INNSBRUCK EMOLDURADA PELOS ALPES AUSTRÍACOS

Por Claudia Liechavicius

Innsbruck, pequenina cidade austríaca, capital do estado do Tirol. Charmosa. É atravessada pelo gelado rio Inn, fonte de inspiração de seu nome, em alemão "Ponte do Rio Inn". Convidativa. Aconchegada nos Alpes entre montanhas imponentes: Nordkette ao norte (com 2334 m), Patscherkofel (2246 m) e Nockspitze (com 2403 m) ao sul. No inverno, os termômetros acenam com temperaturas muito abaixo de zero grau. Mas, é aí que está o segredo desse centro de esportes de inverno que já sediou duas olimpíadas de inverno, em 1964 e 1976. E, agora está recebendo em torno de 1000 adolescentes, que competem na primeira edição dos Jogos Olímpicos de Inverno da Juventude.


Nada melhor do que tomar um solzinho na montanha a 2300 metros de altitude, em Nordkette.

A ordem é acordar cedo e rumar para as montanhas. Afinal, no inverno os dias são curtos e para aproveitar melhor o astral dessa estação toda pintada de branco, nada como acordar com os primeiros raios de sol para esquiar, fazer snowboard ou simplesmente curtir as montanhas bebericando um chocolate quente ou um vinho na companhia de amigos. No final da tarde é hora de passear pelas ruas estreitas da pequena Innsbruck, com seu antigo calçamento de pedras e belos prédios com fachadas barrocas e góticas que merecem muita atenção por sua delicadeza.

A rua Herzog Friedrich é a mais charmosa de Innsbruck. 

PELO CENTRO HISTÓRICO

As ruas da parte antiga da cidade não poderiam ser mais encantadoras. Para onde quer que se olhe há uma fachada mais simpática do que a outra. Os detalhes são incríveis. Mas, o grande símbolo da cidade é o Telhadinho de Ouro. Ele foi construído em 1420, por Frederick IV para abrigar os soberanos tiroleses e também foi a residência do Imperador Maximiliano I. Esse imperador foi um nome muito forte na história do Tirol. Ele transformou Innsbruck numa capital imperial e assim, a cidade ganhou destaque como grande centro de política e cultura europeia naquela época. Mais tarde, durante as duas Guerras Mundiais a Áustria sofreu bastante. Pertenceu ao império Áustro-Húngaro que desmoronou durante a Primeira Guerra e mais tarde foi anexada pela Alemanha Nazista, durante a Segunda Guerra. Afinal, dizem que Hitler era austríaco, mas há controvérsias. Hoje, a Áustria tem uma população de quase 9 milhões de habitantes e é um dos países mais ricos do mundo.

O Telhadinho de Ouro se destaca encravado no meio de uma construção mais moderna, na principal rua do centro histórico de Innsbruck. Seus afrescos merecem atenção. 

A casa atualmente abriga um museu com peças da época do Imperador Maximiliano. 
Ao fundo a beleza dos Alpes cobertos de neve.

Andando mais alguns metros está a Torre da Cidade "Staditturm" (que pode ser vista na foto acima). Ela também foi construída no século XV e tem uma escadaria de 150 degraus que merece ser desbravada, pois a vista que se tem da cidade lá de cima é imperdível. 


Foto noturna da Torre.



No inverno a Torre fica aberta à visitação das 10 da manhã às 5 da tarde. A vista é linda.

Em frente à Torre fica a Helblinghaus, a Casa Helbling, com a fachada gótica mais trabalhada da rua. Também data do século XV. Alguns anos mais tarde, a casa ganhou mais alguns afrescos em estuco barroco. Agora funciona como um estabelecimento comercial. 


Não se constranja de ficar horas olhando a Casa Helbling embevecido. 

Outras duas casas que valem a visita são o Ottoburg, onde funciona atualmente um bom restaurante e o Goldener Adler, hotel e restaurante. Os dois prédios ficam um em frente ao outro e datam do século XV. São lindos e os restaurantes merecem um jantar ao estilo austríaco tradicional, com direito a sopas variadas, Schinitzel, Apfelstrudel e vinhos da região.

Andando mais uma quadra se chega a Catedral de St James que foi construída em estilo gótico e mais tarde reformada e convertida ao estilo barroco. Muitas outras igrejas também podem ser visitadas. A cidade é cheia de igrejinhas lindas: Hofkirche, Jesuitenkirche, Stiftskirche e por aí vai...



A visão que se tem das cúpulas da Catedral é mais bonita quando se sobe na Torre da Cidade. 

E, já que estamos falando da Áustria, é claro que não poderia faltar um grande teatro para apresentações musicais. Afinal, muitos dos famosos compositores eruditos do mundo são austríacos: Wolfgang Amadeus Mozart, Franz Schubert, Anton Bruckner, Gustav Mahler, a família Strauss, Arnold Schönberg, Anton Webern.... E, além dos nativos, muitos outros nomes importantes da música foram atraídos para o país como Beethoven e Brahms. Na música popular, o ritmo mais tradicional da Áustria é a valsa. Para assistir algum espetáculo vá ao Landestheater.

O Teatro da Província oferece boa programação de peças, óperas e espetáculos de dança. 

MUSEUS DE INNSBRUCK

E os museus? São muitos. Tem o Museu do Telhado Dourado, o Museu da Cidade, o Museu de Arte Tirolesa, o Museu Ferdinandeum, o Museu do Arsenal, o Museu Alpino, o de Arqueologia Clássica, o Museu do Sino, o Museu dos Trens do Tirol... Mas, o mais interessante é o Museu de Cristal Swarovski.

O museu é um misto de total contemporaneidade com um toque de excentricidade que dá um ar brega-chic. É imperdível. São 14 salas escuras, com iluminação suave e obras inspiradas em artistas como Andy Warhol, Brian Eno, Keith Haring e Niki de Saint Phalle. Todas as salas mostram o poder do cristal. O museu fica a 15 quilômetros do centro de Innsbruck, em Wattens. Para chegar lá tem um ônibus que parte da Estação Central a cada duas horas, das 9 as 5 hs. O ingresso custa 9,50 euros por pessoa. Mas, se você comprar alguma coisa na loja com preço superior a 8 euros tem um abatimento de 2 euros no valor da entrada. Para mais informações www.swarovski.com/kristallwelten

Entrada imponente do Swarovski Kristallwelten.

Aqui uma pequena demonstração do que chamei de brega-chic.

Essa água-viva gigante é uma das obras mais impactantes do museu. Parecem ser várias peças, mas é apenas uma, numa sala toda espelhada e que muda de cor o tempo todo com a iluminação. 

AS MONTANHAS

A cidade é perfeita para quem gosta de esquiar. Fica no fundo de um vale cercado pelos Alpes por todos os lados. O acesso às montanhas é muito simples. Dá para sair do hotel com as botas de esqui nos pés, tomar o trenzinho e subir direto a 2300 metros de altitude tanto em Patscherkofel como em Nordekette. Fácil. Fácil. Mas, tem muitos outros pontos para esquiar. Neve para eles é como praia para a gente.

Patscherkofel é a montanha com melhor infra-estrutura. É  o local das competições dos Jogos Olímpicos da Juventude 2012 e onde foram os Jogos Olímpicos de Inverno de 1964 e 1976. Para chegar lá tem um trenzinho que parte do centro da cidade até IGLS (trajeto de menos de 10 minutos) e de lá tem um bondinho que vai até o pico da montanha. Também dá para subir de carro até IGLS, estacionar e subir no cabble car. O visual do topo da montanha é incrível! 

A caminho de IGLS essa é a paisagem. Maravilhosa.

O Bergisel Stadium (lá no topo da montanha, à esquerda da foto) que também pode ser visto a caminho de IGLS.

O Bergiesel Stadium parece um disco voador pousado no alto da montanha. Mas, é uma pista de ski jump que foi construída em 1925. Mais tarde, foi renovada duas outras vezes por conta dos Jogos Olímpicos de Inverno de 1964 e 1976. A estrutura foi redesenhada pelo arquiteto inglês Zaha Hadid e chama atenção de longe com seu design moderno, no pico da montanha. No mínimo, memorável.

O vilarejo de IGLS é bem pequeno, simpático e branquinho de neve.

Para ir de IGLS até as pistas de esqui basta subir de bondinho. 

Quando bater a fome é só entrar no SCHUTZHAUS, restaurante localizado no ponto mais alto de Patscherkofel. O restaurante na verdade não é um espetáculo, mas a vista justifica um almoço por ali com certeza. Telefone: 0512-377196.

Vista do restaurante Schutzhaus.


Nordekette. Esta foi a montanha que mais me encantou. Em primeiro lugar por ser muito perto, quase dentro dacidade e com acesso facílimo a partir do centro da cidade. E depois, porque ao chegar lá em cima, num dia de céu azul, se tem uma visão pra lá de privilegiada. É bonito demais. Se vê toda a cidade de Innsbruck no fundo do vale e um cordão de montanhas brancas cobertas de neve à frente. 

Além de lindo é um ponto fantástico para quem gosta de esportes de inverno.

Para chegar em Nordekette é preciso tomar o trem na estação do Congresso e ir até a estação de Hungerburg (cinco minutos de trajeto). Do hotel onde estava hospedada era uma caminhada de uma quadra pela beira do rio Inn. O trajeto a pé já é inspirador.

Com um cenário como esse, às margens do rio Inn, dá até vontade de caminhar sob um friozinho de -8 graus. A verdade é que com a roupa certa o frio fica sob controle.

Em cinco minutos o trem chega a estação de Hungerburg e de lá o funicular vai até o topo da montanha em mais ou menos 10 minutos.

Uau!!!! Espetacular!!! 

COISAS DA TERRA

Bonequinhas tirolesas.

Fiambres.

Sonhos recheados e a tradicional torta "Sacher", feita na cidade desde 1830.


RESTAURANTES EM INNSBRUCK

Goldener Adler. O restaurante fica dentro do hotel de mesmo nome, muito antigo, construído em 1390, que já hospedou muitos nomes importantes. Agora funciona com a bandeira Best Western (a cidade não tem hotéis muito bons). A cozinha é austríaca. Destaque para as sopas, que são ótima pedida no inverno, e para o tradicional Schinitzel - bife a milanesa servido com salada de batata. Fica na principal rua de pedestres da cidade, a Herzog-Friedrich Strass 6. Telefone para reservas: 0512-571111

Ottoburg. Num ponto bem central de Innsbruck, o restaurante fica numa casa muito antiga e simpática, exatamente em frente ao restaurante acima. O atendimento é muito amistoso. Destaque para o goulash, para a sopa de batata e para o apfelstrudel quente com creme de baunilha. Endereço: Herzog-Friedrich Strass, 1. Telefne: 0512-565685

Europa Stüberl. O restaurante fica bem em frente a estação férrea, no hotel Europa. Tem menu degustação de 5 e 7 pratos. Mas, gostei muito dos pratos típicos do país, especialmente "Schlutzkrapfen" que é um ravioli de espinafre; "Tiroler Groöstl" feito com carne, bacon e batatas servido em uma panelinha de cobre com um ovo frito em cima; "Tafelspitz" carne cozida acompanhada com creme de espinafre e batatas; e do tradicional "Wiener Schnitzel"que é aquele bife gigantesco a milanesa que durante uma viagem podemos comer sem culpa. Endereço: Brixner Strass, 6. Telefone: 0512- 587800

Lichtblick. Restaurante super moderno tanto na decoração como no menu. Serve cozinha internacional contemporânea. Fica no sétimo andar do shopping Rathaus, na rua Maria-Theresienstrasse, 18. Tem uma vista linda da cidade. É todo envidraçado. E, no mesmo andar tem o bar 360 do mesmo grupo. www.restaurant-lichtblick.at Telefone: 0512-566550

Schöneck. Restaurante com estrelas Michelin. Excelente. Fica na Weiherburggasse, 6. Telefone: 0512-272728

Café Sacher. Serve tanto almoço como chá da tarde. Vale experimentar a tradicional torta de chocolate "Sacher" famosa na cidade. Vou confessar que não morri de amores, mas é claro que experimentei.

Amorino. É um lugar bem pequeno e simpático. Ótimo para entrar na hora em que o frio apertar para se deliciar com um chocolate quente. Também tem bons sanduíches. Fica na rua principal do centro histórico Herzog Friedrich Strass 10.

INDICAÇÃO DE HOTÉIS

The Penz Hotel Boutique (charmoso e bem localizado)
Hilton (grande e um pouquinho afastado do centro)
Hotel Innsbruck (bem simples mas muito bem localizado)
WeissesKreuz (pensão bem localizada e simpática)

CLIMA

No inverno faz muito frio. A temperatura costuma ficar entre de -3 e -8 graus de dezembro a fevereiro. Mas, estamos falando de uma cidade localizada no meio dos Alpes. Não tem como ser quente no inverno. Em junho, julho e agosto a temperatura pode chegar a 30 graus - o que não é muito comum, pois costuma ser agradável no verão.

TEMPORADA DE ESQUI

Innsbruck tem 130 quilômetros de estações de esqui distribuídas em seis áreas que contam com 59 teleféricos. É considerada uma das capitais mundiais dos esportes de inverno. A temporada vai de dezembro a março. 

MAPA DA ÁUSTRIA

A Áustria faz fronteira com nada mais nada menos do que 8 países: Alemanha, República Tcheca, Eslováquia, Hungria, Eslovênia, Itália, Suiça e Liechtenstein. É pouco?


Quantos vizinhos ilustres!

Com tempo há muito que explorar pela região.


Compartilhe:

COMENTÁRIOS

  1. Claudia

    Eu ADORO a neve,as montanhas e esse céu azul incrível brilhando quase sempre!!!!
    Nunca,mas nunca mesmo,sinto frio... porque o sol aquece a alma e a roupa quentinha aquece todo o resto...hehehe
    A Austria é um país encantador...não há lugar nenhum que não seja lindo!
    O post está fantástico,vc está linda e chic com os modelitos de Inverno...hehe... e as fotos magníficas!
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Cláudia, estou mais apaixonada para ir a Innsbruck depois deste post! Que fotos lindaaaaas!!! Parabéns!! Amei!

    ResponderExcluir
  3. Claúdia, que maravilha de cidade. Adorei essas paisagens, que lugar encantador. As casas todas tão bem conservadas, de cores alegres, e a Casa Helbling, fiquei de boca aberta, Linda! Não sou muito chegada aos esportes de inverno, mas com certeza adoraria conhecer esse paraiso. Parabéns pelas fotos , belissimas.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Claudia

    Que legal que também tem a edição de Inverno dos Jogos mundiais da Juventude.. Innsbruck e linda e o post esta lindo e compltetissimo..

    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Oi Margarida,
    Eu sei o quanto você gosta de neve. Sua montanha é bem pertinho dali de onde fiquei.
    Com um sol lindo como peguei realmente nem dá para sentir frio, o cenário e as cores ficam tão bonitos que a gente esquece da temperatura. rsrsrs
    Eu já tinha estado em Innsbruck no verão. Gostei mais no inverno. A Áustria combina muito com frio. A comida, os vinhos, os doces, os Alpes...Tudo!
    Tive uma semaninha deliciosa!!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Carol,
    Com um céu azul como esse as fotos não tem como ficar mais ou menos. hehehe. Elas ficam lindas mesmo. Tudo culpa do sol.
    Bj
    Claudia

    ResponderExcluir
  7. Cris,
    As fachadas dos prédios são espetaculares e muito bem conservadas. É preciso andar sem pressa e com olhos de observar. Eu fico doida olhando para tudo. Adoro esses detalhes.
    Bj
    Claudia

    ResponderExcluir
  8. Oscar,
    Essa foi a primeira edição dos Jogos Olímpicos da Juventude de Inverno. O último de verão foi na sua ex-cidade-país Singapura.
    Innsbruck é linda. Não é uma cidade só para passar algumas horas. É para curtir sem pressa e descobrir aos poucos seus encantos.
    Beijo
    Claudia

    ResponderExcluir
  9. Claudia
    Lindo post!
    Como sempre voce nos deixa com água na boca para pegar o 1o avião e chegar no seu destino.
    Obrigado
    abs
    VS

    ResponderExcluir
  10. VS,
    Os Alpes valem mesmo uma viagem.
    Abraço
    Claudia

    ResponderExcluir
  11. Claudia,
    eu e meu marido estamos aqui babando com essas fotos. Q coisa maravilhosa. Considere-se uma privilegiada por conhecer lugar tao lindo assim!
    Bjs
    Ana Paula

    ResponderExcluir
  12. É verdade, Ana Paula.
    Innsbruck é uma cidade encantadora. Aliás, toda a Áustria é incrível.
    Um beijo
    Claudia

    ResponderExcluir
  13. Que delicia, vontade de fazer as malas agora e correr prai.
    Bjs,
    Gabi

    ResponderExcluir
  14. Claudia, parabéns pelo texto, está perfeito !!!! Vai inspirar muitos apreciadores de neve a percorrer esse caminho !!

    bjs

    ResponderExcluir
  15. Eu não - estava em Innsbruck. Não é longe. Suas fotos me aproximei da cidade. Bela série de fotos. Um blog interessante. Peter.

    ResponderExcluir
  16. Vivian.
    Senti que neve não é teu estilo de viagem preferido. Acho que você é mais verão. Acertei?
    Beijos
    Claudia

    ResponderExcluir
  17. Ei Claudia, você está mesmo numa cidade de contos de fadas!!!!
    Confesso que também ficaria de boca aberta um bom tempo olhando a Casa Helbling, que lindo!!!
    Aliás, as fotos todas estão fantásticas, parabéns!
    beijinhos
    Bia
    www.biaviagemambiental.blogspot.com

    ResponderExcluir
  18. Obrigada, Bia.
    Innsbruck é uma cidade que vale uma semana ou até mais. É linda e cheia de coisas para se ver nos arredores.
    Um beijo
    Claudia

    ResponderExcluir
  19. Claudia, que viagem deliciosa e cada foto de tirar o fôlego hein? Amei seu post!
    Beijos :o)

    ResponderExcluir
  20. Carol
    Aproveitei muito a Áustria. Adoro viagens de inverno para fugir do verão carioca. Uns dias de neve fazem muito bem à alma (mas só uns dias...).
    Bjs
    Claudia

    ResponderExcluir
  21. Lindo ! lindo ! lindo !
    Tuas viagens nos fazem sonhar !
    Bjs
    MT

    ResponderExcluir
  22. Claudia:
    Adorei as fotos. Rever a Áustria é sempre um deleite, mais ainda no inverno, pois aqui em POA estou sofrendo um verão de 38C - o fim !!!!


    Bjos

    Ana

    ResponderExcluir
  23. Maria Tereza,
    Sonhar é bom demais! Já estou sonhando com a próxima!!! rsrsrs
    Beijos
    Claudia

    ResponderExcluir
  24. Ana,
    Estive aí em dezembro e senti esse calor. Ufa! Que calor!!! Aqui no Rio também tem feito dias bem quentes. Por isso, é muito bom escolher um país geladinho para essa época.
    Voltei revigorada! Pronta para a próxima.
    Bj
    Claudia

    ResponderExcluir
  25. Está na hora desse site virar programa de televisão, está ficando bom demais!!!!!!!

    ResponderExcluir
  26. Vambora!!! Preciso apenas da sua assessoria.
    Beijossssssss

    ResponderExcluir
  27. Que delícia de post, Claudia! E que fotos sensacionais, mulher!!!! Fiquei babando!!!! Estive em Innsbruck em 2010 e ameeeei a cidade! Ficamos tão encantados com os Alpes que quase passamos o dia todo lá em cima, mas também amei as ruelas charmosas cheias de construções com muitos detalhes!!!! Um beijão!

    ResponderExcluir
  28. Katia,
    Essa é a segunda vez que vou à Innsbruck no inverno. A cidade é bem pequena, mas tem tanta coisa para se fazer nos arredores!!!! Fiquei uma semana e teria o que fazer se tivesse ficado um mês. rsrsrs. É perto de muitos lugares que quero conhecer.... Ah, claro, estou sempre pensando na próxima!!!
    Um super Beijo
    Claudia

    ResponderExcluir
  29. Maravilhosas fotos! Com este sol todo e este colorido, não dá para ter a sensação de frio!!rs
    Claudinha, tem um concurso lá no blog . Bora participar?
    Um beijão e te espero por lá!

    Flávia
    Ateliê da Caiê

    ResponderExcluir
  30. Oi Flavinha!
    Vou lá agora mesmo.
    Beijo
    Claudia

    ResponderExcluir
  31. Oi, Cláudia! Tudo bem?

    Seu post foi selecionado para a #Viajosfera, do Viaje na Viagem.

    Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

    Até mais,
    Bóia Paulista

    ResponderExcluir
  32. Parabéns, me senti de volta em Innsbruck! Bjs, Dani.

    ResponderExcluir
  33. Dani,
    Vamos programar a próxima... ou melhor, as próximas!!!!
    Bjs

    ResponderExcluir
  34. Olá!
    Cheguei aqui através do VnV e adorei o blog! Muito inspirador mesmo...

    Que vontade de conhecer Innsbruck depois dessas fotos.

    Bjs
    Patricia

    ResponderExcluir
  35. Patrícia,
    Seja muito bem-vinda e volte sempre.

    ResponderExcluir
  36. Não conhecia seu blog.Parabéns !!! Belíssimo post, bem explicativo e com fotos "profissionais".Claudia, estarei em Innsbruck em 30 de abril próximo. Ouvi falar que nas estações de esqui tem neve o ano todo. Tenho pouco tempo, devo chegar às 11 horas da manhã e só dormirei. Pergunto: qual das duas estações você recomenda? Eu pensei na Patscherkofel pois imaginei um almoço no restaurante de lá, não pela comida, naturalmente, mas pela vista. Pelo pouco tempo que disponho, qual você recomenda? Ps: não pretendo esquiar.

    ResponderExcluir
  37. As duas estaações tem acesso fácil, tanto a de Patscherkofel (15 minutos do centro) como Nordekette (5 minutos do centro). Mas, a infra-estrutura de Patscherkofel é bem melhor, tendo em vista que é um local que já recebeu Jogos Olímpicos. Quanto a restaurantes, as duas têm.
    Qualquer opção é bom negócio, seno que conhecer as duas é melhor ainda.
    Boa viagem.
    Claudia

    ResponderExcluir
  38. Os alpes de Insbruck são tão lindos quanto os Suiços?

    ResponderExcluir
  39. Oi Claudia, tudo bem? Pois é, estou aqui de volta pra pedir mais uma vez sua ajuda. Estou organizando minha viagem ao Leste Europeu em Outubro e queria saber se em uma tarde conheço o básico de Innsbruck, com direito a uma subidinha na montanha ou se preciso de pelo menos o dia todo. Estava pensando em sair de Fussen logo após o almoço, de carro, e ir pra Innsbruck. Dormir por lá e no dia seguinte seguir pra Munique. O que vc acha? Bjs e obrigada desde já

    ResponderExcluir
  40. Carol,
    A cidade é realmente bem pequena. Tudo de melhor se concentra basicamente em uma rua principal. A montanha em outubro deve estar sem neve, apenas um pouquinho de neve eterna no topo dos Alpes. Então, se for aquele tipo "rapidinha" até dá! Mas, dormir uma noite para ver a cidade iluminada é perfeito.
    Beijo
    Claudia

    ResponderExcluir
  41. Melhor relato que li e melhores fotos que vi até hoje sobre Insbruck. Pensei em tirar da minha lista, mas depois deste post fiquei tentada... Em que mês vc esteve lá? Vale a pena somente visitar a estação de esqui e não praticar o esporte? Vou sozinha no mes de Dez/2013.

    Grata,

    Vaneza Narciso

    ResponderExcluir
  42. Melhor relato que li e fotos mais lindas que vi de Innsbruck.parabéns! planejo visitar esta cidade em dez/2013, vale a pena só visitar a estação de esqui e não praticar o esporte? vou sozinha.

    Grata,

    Vaneza Narciso

    ResponderExcluir
  43. Vaneza,

    Eu já estive lá no verão e no inverno. Essas fotos são do mês de janeiro de 2012. Em plena época de esqui. Em dezembro já estará frio e nevando. Vale a pena mesmo que você não esquie. As estações são de fácil acesso. Vale mesmo que seja para tomar um chocolate quente ou comer um Schinitzel no restautante.

    Boa viagem.

    ResponderExcluir
  44. Pretendo ir para Innsbruck no início de Abril, ainda está nevando?

    ResponderExcluir
  45. Nina,

    Em abril a neve já se foi. O tempo estará agradável com certeza.

    Boa viagem.

    ResponderExcluir
  46. O blog é excelente e as fotos estão lindas. Vou em julho. Como é a temperatura neste época?

    ResponderExcluir
  47. Cláudia!!!

    Parabéns pelo seu blog, estou adorandoo!!! Está me ajudando muito a montar o meu roteiro para a Europa. Insnsbruk é encantadora, com certeza será uma das cidades que irei visitar.

    Bjos

    ResponderExcluir
  48. Neila,

    Innsbruck é um encanto. Você vai adorar.

    Bj e ótima viagem.

    ResponderExcluir
  49. Estou indo para Innsbruck agora em Setembro e só volto ao Brasil em Fevereiro.
    Meu alojamento fica perto do aeroporto, gostaria de saber quais dicas você pode me dar...

    Adorei seu blog mto explicadinho :)

    isa_magacho@hotmail.com

    ResponderExcluir
  50. Isabella,

    Innsbruck é uma cidade bem pequenina. Tudo fica relativamente, até o aeroporto (que também é mínimo). A regi!ao é toda linda. A cidade um charme. Para onde quer que se olhe tem uma montanha e logo depois da sua chegada vai começar a nevar e ficar mais bonito ainda. Quanto ao que fazer na cidade você encontra os detalhes no post. E por ali tem Viena e Salzburg que não dá para deixar de fora.
    Tenha uma ótima temporada austríaca.
    Bj

    ResponderExcluir
  51. Olá Cláudia!
    adorei o seu post!
    Vou fazer uma visita à Innsbruck em janeiro de 2014. Estou com medo do inverno. É possível comprar roupas próprias na cidade? São muito caras?

    Parabéns pelo post e pelas fotos!
    Beijos, Isabela.

    ResponderExcluir
  52. Isabela,

    Dá para comprar lá, ao chegar, sim. Mas, é preciso sair daqui já com alguma proteção para não passar frio na chegada. Levar um cachecol e gorro já ajuda. Gosto de comprar casacos e calças de neve quando viajo, pois aqui nem temos neve. Os preços são relativos. Tem de todo preço. Caro ou barato. Depende do que você quiser e puder comprar. Boa viagem.

    Bj

    Claudia

    ResponderExcluir
  53. Oi Claudia!!

    Estarei em Munique em duas semanas e pretendo passar um dia em Innsbruck, quais dicas você daria nesse caso, em que estarei um dia apenas na cidade??

    Obrigada!!!

    ResponderExcluir
  54. Natália,

    Innsbruck é uma cidade pequena. Dá para conhecer todo o centro (que tem praticamente duas ruas) em uma tarde. Se quiser, ainda sobra tempo para subir em uma montanha ou ir até o Museu Swarovski.

    As dicas estão no post.

    Boa viagem.

    ResponderExcluir
  55. Olá Claudia!
    Parabens pelo Blog. Fantastico!
    Qual o hotel que vc indica em Innsbruck?
    Vou com marido e filho de 11 anos em Janeiro de 2014.
    Sabe como chegar la apartir da holada? Melhor aviao ou trem?
    Obrigado!!
    Cristiane

    ResponderExcluir
  56. Cristiane,

    Melhor ir de avião. Quanto aos hotéis, depende do seu estilo: The Penz Hotel Boutique (charmoso e bem localizado), Hilton (grande e um pouquinho afastado do centro), Hotel Innsbruck (bem simples mas muito bem localizado), WeissesKreuz (pensão bem localizada e simpática).

    Façam uma ótima viagem.

    ResponderExcluir
  57. Olá!
    Adorei o post! Parabéns!
    Irei de Salzburg para Innsbruck em dezembro. Você sabe se compro passagem de trem antes? E por qual cia?
    E terei 2 dias inteiros na cidade, então pensei em ficar 1 dia na cidade + museu Swarovski (como vc aconselhou) e outro dia quero alugar equipamentos para esquiar. Em qual lugar você aconselha? Que tenha boa paisagem e infra pra alugarmos lá no topo.
    Obrigada

    ResponderExcluir
  58. Carol,

    Eu comprei na hora. Há vários trens disponíveis e em vários horários. Mas, se vc gosta de ter tudo organizado com antecedência, então vale a pena a compra antecipada.

    As estações de esqui são bem organizadas. Dá para alugar o equipamento na própria montanha e já sair esquiando. Qualquer uma delas é legal. Algumas são praticamente dentro da cidade.

    Aproveite bastante.

    Bj

    ResponderExcluir
  59. Parabéns, excelente post, fotos, cidade e etc...rs ótimas dicas já que em Janeiro estarei lá...Continue postanto..rs abs.

    ResponderExcluir
  60. Olá tudo bem?
    Estou indo para Innsbruck em fevereiro de 2014, e estou montando o cronograma dos passeios, e gostaria de saber o horário mais ou menos que amanhece e anoitece no inverno. Fui para Ushuaia na Argentina no inverno e tinhamos apenas 8 hrs de luz do dia e isso atrapalhou um pouco o nosso cronograma.
    Adorei seus posts me ajudou muito a decidir o que fazer. PARABENS!

    ResponderExcluir
  61. Patrícia,

    Inverno na Europa os dias são curtos. Costuma amanhecer em torno das 7:30 e escurecer antes das 17:00 hs. Vc terá entre 8 e 9 horas para aproveitar o dia.

    Boa viagem!

    ResponderExcluir
  62. Patricia, parabéns pelo blog. É o melhor post sobre Innsbruck que encontrei na internet.
    Estarei no sul da Alemanha em fevereiro, de carro, e quero ir passar alguns dias em Innsbruck e Bregenz. Existe o risco das estradas estarem fechadas por causa da neve? Preciso usar corrente nas rodas para dirigir por lá?
    Obrigado.

    ResponderExcluir
  63. Boa tarde,

    Nunca se sabe como estará o tempo. Correntes são sempre importantes quando se vai para a montanha. Mas, os países acostumados com a neve tem boa infra-estrutura para lidar com a neve e o desbloqueio das ruas e estradas costuma ser ágil.

    Abs

    Claudia

    ResponderExcluir
  64. Eu e minha esposa estamos programando nossa primeira viagem a Europa, provavelmente Itália e Áustria, um sonho já de algum tempo, e suas postagens estão nos ajudando bastante, as fotos são maravilhosas. Parabéns e obrigado

    ResponderExcluir
  65. Paulo,

    Fico feliz em poder ajudar. Se precisar de algyma coisa é só falar.

    Boa viagem.

    ResponderExcluir
  66. Oi Cláudia! Adorei seu post. Qdo vc disse que bem vestida o frio não era problema, fiquei curiosa. Para o inverno, como vc faz? Roupas térmicas por baixo? Quantas camadas por cima?
    Obrigada!
    Ass: Marcella.

    ResponderExcluir
  67. Marcella,

    Depende de onde vc está. Se na montanha ou na cidade. Quando estiver na cidade a roupa é de um tipo, quando for para a montanha é outro tipo de roupa. Mas, sempre com roupas térmicas por baixo.

    Eu costumo usar uma meia e mais uma calça; uma super bota com pelo por dentro; uma camiseta, uma blusa grossa e um casaco pesado. Além disso, cachecol, luvas e gorro. Se vc for para temperaturas inferiores a -10 vale comprar um casaco compatível com a temperatura. Na etiqueta costuma dizer até quanto o casaco suporta.

    Bj

    ResponderExcluir
  68. Obrigada querida!!! Irei fazer exatamente assim! Vou pegar algo entre -3C e +3C.
    Beijos! Vou seguir todas as suas dicas qdo chegar em Innsbruck!
    Ass: Marcella.

    ResponderExcluir
  69. Oi Claudia! Muito bom o seu post sobre a cidade, obrigada!
    Estamos indo em um grande grupo de casais no início de dezembro/14, pretendemos esquiar (nossa primeira vez). É possível alugar roupas de esqui na cidade? Acha que 4 dias é muito só para Innsbruck e devemos considerar incluir outra cidade próxima para dividir os dias, ou é ideal?
    Obrigada

    ResponderExcluir
  70. Claudia, boa tarde! Primeiro quero parabenizar o seu blog e esse post maravilhoso! Gostaria, se possível, de tirar algumas dúvidas que tenho sobre Innsbruck com vc. Estaremos, minha esposa e eu, por lá no mês de abril (2015)e minha dúvida é sobre o tipo de calçado para que possamos visitar as montanhas. Sei que não é mais inverno e que neve não há, porém qual seria o melhor tipo de calçado para subir e apreciar a vista incrível? Tênis comum? Bota? Pergunto pq não sei como é a estrutura lá em cima, se ainda resta algum resquício de neve, enfim. Só queremos aproveitar o visual e tirar muitas fotos. Minha outra dúvida é em relação a como chegar na cidade vindo de Viena. Trem seria a melhor opção (não estaremos de carro)? Se sim, vc saberia me dizer o nome da empresa para que eu possa pesquisar valores na internet? Desde já te agradeço e mais uma vez te parabenizo por esse excelente blog! Forte abraço, Victor.

    ResponderExcluir
  71. Victor,

    Em abril a neve já se foi. Um tênis é suficiente para caminhar pelas montanhas.

    O melhor modo de viajar pela Áustria certamente é o trem. Dá uma olhada na Eurail.

    Boa viagem.

    ResponderExcluir
  72. Querida,
    Amei as suas fotos!!!
    Nem parecem de verdade,
    de tão perfeitas!
    Qual é a dica das roupas,
    para não sofrermos com o frio,
    no inverno?
    Estou querendo conhecer esse lugar cinematográfico!
    Beijos...

    ResponderExcluir
  73. Na cidade basta um bom casaco. Claro que acompanhado de tudo o que o frio pede. Meia-calça térmica, camiseta colada no corpo, luvas, gorro e cachecol.

    Quando subir a montanha é preciso botas de neve, calça impermeável para neve e casaco impermeável. Além do básico citado acima. Para esquiar as luvas precisam ser impermeáveis também e de material resistente.

    Dentro dos hotéis, lojas e restaurantes é sempre quentinho. Então, esteja preparada para "descascar" e arrancar várias camadas. Ou seja, é preciso estar elegante por baixo de tudo. Rs.

    Boa viagem.

    ResponderExcluir
  74. Oi Claudia! Pesquisando sobre Innsbruck, encontrei o seu blog, que me ajudou muito com as informações que buscava. Vou amanhã para Insbruck e me senti na obrigação de postar um comentário, rs.. agradecendo pelo belo post e pelas infos :-). Um abraço!!

    ResponderExcluir
  75. Sandra,

    Ótima viagem para você! A Áustria é um charme.

    Aproveita bastante.

    Adorei seu comentário.

    Bjs

    ResponderExcluir
  76. ola...muito interessante seu blog...parabéns...muito útil e bonito... estou indo para itália, e quero subir de carro no dia 15 março de 2015 (fim do inverno) para conhecer innsbruck... saiu de Verona subo até innsbruck, e parto para Suiça... porém minha dúvida é se posso chegar com tranquilidade de carro nessa época do ano....obrigado att

    ResponderExcluir
  77. Ronny,

    Eles são muito bem preparados para o inverno e para a neve. Além disso, nessa época a neve já estará indo embora para dar lugar ao sol de primavera. Provavelmente vc não terá nenhum problema.

    Boa viagem

    ResponderExcluir
  78. Cláudia,

    Estarei em innsbruck inicio de janeiro/15 e gostaria de saber quais estacoes de ski devo ir, irei com os meus filhos de 11 e 9 anos e ficaremos 5 dias na cidade, alguma cidade perto que vale a pena conhecer??? obrigada bjs

    ResponderExcluir
  79. Esqueci de colocar meu nome , acabei de postar, meu nome é Juliana

    obrigada

    ResponderExcluir
  80. Juliana,

    As estações de esqui em Innsbruck são quase dentro da cidade. A Nordekette foi a que mais gostei. Para crianças é ótima.

    Se tiver tempo vá até Salzburg a Terra do Mozart.

    Bj

    Boa viagem e ótimo ano pra vcs.

    ResponderExcluir
  81. Já estive duas vezes em Innsbruck no outono com muita neve, um lugar encantador, vários atrativos culturais, uma arquitetura rica e singular. Uma cidade imperdível e romântica!!!!!

    ResponderExcluir
  82. Pessoal, muito bacana este post.

    Se alguém puder me ajudar, minha dúvida é a seguinte: penso em ir para Innsbruck, no final de outubro, então gostaria de saber se as montanhas já estarão nevadas com as estações de ski abertas?

    Desde já, agradeço as respostas. Obrigado

    ResponderExcluir
  83. Provavelmente em outubro ainda não terá neve, mas o clima tem mudado tanto que tudo pode acontecer.

    ResponderExcluir
  84. Ola Claudia.
    Estamos programando uma viagem para Innsbruck em meados de abril de 2016 e gostaríamos de visitar a estação Nordkette mas não temos muitas informações sobre o transporte até a “Congress Station”, ficaremos no hotel Altpradl que fica próximo a estação de trem Innsbruck HBF, iremos com pessoas de idade que não podem caminhar muito, você sabe se existe algum meio de transporte que possamos nos deslocar até a “Congress Station”?

    Vivi.

    ResponderExcluir
  85. Alguem sabe me informar como posso sair de Innsbruck e ir para Verona na Italia a um custo baixo?

    ResponderExcluir
  86. Oi Claudia, eu e minha namorada passaremos por Innsbruck no final de maio, sairemos de Verona, pensamos em passar um dia e seguir viagem para Zurique... É tranquilo fazer esse caminho de trem? Quanto tempo se gasta num passeio para uma das montanhas? Vale a pena fazer esse passeio nessa época a, já que não haverá mais neve no topo? Parabéns pelo blog e obrigado pelas informações aqui... Com certeza serão muito úteis!

    ResponderExcluir
  87. Claudia, vc autorizou que seu post estivesse aqui ou a plagearam?
    http://blog.europatravel.com.br/2015/06/visite-as-estacoes-de-esqui-em-innsbruck.html

    ResponderExcluir
  88. Obrigada.

    Tem muita gente que copia meus textos e fotos. Isso acontece a toda hora. Muito chato.

    Valeu!

    ResponderExcluir
  89. Claudia, parabéns pelo blog! Detalhado, com fotos lindas - um verdadeiro vício e fonte obrigatoria antes de viajar... Queria uma dica: estou indo na última semana de Julho com minha família - marido e filhos de 10 e 20 anos. Terei somente 7 dias e chegarei via Munique. Estou planejando 3 dias em Munique , bate-volta em Sazlburg e bate-volta a Innsbruck. Tsmbém queria subir a Zugspite conhecendo Garmisch, o que vc acha? Innsbruck vale a pena no verão? Seria melhor me hospedar no meio do caminho ao invés de fazer bate-volta? Estarei de carro para ter mais flexibilidade. Trem seria melhor? Obrigada desde já.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Duda,

      É melhor fazer duas bases. Uma na Alemanha e outra na Áustria. De Munique até Innsbruck são quase duas horas. Para bate e volta com dois filhos é cansativo. Eles reclamam. Innsbruck é uma gracinha tanto no inverno como no verão. Salzburg é mais clássica. Cidades diferentes. As duas valem a pena. A Áustria é encantadora. Carro é boa opção, mas trem também é ótimo. Depende da disposição da família.

      Boa viagem.

      Bj

      Excluir
  90. Amei seu post, super recomendo visitar essa cidade linda, encantadora, charmosa e muito segura. Sou filha de mãe brasileira e pai tirolês. Innsbruck é maravilhosa em todas as estações do ano, no inverno a magia dessa cidade aumenta ainda mais no período do Natal, a famosa " Maria Theresa Street" fica cheia de pessoas, pois tem uma feira natalina com várias barraquinhas, onde vendem bebidas,comidas típicas, doces, geleias, quitutes deliciosos, tem lembrancinhas, artesanatos, .Têm muitas estações de esqui que são bem em conta, uma dela é na cidade de "Mutters"(15 minutos de Innsbruck via ônibus e tem a opção de ir de trem também).Existe um esporte chamado "langlauf" há muitos caminhos exclusivos para esse esporte (tem que ir para uma estação de esportes de inverno via teleférico.No verão tem muitas opções também, dá para fazer subir montanhas,mountainbike ou caminhos exclusivo para ciclistas( existe centenas quilômetros tudo bem sinalizado). Os queijos,salames e tortas da Áustria, são uns dos melhores da Europa e o povo austríaco são pessoas super amáveis!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo, Brunna.

      A Áustria é apaixonante. As pessoas são muito amáveis. É um país que adoro visitar. Volto sempre que possível.

      Beijos

      Excluir
  91. oi claudia!!!

    ouvi dizer que innsbruck teria neve na montanha ano toda, e pelo que vc falaou no final setembro não tem...é isso mesmo que entendi????...fiquei tao decepcionada....queria muito ver a neve ....sei q caindo impossivel...mas no chão...achei q veria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Walmir,

      Tudo depende de qual montanha você vai. Depende da altura que você vai subir. Nos arredores da cidade, as montanhas não são muito altas. No verão não tem neve, mas nos picos mais altos tem neve constante.

      Espero que você tenha sorte de encontrar a neve.

      Excluir
  92. Prezada CLÁUDIA,

    Estivemos, Bete (esposa) e Eu, em Insbruck, no início do outono de 2007, por apenas 2 dias. Na época, viajando pela Europa durante 22 dias, passamos por Portugal (Lisboa), Espanha (Madrid, Barcelona e Toledo), Itália (Roma, Veneza e Florença), França e Suíça. Retornamos mais duas vezes à Europa por períodos semelhantes, para ver a Inglaterra (Londres e alhures), Alemanha (Berlim, Munique, etc.) República Tcheca e Áustria. Meu sonho de consumo é vistar um destes países em uma semana bem invernosa, em que possa bebericar num daqueles porões de bares ou restaurantes uma bebida forte (em álcool) e quente. É claro que se a recomendação for a Escócia, a bebida será um velhíssimo uísque.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário. Obrigada!