12 março 2010

ILHÉUS, TERRA DE JORGE AMADO


Por Claudia Liechavicius

Foi dos ares, das águas e de todos os cantos de Ilheús que brotou a fonte de inspiração para os romances de Jorge Amado. A cidade que fica 400 quilômetros ao sul de Salvador, na Bahia, ainda guarda viva a ambientação dos contos de seu filho ilustre. Parece que a qualquer instante "Gabriela, cravo e canela" vai surgir pelas ruas da cidade ou quem sabe um dos "Capitães de Areia" vindo das bandas da capital para tirar o sossego dos ilhéus.
.
Que terra fértil! Em muitos sentidos. Afinal, teve seu apogeu no século XVIII por conta do sucesso dos coronéis. Floresceu com as plantações de cacau e ainda por cima conta com a benção da mãe natureza. Extensas praias de areia branca e águas mornas servem como moldura para seu principal personagem: a literatura.

Então, siga os passos de Jorge Amado. Sente-se ao lado dele no Bar Vesúvio de propriedade de "Nacib" e sinta-se parte da história. Ali os coronéis do cacau costumavam se reunir para esperar por suas mulheres que rezavam na missa. É bem verdade que muitas vezes eles davam uma escapadinha para se divertir no Bataclan com as meninas de "Maria Machadão". A casa noturna e bordel que também funcionava como cassino tinha uma porta de conexão direta com o bar. Assim sendo, no mesmo quarteirão, ao redor da Praça Dom Eduardo havia os prazeres da boa mesa (Bar Vesúvio), do espírito (Catedral de São Sebastião) e da carne (Cabaré Bataclan).

O Bar Vesúvio continua sendo um dos lugares mais frequentados da cidade desde sua fundação na primeira década do século XX. Jorge Amado tem cadeira cativa no bar e no coração da cidade.

A Catedral de São Sebastião dedicada a um dos padroeiros da cidade fica bem em frente ao Bar Vesúvio. Construída em estilo neoclássico com colunas gregas, abóbada romana e vitrais que representam importantes passagens bíblicas. Sua pintura em tons suaves entra em perfeita harmonia com o colorido cenográfico da cidade.
.
A Catedral de São Sebastião foi construída em 1930. É um dos pontos altos da cidade. 

Tudo fica pertinho. Afinal, a cidade é pequena e o centro compreende relativamente poucas ruas. Andando mais alguns passos passa-se pelo Teatro Municipal e logo se chega a Casa de Cultura Jorge Amado que fica na Rua Jorge Amado, 21. Foi ali que o escritor viveu sua infância e muitos objetos pertencentes a ele ainda podem ser vistos.
.
 
Em frente ao Teatro Municipal um grupo de capoeiristas costuma se reunir para entreter os turistas. Eles são muito chatos e ficam pedindo contribuição financeira o tempo todo. Não dê ouvidos e continue sua caminhada até chegar a casa onde Jorge Amado viveu parte de sua vida e foi transformada na Casa de Cultura Jorge Amado.

Ao lado da Casa de Cultura Jorge Amado fica a Casa dos Artistas - palco de eventos culturais mantido pelo Teatro Popular de Ilhéus.
.
Andando algumas ruas para dentro chega-se ao Mercado de Artesanato. Colorido não falta nos seus corredores. São tantas bonecas, cestas e objetos de decoração que não vai faltar opção para levar aquela lembrancinha da viagem. Muitas "Gabrielas" se debruçam sobre os balcões para seduzir os consumidores. E quando a sede bater é hora da pausa para tomar uma bela água de coco ou quem sabe um suco de frutas exóticas.
.
O Mercado de Artesanto tem 80 boxes que vendem uma grande variedade de produtos regionais.
.
A cidade é pequena. Uma típica cidade do interior da Bahia com ruas tranquilas e muitas frutas exóticas sendo vendidas nas esquinas.
.
Outra igreja que vale uma visita é a São Jorge de Ilhéus. Foi construída na segunda década do século XVIII em estilo barroco colonial. Abriga um museu de arte sacra com peças do século XVI ao XIX.
.
A Igreja Matriz São Jorge de Ilhéus é um pequeno tesouro da terra.

Praias não faltam. A mais central é a Praia da Avenida. A seguir vem a Praia do Cristo que é procurada para a prática de windsurf e tem uma réplica do Cristo Redentor carioca em versão reduzida. Andando mais 7 quilômetros vem a Praia dos Milionários que ganhou esse nome por influência dos coronéis do cacau que construíram suas mansões nesse local. É uma praia extensa, cheia de coqueiros, barracas e quiosques. Para quem quer sossego, não é o ideal. Já, a Praia de Olivença abriga uma estância hidromineral e fica mais distante um pouco. É preciso andar em torno de 20 quilômetros para ter acesso as águas ferruginosas ricas em iodo, magnésio e bicarbonato.
.
A Praia da Avenida é a mais central de Ilhéus. 


O QUE VER EM ILHÉUS
  • Catedral de São Sebastião
  • Bar Vesúvio
  • Igreja Nossa Senhora de Lurdes
  • Teatro Municipal
  • Bataclan
  • Casa de Cultura Jorge Amado
  • Palácio Paranaguá
  • Casa dos Artistas
  • Igreja Museu de São Jorge
  • Casa de Tonico Bastos
  • Casa do Coronel Misael Tavares
  • Mercado de Artesanato
PARA OBTER MAIS INFORMAÇÕES

20 comentários:

deisoca disse...

Eita! Estou até sentindo o cheirinho do acarajé!rsrs

Margarida Nobre disse...

Claudia

Já estou a fazer uma listinha "Especial Brasil"!!Já tenho Búzios,Gramado,Ouro Preto,Diamantina e agora Ilhéus!Além dessas cidades mais pequenas também tenho Curitiba e Florianópolis...porque Rio,São Paulo,Salvador e Recife eu já conheço...não há caderninho que aguente...rsrsrs

Beijinhos

Ps:Em Salvador também visitámos a Fundação Casa de Jorge Amado no Pelourinho...acho que o meu marido já leu quase todos os livros do Jorge amado...hehe

Claudia Liechavicius disse...

Pois é Deisoca a comida baiana é tudo de bom!!!

Claudia Liechavicius disse...

Uau, Margarida!!!! Que roteiro extenso, hein???? Você vai precisar de dois meses para conhecer isso tudo. E ainda falta muito mais.....
Amazônia, Foz do Iguaçu, Fernando de Noronha, Pantanal, Bonito,Lençóis Maranhenses, Fortaleza e por aí vai!
Vou te ajudar a montar esse roteiro!
Bj
Claudia

Fê Costta disse...

Ei Claudia!!

Menina, eu não gostei de Ilhéus... Logo que cheguei não entendí de onde Jorge Amado tirou "tanta beleza"! rsrs

No dia que estive lá (foi uma parada do cruzeiro), também encontrei este homem do chapelão na praça principal.

E Dubai, qdo vc vem?? Vamos encontrar, hein?! :)

Bjo grande!

Claudia Liechavicius disse...

Oi Fê!
Você tem razão. Ilhéus não tem muito encanto a não ser as pegadas de Jorge Amado. É uma cidade para ser explorada em um dia e pronto. A Bahia tem outros cantinhos bem mais interessantes.
Quanto a Dubai chego dia 24 e fico até 30 de abril. Me manda um e-mail com teu contato para podermos nos encontrar. O meu é claudiafono@globo.com
Bj
Claudia

Vagamundos disse...

Uma terra muito colorida. A catedral pareceu-nos muito bonita!
Bjs

Yoyo Pizy disse...

Passei em Ilhéus há 7 anos, em uma viagem que fiz de carro de São Paulo à Bahia. Pena que não deu para ver tudo que você mostrou aqui, mas seu post me animou a fazer uma viagem exclusivamente para Ilhéus.
Bjo

Claudia Liechavicius disse...

Yoyo
Ilhéus é uma cidade quase cenográfica. É interessante pelo ângulo da literatura, mas é pequena e eu diria que em dois dias pode ser muito bem explorada. O ideal é conjugar com outro lugar como Itacaré, Prado, Cumuruxatiba ou até mesmo Salvador.
Um beijo
Claudia

Claudia Liechavicius disse...

Oi casal,
Na verdade Ilhéus tem três igrejas interessantes. Cada uma no seu estilo. É uma cidade bem interessante, mas para uma passada breve.
Bjs
Claudia

KINHA disse...

Olá

Parabéns, seu blog é sensacinal.Seu blog é uma viagem, por isso estou te seguindo.Espero sua visita.

Beijo

Yoyo Pizy disse...

Pretendo ir à Itacaré(meu marido é louco por praia, como todo bom paulistano...Rs)e quando eu for, apreveito para dar um "pulinho"(de 2 dias) em Ilhéus

Viagem Afora disse...

Claudia as fotos estão lindas !! Mas Ilhéus... não gostamos muito não, já estivemos lá 2 vezes para ir para Barra Grande de Camamu e não encontramos encantos lá !!
Bjs

Claudia Liechavicius disse...

É verdade.
Ilhéus não merece uma visita exclusiva. Mas, para quem estiver por ali vale conhecer em uma parada breve.
Bj

Naturedigital disse...

Beautiful pictures of the world..
Costas

Pedro Serra disse...

Você disse que Ilhéus não tem muito encanto e merece uma passada breve... mas pelas fotos e seu texto (do qual eu gostei bastante) deu até vontade de ir. Não conhecia esse cantinho aqui... já coloquei nos links do meu blog.

abs

Luisa disse...

Oi Claudia,
Eu fui parar em Ilheus uma vez, pq meu voo pra Salvador tinha sido cancelado.
Nao sei se era o meu mau humor por causa da mudança de planos com o voo, mas tinha achado Ilheus bem sem graça...
Agora com essas suas fotos e sua descriçao, fiquei com vontade de voltar para mudar (ou nao) as minhas impressoes da cidade.
Bjs

Claudia Liechavicius disse...

Uau!
Fico feliz em ter escrito um texto capaz de despertar a curiosidade sobre a terra de Jorge Amado!!!!

Pedro, obrigada pela visita. Já tentei retribuir, mas seu blog não entrou.

Luisa, numa próxima ida à Salvador não é má idéia ir até Itacaré e de quebra dar um pulinho novamente em Ilhéus.

Bjs

Luffi disse...

Que fotos magnificas que trazem há realidade a cidade de Ilhéus que só imaginava nos livros de Amado ou na reposição de Gabriela. Ficou uma vontade enorme de conhecer a cidade e todo um Brasil que adoro

Claudia Liechavicius disse...

Luffi,

Ilhéus é pequenina e cheia de história. Uma visita rápida da conta da cidade, mas as praias nos arredores são lindas e valem uma parada com calma. Conjugar com Salvador é ótimo!

Bj

Claudia

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...