USANDO KRABI COMO BASE


Conhecer o sul da Tailândia é o sonho de um número cada vez maior de brasileiros. Segundo a Embaixada da Tailândia no Brasil no ano passado mais de 35 mil brasileiros estiveram por lá. É gente que não acaba. Basta dar uma olhadinha nas redes sociais dos amigos e você certamente vai encontrar algum registro fotográfico de férias em Phuket, Ko Phi Phi, Krabi, Ko Samui...

A Tailândia realmente tem muita personalidade. O país nunca foi dominado por outra nação, como foram os seus vizinhos. Por isso, mantém fortes suas raízes. Somado a isso, o país é de uma beleza natural incrível. Um roteiro clássico pela Tailândia costuma incluir a capital Bangkok, Chiang Mai na região norte e as praias do sul do país.

O sul da Tailândia é realmente lindo. São ilhas e mais ilhas a serem descobertas no mar de Andaman e no Golfo da Tailândia. Falésias enormes, repletas de uma vegetação bem verdinha se debruçam num mar cristalino. Mas, as distâncias entre elas são relativamente grandes. É preciso escolher um lugar que sirva como base para essa exploração. Os pontos mais usados costumam ser Phuket ou Krabi, pois os dois tem aeroportos que recebem vários voos diários vindos de Bangkok e arredores. As ilhas não têm aeroportos.

Eu optei por Phuket (escrevi um post sobre minha experiência em Phuket, leia aqui) e me arrependi tal a quantidade de pessoas. Como gosto de lugares mais tranquilos, se fosse novamente, certamente escolheria Krabi. Mais exatamente, a praia de Railay. 

Mapa de Krabi, Phuket, Ko Phi Phi e Koh Lanta.

Ao contrário do que se imagina, Krabi não é uma cidade à beira-mar. Faz parte do continente e fica afastada do mar. As duas praias mais próximas de Krabi Town são Ao Nang e Railay. No entanto, esqueça a ideia de praia deserta, caso contrário você vai se decepcionar. Ao Nang é a mais movimentada das duas. Repleta de hotéis, restaurantes e bares. Já, Railay, apesar de estar em alta ainda é mais sossegada e belíssima.

Uma pequena amostra do que se pode ver ao redor de Railay. 

Railay é uma península espetacular que tem de um lado praias calmas com corais (Railay West, Ton Sai e Phranang) e do outro uma praia de mangue (Railay East) que dança ao sabor da maré. É considerada uma das praias mais bonitas da Tailândia. 

Mapa da península de Railay.

Railay ao entardecer.

Mesmo sendo parte do continente, para chegar à Railay só de barco, a partir da praia de mangue - Nammao Bay - em pequenas embarcações locais "long tail" que só saem do pier quando estão lotadas. Então, às vezes, é preciso esperar um tempinho até que a galera encha o barco. E então, o destino é Railay East, a praia de mangue. 

 Railay East.

O trajeto é lindo. Paredões rochosos imensos dão um ar misterioso. Nas falésias há muitas grutas cercadas de mitos, como o da deusa que protege os pescadores dos perigos do mar. E em terra de tsunami essa proteção é muito bem-vinda. 

As descer do barco em Railay East, quando a maré começa a baixar é difícil de caminhar. 
A lama na roupa e nas pernas é garantida.

Descendo em Railay East é preciso uma pequena caminhada de 10 minutos para chegar nas duas principais praias: Ton Sai e Phranang Cave Beach. Essas praias ainda não são muito afetadas pelo turismo, por isso ainda é possível ver macacos circulando por ali.

A simplicidade de Railay.

Interessante observar a quantidade de agências que oferecem cursos de escaladas. Os paredões vivem cheios de adultos e crianças subindo e descendo. Mas, para quem não tem muita intimidade com esportes radicais outra opção são os passeios de caiaque para ver as cavernas.

 Caiaques são constantes em Railay assim como os barcos long tail.

 Em Railay, ao contrário das outras praias da Tailândia quase não há vida noturna. Se você faz questão de agito noturno, essa não é sua praia. Opte por ficar em Ao Nang, onde está o agito.

Railay Beach.

Então, fica a dica: Krabi é muito mais interessante para servir como base do que Phuket. Pena que fiquei apenas um dia. Deveria ter feito o contrário, um dia em Phuket onde fiquei três e foi muito tempo (um dia basta para conhecer James Bond Island e circular pelas praias todas da ilha), três em Ko Phi Phi (fiz isso e adorei) e três em Krabi (fiquei apenas um e poderia ter ficado mais). 

Leia também sobre:
Namastê! 




Compartilhe:

COMENTÁRIOS

  1. Dá para perceber aqui que as praias asiática são de uma beleza incomparável... A cor da água é impressionante! Mais uma vez uma bela viagem, Claudia!

    Beijinho

    Bia <°)))<

    ResponderExcluir
  2. Oi Lu,

    Obrigada e boa viagem!!!! Se precisar qualquer ajuda estou à disposição.

    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Bia,

    São maravilhosas. Pena a quantidade de turistas que circulam por lá diariamente. Isso dificulta a preservação das belezas naturais.

    Realmente, espetacular!!!

    Um beijo

    ResponderExcluir
  4. mt obrigado por partilhar sua experiencia,..estou a pensar fazer o mesmo que voce fez com base em phunket, acha bem marcar o sitio para dormir na net ou la?..bem-haja

    ResponderExcluir
  5. mt obrigado por partilhar sua experiencia,..estou a pensar fazer o mesmo que voce fez com base em phunket, acha bem marcar o sitio para dormir na net ou la?..bem-haja

    ResponderExcluir
  6. Jose,

    É sempre mais seguro e tranquilo viajar com seu roteiro organizado e hotéis reservados. Assim, você não corre o risco de ter que ficar em lugares ruins por falta de opção ou de pagar muito mais caro por uma tarifa.

    Reserve pela internet antecipadamente.

    Claudia

    ResponderExcluir
  7. Flavia25 de agosto de 2016 01:21

    Oi! É minha terceira vez na Tailândia em dezembro e já estou com passagem comprada de ida e volta para Phuket. Me arrependi, devia ter comprado para Krabi. Vou fazer o mesmo roteiro que você: Phuket, Phi phi e Krabi. Não consegui hotel em Railay Beach para o Reveillon, então vou ficar em Ao Nang. A minha dúvida é: Vale a pena sair de Phuket (Patong) para conhecer Krabi? Meus hoteis estão reservados 4 dias em Patong, 3 dias em Phi phi e 4 dias em Ao Nang. E como sair de Ao Nang direto para o aeroporto de Phuket? Melhor de ferry?

    Se puder me ajudar..

    Obrigada!

    Flávia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Flavia,

      De Phuket para Krabi é longe. Melhor ir de Ko Phi Phi para krabi. Pois Ko Phi Phi fica exatamente entre Puket e Krabi, se você for de barco. Vá de ferry que é mais barato e mais seguro.

      Boa viagem.

      Excluir
  8. Estou definindo hospedagem em Krabi. Esse Ferry que citou acima para ir até o aeroporto onde pega? Uma das minhas preocupações é justamente essa ma vez que fica muito longe do aeroporto. Seria melhor se hospedar próximo? Se tiver alguma indicação para hospedagem agradeço. Pretendo ficar apenas 1 noite por Krabi e restante em Phi Phi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vanessa! No ano passado fiquei 4 dias em Phi phi e este ano volto lá tb. Amei aquela ilha! Dica: em Phi phi fique em um hotel próximo ao pier, do lado de Ton sai Beach. O outro lado, praia de Loh Dalum é muito barulhento até às 2h da manhã. E é tudo pertinho, então o melhor é se hospedar no lado calmo e ir andando até o agito que vai levar uns 5 minutos.. É tudo pertinho.
      Em Krabi é a minha primeira vez este ano, mas se vai ficar lá só 1 dia, melhor se hospedar perto do aeroporto ou perto do pier pra não perder tempo.

      Excluir
  9. Olá!! td bem?
    Vou para Tailândia no início de novembro, e vou ficar 3 dias em krabi, porém reservei um hotel em railay beach.
    Estou na dúvida se fico em railay ou ao nang devido ver algumas coisas em relação a bares/restaurantes.
    Vi que em railay a noite é pouco agitado. O que sugere? E o barco de ao nang para railay funciona até qual horario?
    Obrigada,
    Bibiana.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário. Obrigada!