BATE-E-VOLTA À POMPEIA


Conhecer Pompeia era sonho antigo. Mas, sempre que ia para a Itália acabava indo em outras direções e Pompeia ficava para depois. Então, na minha última ida à Roma recebo um e-mail da querida Brenda Tavares, do blog O Tabuleiro da Baiana convidando para uma aventura na sua nova terra. Claro que aceitei na hora.

Peguei o trem de alta velocidade Frecciarosssa em Roma e em uma hora e dez minutos estava na Estação Férrea de Napoli onde nos encontramos. De lá fomos de carro até Pompeia, em menos de meia hora. Um bate-e-volta perfeito.

Pompeia.

No entanto, o dia não estava muito sorridente e na entrada de Pompeia a chuva começou a castigar. E, ao longo do dia, não deu nenhuma trégua. Caiu com vontade. Foi divertido andar pelas ruas de Pompeia de guarda-chuva. Mas, as fotos não deram muito certo, claro. Então, a Brenda gentilmente enviou fotos lindas para ilustrar o post. Agradeço pelo carinho, pela receptividade e pela generosidade. A viagem foi inesquecível!

Chuva torrencial em Pompeia.

POMPEIA E O VESÚVIO

Plantada aos pés do temperamental Vesúvio, Pompeia foi uma cidade importante do Império Romano até o ano 79. d.C., quando o vulcão resolveu entrar em erupção no sul da Itália. Uma imensa chuva de lava e cinzas sepultou e ocultou a cidade por 1600 anos. Por sorte, essa camada que cobriu Pompeia serviu como proteção para as casas, objetos e até mesmo para os corpos das vítimas que foram encontradas nas posições que estavam no momento em que foram atingidas pela violência da natureza.

Jardim dos Fugitivos, com reproduções em gesso dos corpos encontrados.

Então, em 1748 escavações começaram a trazer à tona as sombras de uma tragédia devastadora e ao mesmo tempo um sítio arqueológico fantástico que mostra em detalhes como era a vida nos tempos da Roma Antiga. É realmente impressionante. Ao atravessar o portão que leva à Pompeia dá para entender perfeitamente porque a cidade é considerada Patrimônio Mundial pela UNESCO. 

Pompeia em primeiro plano e ao fundo o temível Vesúvio.

Pompeia era uma cidade movimentada. Estima-se que tenha tido 20 mil habitantes. Morreram ao redor de 2 mil pessoas com a fúria do Vesúvio. É surpreendente ver os corpos encontrados durante as escavações nas posições em que estavam na hora da erupção.


Muito corpos foram encontrados com as escavações.

É incrível entrar ali e ver aquela cidade inteira tão bem preservada. Foro Romano, banhos públicos, santuário, templo, anfiteatro, teatro, avenidas repletas de casas ainda com afrescos, vários objetos da época, casas de comércio, zona de prostituição, área esportiva, aqueduto... Isso tudo ajuda a contar a história dessa época. Um fato curioso é que havia muitos afrescos com forte apelo erótico. O acervo é riquíssimo e a maior parte dos achados foi levada para o Museu Arqueológico Nacional em Napoli.

Objetos encontrados em Pompeia.

Fonte de água.

Com a chuva, minha incursão pelas ruelas de Pompeia ficou um pouco prejudicada. É preciso de pelo menos 5 horas para circular pela cidade toda. Para aproveitar o percurso é bom estar munido com muito material informativo ou alugar um audio guia. Há algumas pessoas circulando por lá que se oferecem para ajudar e no final pedem um agrado.

Uma das tantas ruas antigas de Pompeia.

Por sorte, o Vesúvio está "relativamente" tranquilo desde 1944. Eventualmente, provoca alguns tremores de terra. Aliás, no dia seguinte à minha visita a terra tremeu por lá, mas foi um susto pequeno. Tomara que ele continue adormecido eternamente para não provocar novas tragédias, pois a região à sua volta é muito povoada atualmente. 

Parreiras em Pompeia.

Brenda, só tenho a agradecer sua disponibilidade e atenção incondicional. Passamos um dia maravilhoso na companhia de vocês circulando por Pompeia e Napoli. 

Conforme sua sugestão, na próxima viagem à Itália quero conhecer Puglia, Ravelo, Positano, Amalfi, Alber Belo e Sicília.

Fotos de Brenda Tavares.

Muito obrigada! 

Compartilhe:

COMENTÁRIOS

  1. Deve ser uma viagem incrível!Só de ler o post fiquei arrepiada,imagina ao vivo!
    Lindas fotos!
    Bate e volta muito chique esse,heim?
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Flavinha,

    Que bom ler seu comentário!

    Gostei muito de ter ido à Pompeia. Agora quero assistir o filme.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Cláudia,
    Estive em Pompeia em 2008 e estava um sol tremendo. É um lugar inesquecível. Se quiser ver meu ponto de vista:
    http://www.nacozinhabrasil.com/2011/09/brevidade-de-araruta-e-pompeia.html
    Li um livro sobre a tragédia do Vesúvio, além de fazer parte dos estudos de colégio, de modo que a curiosidade sempre esteve presente. Nunca pensei que conheceria esse lugar! Muito interessante, né?
    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Gina,

    Vou correndo visitar seu blog. Que adoro!!!!

    Pompeia é muito interessante mesmo. Quero assistir o filme.

    Bj

    Claudia

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário. Obrigada!