DESCENDO AS DUNAS DO VALE DA MORTE


O Vale da Morte é um dos passeios mais divertidos e menos cansativos do Deserto do Atacama. Não é à toa que é uma das programações mais procuradas. A dificuldade é pequena e fica pertinho de San Pedro de Atacama. São menos de 5 quilômetros. Muita gente opta por ir de bicicleta ou até mesmo a pé.

  Bicicleta é uma das maneiras mais fáceis para chegar ao Vale da Morte.

Alguns dizem que o nome "Vale da Morte" foi dado pelo arqueólogo Gustavo Le Paige que durante suas explorações, na década de 50, encontrou esqueletos do povo do Atacama e chegou à conclusão de que os velhos e doentes iam para lá esperar sua morte.

Já, outros falam que o local foi usado para a prática de sacrifícios humanos no tempo dos Incas.

Também tem uma versão que diz que talvez os espanhóis tenham executado muitos atacamenhos no vale.

Os mais otimistas afirmam que essas versões anteriores são meras especulações e que na verdade o nome se refere apenas à escassez de vida naquela parte tão árida do deserto.

Bem, seja lá qual for a versão real, o nome não é lá dos mais convidativos, mas a paisagem é incrível.

As sombras do Vale da Morte são bem enigmáticas.

O Vale da Morte fica no caminho para o Vale da Lua. Tem terreno montanhoso e arenoso. Como o vento sopra constantemente, desenhos e esculturas naturais se formam no solo. Capriche no filtro solar porque o chapéu não vai ficar por muito tempo na sua cabeça. E, use sempre óculos escuros.

Duna de areia no Vale da Morte

O contraste das dunas com as montanhas dá um toque especial ao Vale da Morte.

Cânions, dunas e precipícios moldam o cenário durante a caminhada. Mas, a parte mais divertida é a descida pela enorme duna. (Aliás, essa foi a única duna de areia que vi por lá. Engana-se quem pensa que o deserto é formado apenas por areia. O Atacama não é. A paisagem é dominada por pedras vulcânicas e o solo, muitas vezes, é coberto por uma fina camada de sal).

Seguindo a guia para iniciar a descida da duna no Vale da Morte.

Diversão garantida!

E, no final das descida, pausa para tirar a areia dos tênis e um descanso na paz do Atacama.

Dá para descer a pé pelas dunas ou fazer sandboard. Prepare-se para encher os tênis de areia e acabar o passeio com as meias em estado calamitoso. Mas, é tão divertido que vale a pena mesmo que você tenha que deixar os sapatos por lá no final de uma semana de tão detonados. Isso foi o que aconteceu comigo. Deixei os tênis por lá mesmo.

Desenhos esculpidos pelo vento no Vale da Morte

Do alto do Vale da Morte a vista é belíssima. O Atacama é repleto de vulcões. Existem mais de 30 na região conhecida como El cinturón de fuego de los Andes. Alguns ainda ativos. Outros adormecidos. O Láscar expele fumarolas de gás sulfúrico constantemente. É o mais temido. Mas, dá para fazer uma caminhada até seu cume. O vulcão mais bonito e imponente é o Licancabur. Tem quase 6 mil metros de altitude e seu desenho cônico faz com que seja reconhecido de qualquer parte. Ele parece pertinho de San Pedro de Atacama. O deserto tem o poder de fazer com que as distâncias tenham outras referências. Na verdade, ele faz fronteira com a Bolívia. Atrás dele começa a aventura para quem vai fazer a travessia do Salar de Uyuni.

O Vulcão Licancabur é o mais majestoso da Cordilheira dos Andes.

Depois de descer a duna do Vale da Morte uma boa ideia é ir até o Vale da Lua, que é bem pertinho, para curtir o por do sol.

 Momento mágico no Atacama, o por do sol!

O sol se põe tarde no verão, ao redor das 20:00 horas. Então, é hora de jantar e dormir cedo para aproveitar bem o dia seguinte.

O próximo post será sobre as Lagunas Chaxa, Ojos de Cenotes, Laguna Tebinquiche, Laguna Cejar, Salar de Atacama e vilarejo de Toconao. Programação de um dia inteiro também com pequeno nível de dificuldade.

Leia também os posts anteriores:

Espero vocês!

Compartilhe:

COMENTÁRIOS

  1. Oi Claudia, meu nome é Daffny e eu estou simplesmente apaixonada pelo seu blog e todas as suas viagens!
    Viajo em Fevereiro pra California, a trabalho.. Mas tenho a MAIOR vontade de viajar o mundo todo, só comecei a pensar nisso agora!
    Você tem algum e-mail?
    Um beijão!

    ResponderExcluir
  2. Fantástico! Adorei o post e as fotos que estão realmente muito bonitas. Beijnhos.

    P.S- gosto muito da maneira como vc escreve (conciso e direto).

    www.viajarso.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Daffny,

    A Califórnia é linda. Você vai adorar! Tenho certeza.

    Viajar é um vício bom. Nossos horizontes se abrem e o mundo ganha outra dimensão. Se você tem vontade, simplesmente vá!

    Meu e-mail é claudiafono@globo.com

    Bj

    ResponderExcluir
  4. Marta,

    Muito obrigada. Fico feliz. Ainda não conheço seu blog. Vou retribuir sua visita hoje mesmo.

    Bj

    ResponderExcluir
  5. Que viagem Claudia!!!
    Sempre tive o sonho de conhecer o Atacama, parece um lugar mágico!
    Ano passado estive na Bolívia e no Vale da Lua, perto de La Paz, que é incrível! Mas quando for ao deserto de Atacama, quero fazer o trajeto de bicicleta, deve ser demais!!!!!
    Beijinhos

    Bia

    ResponderExcluir
  6. Bia,

    Tenho certeza de que essa viagem iria te deixar feliz. A natureza é muito abençoada no Atacama.

    Bicicleta é um ótimo meio de transporte para acessar os lugares mais próximos. Eu tenho a pele muito branca e pedalar por muito tempo no sol não é boa ideia, no meu caso. Por isso, eu só andava de bicicleta no final do dia. Mas, muitas pessoas iam bem longe de bike.

    Não sabia que na Bolívia também tem um Vale da Lua. Mesmo nome. Que curioso.

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Boa tarde Cláudia! Tudo bem?

    A B4T passa a atender, a partir de janeiro de 2014, um novo cliente especificamente para estreitar a relação com blogueiros! Trata-se das companhias aéreas Air France e KLM.

    Eu serei o interlocutor entre as companhias e os blogueiros e estão programadas diversas atividades bacanas para o ano para as quais os convidaremos.

    E gostaria de incluí-la em nosso mailing. Para tanto, você poderia encaminhar as infos abaixo para meu e-mail?

    Nome:

    Veículo:

    E-mail:

    Fones:

    Endereço:


    Um abraço e boas festas!


    Marcelo Pria
    marcelo@b4t.com.br
    www.b4t.com.br

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário. Obrigada!