UMA SEMANA NO SUL DA ITÁLIA


Fazia tempo que o sul da Itália vinha nos chamando. E, nunca sobrava tempo para essa rota pois o norte sempre entrava em cena primeiro. Afinal, meu marido morou alguns anos em Mantova, perto de Milão, e a saudade dos amigos falava mais alto. Até que chegou a hora, apesar dos protestos.

Resolvemos fazer uma viagem bem diferente do padrão habitual. Uma semana rodando pelo sul da Itália “sem roteiro definido”, indo onde desse vontade e tendo como referência as indicações dos amigos italianos. Apenas o hotel de Roma - nosso ponto de partida - foi reservado com antecedência. Como é baixa temporada no mês de dezembro, deu tudo certo. Nenhum aperto. Viagem perfeita! Restaurantes frequentados apenas pelos locais e na época das "trufas". Poucos turistas. Hotéis tranquilos. Fazer isso na alta temporada é certeza de dor de cabeça.

Roma.

Alugamos um carro em ROMA (clique no link para ler as dicas de Roma) e partimos em busca do sol. A princípio, a intenção era ir para a Costa Amalfitana e Capri. Como a previsão do tempo começou a indicar possibilidade de chuva na região, decidimos mudar o rumo da prosa e ir para Alberobello. Que acerto! Pegamos três dias ensolarados e de um friozinho delicioso nesse lugar que é de conto de fadas. 

 Alberobello.

Alberobello é Patrimônio Mundial da Unesco e conhecida como a “Capital dos Trulli”, que são aquelas casinhas brancas com o teto de pedras em formato de cone, típicas da Puglia (região que fica no “salto” se olharmos para o mapa da Itália como se fosse uma bota). A partir de Roma são 500 quilômetros. Não é perto. Mas, as estradas italianas são muito boas. Em menos de 6 horas estávamos com o queixo caído, totalmente apaixonados pela cidade. Muita gente passa apenas duas ou três horas em Alberobello e se dá por satisfeito. Contrariando a pressa ficamos três dias muito especiais no charmosíssimo hotel Le Alcove, com apenas 6 quartos construídos em “trulli”, super luxuosos e aproveitamos para conhecer algumas cidades nas redondezas.

Locorotondo.

Num dia fizemos um bate-e-volta a Locorotondo e Cisternino. Duas cidades muito próximas de Alberobello, situadas nas montanhas, numa região produtora de vinho. Graciosas, com casas brancas e ruas estreitas que formam verdadeiros labirintos cercados por muralhas. Bem pequeninas, podem ser conhecidas em uma ou duas horas.

Cisternino.

No outro dia fizemos um bate-e-volta a Polignano a Mare e Monopoli, também muito próximas de Alberobello, às margens do mar Adriático. Cidades bonitas à beira de penhascos lindos mas não muito seguras. O sul da Itália ainda tem problemas com a pobreza e com a entrada de imigrantes ilegais.

Polignano a Mare.

Nosso destino seguinte foi Matera que também é Patrimônio da Humanidade pela Unesco. Uma cidade pendurada num desfiladeiro e repleta de grutas esculpidas nas pedras. Essas cavernas antigamente eram habitadas, mas por falta de condições de sobrevivência ficaram abandonadas por muito tempo e agora estão ganhando vida novamente. Um lugar único. Absolutamente singular. E foi exatamente numa dessas grutas que ficamos hospedados, no hotel Sextantio Le Grotte de La Civita. Uma experiência fantástica. Uma volta no tempo.

Matera.

O roteiro de uma semana no sul da Itália ficou assim:
  • 3 dias em Roma no hotel The Inn at the Spanish Steps. Muito charmoso, membro do grupo Small Luxury Hotels e super bem localizado. Recomendo.
  • 3 dias em Alberobello no Luxury Hotel Le Alcove. Maravilhoso! Bate-e-volta a Locorotondo , Cisternino num dia. E a Polignano a Mare e Monopoli, no outro.
  • 1 dia em Matera no Hotel Sextantio Le Grotte de La Civita, puro luxo dentro de uma gruta. Experiência incrível!


Essa viagem foi conjugada com mais oito dias de carro pela Romênia (Bucareste, Sinaia, Fagaras, Brasov, Rasnov, Rupea, Sighisoara, Sibiu) e cinco na Hungria (Budapeste) num total de 20 dias.

Espero que vocês se divirtam com os relatos tanto quanto nos divertimos viajando!


Deixem seus comentários. Vou adorar responder!

Compartilhe:

COMENTÁRIOS

  1. Oi, Cláudia. Tudo bem? :)

    Seu post foi selecionado para o #linkódromo, do Viaje na Viagem.
    Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

    Até mais,
    Bóia – Natalie

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário. Obrigada!