BONIFÁCIO, SIMPLESMENTE O MELHOR DA CÓRSEGA


O apelido “Ilha da Beleza” cai como uma luva para a Córsega. Uma ilha de sonho onde o azul do mar Mediterrâneo encontra com falésias e montanhas cravejadas de vilarejos medievais em total sintonia. Mas, um desses vilarejos é simplesmente o máximo! Você tem que conhecer.

É Bonifácio. O vilarejo fortificado não tem como ser mais bonito. Fica no extremo sul da Córsega, no topo de um penhasco de calcário de mais de 80 metros de altura, a menos de 20 quilômetros da Sardenha. As casas em tom pastel se confundem com o relevo das falésias brancas. Na cidade baixa fica o porto. É impressionante, especialmente quando se observa a cidade ao longe, em um passeio de barco (obrigatório!!!), numa trilha de Pertusato ou da estrada que vai em direção a Sperone e Piantarella.

Bonifácio é linda quando vista em qualquer ângulo.

POR ONDE COMEÇAR

O ponto de partida para se conhecer Bonifácio, e onde tem mais movimento, é o porto. Esse não é um porto qualquer. Ele é totalmente abrigado no meio das falésias, num braço estreito por onde o mar avança. Um lugar ímpar! Restaurantes, lojinhas, cafés margeiam o porto e o vai e vem dos barcos garante um astral delicioso. Sente sem pressa, peça um bom vinho ou tome um café e curta muito a paisagem.

Porto de Bonifácio.

 O charme da Cidade Antiga. 

Também é ali, ao redor do porto, que você vai estacionar seu veículo (fundamental alugar carro na Córsega). Até dá para subir de carro, mas não é fácil achar vaga na Cidade Alta. Além disso, o trajeto é tão bonito que merece ser feito a pé. Caso você não goste muito de caminhar, também tem um trenzinho que leva os turistas do porto ao centro antigo. Vale subir de trem e descer suspirando com a beleza do cenário.

Suba de trenzinho até a Cidade Alta de Bonifácio e desça fotografando a paisagem.

A Cidade Velha de Bonifácio foi construída pelos genoveses no final do século XII. Ande pelas ruelas estreitas, onde moram menos de 3 mil pessoas. O vilarejo é mínimo! Vá até a Praça de La Manichella para ter um super visual do mar e das ilhas que ficam em frente. Visite as tantas igrejinhas, os locais de defesa e, se tiver coragem de encarar os 187 degraus construídos na rocha, no século XV, desça até o nível do mar pela famosa Escadaria do Rei Aragão. Para aproveitar melhor a visita à Cidade Velha alugue um audioguia no centro de informações turísticas por 5 euros.

Observe as pessoas pequenininhas andando próximas ao mar 
depois de terem descido a Escadaria do Rei Aragão.

Depois de tanto sobe e desce recomendo um almoço no restaurante Stella D’Oro. As entradas são todas deliciosas e o peixe fresquíssimo. É sofisticado e muito bom.

BARCO É UMA BOA!

Não deixe de fazer um passeio de barco pelas falésias, grutas e calanques de Bonifácio. Tem algumas opções de trajeto que vão de 17,50 a 35 euros. O tempo médio dos passeios é de uma hora. Já, os mais longos tem paradas em praias e ilhas. Como eu estava hospedada na Ile Cavallo optei pelo Circuito 1, da empresa Rocca por 22,50 euros. Também dá para alugar um barco inflável particular. Vale conhecer a Ilê Cavallo e Ile Lavezzi.

Esse mar merece um passeio.

Para quem gosta de trilha é possível fazer uma caminhada linda sobre as falésias.

QUANDO IR

Do final de maio ao início de outubro é quente e animado. Julho e agosto são altíssima temporada. Nos meses mais frios muita coisa fecha. 

ONDE FICAR

Bonifácio tem poucos hotéis e todos bem simples. Recomendo ficar hospedado nas redondezas, no espetacular Casa del Mar em Porto Vecchio (The Leading Hotels), no Miramar em Propriano (Small Luxury Hotels) ou na Ile Cavallo no Hotel des Pecheurs.

Bonifácio merece uma visita!

Compartilhe:

Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. Obrigada!