SHENYANG, SEDE DO FUTEBOL NAS OLIMPÍADAS


No nordeste da China, a 700 quilômetros de Pequim, fica Shenyang, a capital da província de Liaoning. Aparentemente, uma pequena cidade, mas sua população é de quase sete milhões de habitantes, ou seja, é a maior cidade desta região e um dos maiores centros industriais do país. 

A cidade foi sede do futebol durante os Jogos Olímpicos de Pequim em 2008. Pela sua localização geográfica, sofre influência das monções - ventos que causam grandes oscilações da temperatura ao longo do dia. Os termômetros chegam a marcar diferenças superiores a dez graus do dia para a noite. Devido a essa instabilidade climática o estádio recebeu um tratamento especial, com gramado resistente ao frio e um sistema de painéis solares para garantir o padrão do campo.

  O campo de futebol do estádio de Shenyang é muito bem tratado. 

Shenyang foi o berço da Dinastia Qing. É uma das cidades históricas mais importantes do país. No século XVII foi a capital da Manchuria até a queda da Dinastia Ming. Presenciou muitas desavenças inclusive com os japoneses que a dominaram por pouco mais de dez anos. Nesse período o Palácio Imperial de Shenyang serviu como sede do governo. Sua construção é imponente sendo o segundo maior palácio em importância na China. Perde somente para a Cidade Proibida de Pequim. O palácio, que recentemente foi declarado Patrimônio Cultural da Humanidade, pela Unesco, tem 300 aposentos divididos em três seções:

1. Hall Chongzheng é a seção central, onde o imperador controlava seus negócios políticos. Ainda nessa área, mas na parte de trás ficava o Palácio Qingning onde moravam o imperador e suas concubinas.

2. Na seção ocidental, o Pavilhão Wansu abrigava uma maravilhosa biblioteca com mais de 35 mil livros de literatura chinesa, ainda está bem preservada.

3. Na seção oriental, o Hall Dazheng é o ponto mais importante com seus dragões. Na frente do hall ficam os Pavilhões dos Dez Reis que eram usados para o comando dos oficiais da Manchúria.

   
O Palácio Imperial é considerado Patrimônio Cultural da Humanidade desde 2004. 

 
O palácio é o maior da China depois da Cidade Proibida.

 
Acima, um dos locais onde o imperador costumava ficar. 

 
O prédio pintado de verde é a biblioteca.

   
Hall Dazheng.

 
O detalhe dos dragões do Hall Dazheng. 

Área de apresentação de espetáculos de ópera chinesa. 

 No centro da cidade tem uma Estátua de Mão Tse-Tung, em tamanho gigantesco vestido de super-herói com um enorme casacão. Na verdade, os chineses o idolatram até os dias atuais. Dizem que ele foi uma espécie de “Robin Hood” oriental – tirava dos ricos para dividir com os pobres. 

Além disso, vale dar uma olhada no Túmulo do Norte, um dos mausoléus mais bem preservados da China e no Túmulo do Leste que tem uma escadaria de 108 degraus. Esse número é sagrado para os chineses e representa no Taoísmo, as 36 estrelas do céu e as 72 do inferno. Para o Budismo, o número indica as contas do rosário.

Hotel em Shenyang

Indico o Marvelot Hotel Shenyang. O hotel era da cadeia Marriott, mas foi comprado recentemente por um empresário chinês. O endereço é 388 Qian Nian Da Street. Foi lá que a seleção brasileira de futebol ficou hospedada durante a Olimpíada.

Compartilhe:

COMENTÁRIOS

  1. Show de bola vcs estarem aí...vcs deveriam fazer parte da seleção, pq tá faltando show de bola com a camisa amarelinha...
    bjão
    Deborah

    ResponderExcluir
  2. O rio é lindo mesmo, mas todas as cidades tem as suas belezas

    http://givanildogomes.blog.uol.com.br

    ResponderExcluir
  3. vou adicionar seu endereço ao meu blog.

    http://givanildogomes.blog.uol.com.br

    ResponderExcluir
  4. Obrigada pela visita. Vou retribuir.
    Claudia

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário. Obrigada!