. Além de jacarés, tubarões e pelicanos tem shows de leão-marinho, orca e golfinhos. Fica em Key Biscayne - 4400 Rickenbacker Causeway. www.miamiseaquarium.com

Um pouco mais ao sul fica o Monkey Jungle. Num local amplo onde várias espécies de macacos ficam soltos e as pessoas andam por passarelas protegidas por telas. É possível alimentar os macacos colocando a comida em pequenos baldes que os próprios animais puxam. Fica no número 14805 SW 216th Street. www.monkeyjungle.com

O Jungle Island é um jardim tropical com mais de 1100 espécies de aves, além de pinguins, lobos e jacarés. Alguns são amestrados e fazem exibições. Fica entre Downtown Miami e South Beach, 1111 Parrot Jungle Trail. www.jungleisland.com

Bastante interativo é o Miami Children's Museum. As crianças podem mexer em tudo que tiverem vontade, pilotar um caminhão de bombeiros, cavar buracos com uma retroescavadeira, escolher artigos em um mini supermercado e tantas outras atividades. É muito interessante para crianças de até 10 anos. Depois disso perde a graça. Fica num ponto bem central - 980 MacArthur Causeway.

Em Coconut Grove, a maior mansão da Flórida que pertenceu ao industrial James Deering virou um museu encantador - Viscaya Museum and Gardens. A mobília foi toda trazida das viagens do proprietário pela Europa. Os jardins clássicos são impecáveis e ficam às margens do Oceano Atlântico. 3251 S Miami Avenue.

BONS HOTÉIS

DELANO tem o lobby e a piscina mais agitados de South Beach. Som alto rola solto habitualmente. Os desavisados chegam a supor que estão num disco e não num hotel. Alguns dias da semana muita gente bonita é convidada via e-mail para integrar a turma dos frequentadores do hotel onde Madonna ficou tantas vezes hospedada. A decoração dos quartos é clean - tudo branco, branco, branco - e a assinatura de Philip Starck carimba o glamour dos salões. O endereço é 1685 Collins Avenue, Miami Beach. Telefone (305) 672.2000. www.morganshotelgroup.com.


Tudo branco e sempre a meia luz. A única cor presente no quarto para fazer um contraste saudável é a maçã verde que traz a inscrição "an apple a day keeeps the doctor away".

FONTAINEBLEAU voltou a receber seus hóspedes nos 1500 quartos recém reformados. O hotel é enorme, as piscinas gigantescas com cascatas e muitos cantinhos exclusivos. O endereço é 4441 Collins Avenue. O telefone (305) 538.2000. www.fontainebleau.com

O luxuoso FOUR SEASONS é boa opção para quem pretende ficar no revitalizado Downtown. O hotel conta com um brunch concorrido aos domingos. No lobby do hotel esculturas de Botero saltam aos olhos. Fica na Brickell Avenue 1435. Telefone (305) 358.3535. www.fourseasons.com

O classudo THE TIDES é o mais procurado da Ocean Drive. É do mesmo grupo do Delano. Os quartos são amplos e o agito corre solto na porta do hotel. O endereço é nobre: 1220 Ocean Drive. Telefone (305) 604.5070. www.tidessouthbeach.com

VICEROY é um dos novos e incríveis hotéis de Downtown. O spa é todo decorado por Phillip Starck. O endereço é 485 Brickell Avenue. www.viceroymiami.com

JW MARRIOTT MARQUIS abriu suas portas no final de 2010 e tem um restaurante do chef francês Daniel Boulud. Fica na Biscayne Boulevard 255. www.marriott.com

EDITION. Hotel boutique super simpático. Abriu as portas em Miami Beach no final de 2014. Além de novo é clean. Fica na Collins 2901, dois quilômetros acima da Lincoln Road. www.editionhotels.com/miami-beach

RESTAURANTES

Hakkasan. Restaurante chinês, de comida cantonesa maravilhosa. Ambiente charmoso e sempre à meia-luz. Só abre para o jantar. Fica no Hotel Fontainebleau. Tem que reservar. Telefone (786) 276 1388.

Joe's Stone Crab. Restaurante sempre cheio que não aceita reservas e as pessoas esperam pacientemente por mais de duas horas para degustar os famosos King Crabs. Vale a espera. O segredo é chegar bem cedo quando as portas do restaurante se abrem. 11 Washington Avenue. Miami Beach.

Zuma. Restaurante japonês com pratos daqueles que se come com os olhos, de tão bonitos. A apresentação é perfeita e tudo que vem à mesa é espetacular. Tem que fazer reserva. Hotel Epic. 270 Biscayne Boulevard. Downtown. Telefone (305) 577.0277. Um dos meus preferidos.

Nobu. Um dos restaurantes japoneses mais badalados do mundo. Tem um menu degustação que é todo maravilhoso. O bacalhau na folha de bananeira é o carro chefe. Fica na Collins Avenue 1901. Telefone: (305) 695.3232.

Garcia's. Considerado um dos melhores restaurantes da cidade. Fica no centro e é atendido pelos donos cubanos. O ceviche é ótima pedida. O endereço é 398 NW North River Drive. Telefone: (305) 375.0765.

Prime 112. É uma steak house tradicional de Miami Beach que além de carne capricha nos camarões e lagostas. Fica no número 112 Ocean Drive. Telefone: (305) 532.8112.

Casa Tua. Italiano elegante e delicioso em Miami Beach pertinho da Lincoln Road. 1700 James Avenue. Tem que fazer reserva (305) 673 1010.

Cecconi's. Italiano simpático na Collins 4385, Miami Beach. Ambiente descontraído.

La Mar do badalado chef peruano Gastón Acurio, no Mandarin Oriental. Confesso que não gostei muito da versão americana de Acurio. Prefiro o La Mar de Lima e o de Santiago do Chile.

Juvia. Na cobertura de um prédio de Lincoln Road, o Juvia é perfeito para curtir o por do sol bebendo alguma coisa. A culinária não é forte do restaurante, o visual sim.

Outros restaurantes que ainda não experimentei na cidade mas estão na minha lista são o Marimoto do badalado chef celebridade Masaharu e o  Villa Azur em South Beach.

MELHOR ÉPOCA PARA IR À MIAMI

O sol brilha praticamente o ano todo. Em dezembro e janeiro a temperatura costuma ser um pouco mais baixa, mas nada insuportável, dificilmente vai além de 15 graus Celsius. Portanto, qualquer época do ano é ótima.

FUSO HORÁRIO. Uma hora a menos em relação ao horário de Brasília. 

Assim é Miami. Uma cidade ensolarada que convida das praias às compras. 
Há quem seja apaixonado e quem não faça a menor questão. 
Vá conferir com seus próprios olhos. 

Compartilhe:

COMENTÁRIOS

  1. Eu amo Miami. Passei parte da minha lua de mel lá. Faz muito tempo, então não vejo a hora de voltar. Já deve ter muita coisa diferente. Suas fotos estão sempre lindas e os textos sempre ótimos. Um 2015 cheio de viagens para vocês! Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Obrigada, Regina. Também desejo um 2015 cheio de viagens e que uma delas seja para Miami.

    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Ufa, falou tudo !! E com categoria !! Morei lá quase 2 anos e vc conseguiu compilar Miami em 1 post !! Parabéns !!!

    ResponderExcluir
  4. Obrigada, Vivian.

    Seu comentário é muito gratificante para mim, especialmente por já ter morado na cidade.

    Beijo

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário. Obrigada!