SVETI STEFAN, UMA ILHA-HOTEL


Montenegro é um país muito jovem e bem pequeno. Seu território tem menos de 14.000 quilômetros quadrados. Consegue ser menor do que o Sergipe - menor estado brasileiro - que tem 22.000 quilômetros quadrados. E, por incrível que pareça, é repleto de cenários fascinantes. Tem fiordes, montanhas, um mar lindo, cidades medievais muradas e um hotel da cadeia Aman para ninguém botar defeito.


 Hotel Aman, na ilha de Sv. Stefan, Montenegro.

Por influência da Croácia, a vizinha badalada que é o principal destino turístico dos Balcãs, Montenegro passou a receber muitos turistas. E assim, a ilha de Sv. Stefan foi escolhida pela cadeia Aman para instalar esse hotel super exclusivo num lugar paradisíaco e cheio de história.

Um dos restaurantes do hotel Aman com uma vista linda do continente e do mar Adriático.

O trajeto de Budva até Sveti Stefan é de menos de 15 quilômetros. De um lado o mar Adriático e do outro montanhas. A estrada é estreita e cheia de curvas, além do controle de velocidade ser rigoroso. Isso até ajuda a relaxar e aproveitar o visual do caminho.

Parapente na estrada entre Budva e Sv. Stefan, Montenegro.

O hotel ocupa toda a ilha de Sv. Stefan (que tem 12.440 metros quadrados) e teve o cuidado de preservar as casas medievais com sua estrutura externa intacta e instalações super confortáveis no interior dos 50 quartos e das 8 suítes. A privacidade é total. O acesso é feito por um istmo que conecta a ilha ao continente. Não há outra maneira de entrar no hotel.


As casas medievais do vilarejo de Sv. Stefan foram transformadas nos quartos do hotel Aman.

Também há algumas acomodações no continente, na Vila Milocer, onde fica a praia privativa do hotel. E, que praia! Uma daquelas que não dá vontade de ir embora de jeito nenhum. A água é cristalina, pois o fundo é todo de pedras rosadas. Espetacular!

Praia Milocer, Montenegro.

Oliveiras garantem o frescor de Sveti Stefan que no século XV abrigava um vilarejo fortificado com a função de defesa contra os ataques turcos. Na pequena comunidade, inicialmente, moravam apenas 12 famílias que viviam da pesca. A população foi crescendo até chegar a algo em torno de 400 pessoas, no século XIX. Então, as famílias foram deslocadas para o continente e a ilha passou a servir como reduto da elite da região. A ilha tem 4 igrejas que pertencem ao Monastério Praskvica. Uma delas chegou a funcionar como um casino na época do comunismo, quando Montenegro fazia parte do Reino da Iugoslávia.

Igrejas pequeninas e bem preservadas em Sv. Stefan

Mosaico de uma das igrejinhas de Sv. Stefan.

O projeto de revitalização da ilha foi proposto pelo governo de Montenegro em 2007. O grupo Aman Resorts ganhou a concorrência e levou dois anos fazendo as obras. O hotel foi inaugurado em dezembro de 2009 e no ano seguinte ganhou o prêmio "Hotel do Ano" pelo Guia Gallivanter's. Merecidamente.

À esquerda, a pequenina ilha-hotel de Sv. Stefan.

Mesmo, o hotel sendo fechado e de acesso bastante exclusivo, há uma estacionamento pelo qual se paga 12 euros e ali os turistas podem frequentar algumas das praias. 

Há várias praias abertas aos turistas em Sv. Stefan, Montenegro. Basta pagar para entrar.

Infelizmente, não fiquei hospedada no hotel. Pois, estava hospedada em Dubrovnik e fiz apenas um bate-e-volta à Montenegro. Fiz uma reserva para o almoço no Aman e passei a tarde na praia. Mas, fiquei apaixonada pela ilha. O astral é mágico. O restaurante impecável. Serviço fantástico. E, claro, preço salgado e compatível com o conforto e a exclusividade que se desfruta.

O por do sol rosado no caminho de volta à Dubrovnik.

Certamente, essa é minha indicação de hotel em Montenegro. Lindo, escondidinho, silencioso, confortável e próximo aos principais pontos de interesse do país: Budva, Baía de Kotor, Cetinje, Perast, Tivat, Monastério de Ostrog, Lago de Skadar, parque nacional Durmitor (Patrimônio da Humanidade)  e da capital Podgorica. Dá para ficar três ou quatro noites conhecendo o país e curtindo o charme do hotel.

Há quem prefira hotéis mais simples por achar que passa o dia inteiro fora do hotel. Eu prefiro conhecer mais devagar os locais por onde passo e gosto de curtir tanto a cidade como o hotel. Bons hotéis deixam sempre ótimas lembranças. Somado a isso, vale sentar num dos restaurantes do hotel para assistir o espetáculo do por do sol tomando um Plantaze Vranac, o vinho tinto montenegrino que é servido gelado ou brindar com uma dose de rakija, a cachaça local e entoar ! Ziveli! (Saúde!)

Hotel Aman Sv. Stefan
Super indico!

Leia também os posts sobre Kotor e Budva, outras localidades interessantes de Montenegro.

Compartilhe:

COMENTÁRIOS

  1. VS,

    É ótima pedida. Esse merece uma hospedagem quando em Montenegro.

    Abs

    ResponderExcluir
  2. Um perfeito paraiso, não imaginava que era tão bonito assim!

    ResponderExcluir
  3. Great post as always! I love going places vicariously through you. Much appreciation for your work :)

    ResponderExcluir
  4. Oi Claudia
    Já te falei aqui, os lugares por onde você anda parecem ter saído de um conto de fadas! E suas fotos são belas pinceladas neste paraíso chamado Montenegro. Já tinha lido várias vezes sobre este lugar incrível, mas nunca tinha visto como as imagens casam tão bem com a descrição!!!

    Beijos e bons ventos!

    Bia

    ResponderExcluir
  5. Cristina.

    O país é indo e cada dia mais badalado.

    Bj

    ResponderExcluir
  6. Melinha,

    Adoro ver vc por aqui. E, esse inglês rebuscado, hein? Aprendi uma palavra nova com esse comentário. rs. Seu blog está muito legal.

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Bia,

    Esse país é incrível. O melhor é que é pouco explorado pelo turismo e preserva verdadeiros tesouros. Parece mesmo cenário de contos de fadas.

    Um beijo.

    Claudia

    ResponderExcluir
  8. Fiquei apaixonada por tudo que a sua descrição, e fotos revelam. Adorei!!!

    Dá vontade de embarcar já para lá...

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  9. Oi Turista,

    Que bom ver vc no blog. Obrigada pela visita.

    Bj

    ResponderExcluir
  10. Claudinha

    As suas viagens têm tudo a ver com vc! :) ... lugares lindos e elegantes...

    Bjo

    ResponderExcluir
  11. Oi, Cláudia. Tudo bem? :)

    Seu post foi selecionado para a #Viajosfera, do Viaje na Viagem.
    Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

    Até mais,
    Natalie - Boia

    ResponderExcluir
  12. Ah, Margarida!

    Só você! rs

    O Atacama é muito legal, mas acho que não é muito o tipo de viagem que você curte.

    Bjs

    ResponderExcluir
  13. Estive lá há 2 semanas atrás. Quão diferente, para pior, de quando ali estive há 34 anos, embora a ilha e casario sejam os mesmos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vitor,

      As coisas mudam muito mesmo. Já tive a mesma sensação em vários lugares do mundo. Pena que tudo vai ficando super povoado e cheio de construções. A serenidade vai se perdendo.

      Excluir

Deixe seu comentário. Obrigada!