MALA DE MÃO PARA MULHERES NO MARROCOS


Entrar numa cultura diferente da nossa pressupõe respeito e alguns cuidados. Devemos estar atentos às tradições daquele povo na hora de fazer a mala. É de bom tom levar a sério o código de vestimentas locais. O Marrocos é um país muçulmano bastante aberto, acostumado ao turismo, mas vive sob forte influência religiosa. Os homens têm papel dominante na sociedade. Muitas mulheres, especialmente nas áreas rurais e interior do país, cobrem o corpo todo ao sair de casa deixando apenas os olhos à mostra. O padrão liberal das mulheres ocidentais pode provocar olhares de reprovação nas ruas. Portanto, siga algumas regrinhas para evitar constrangimento.

Roupas discretas não chamam atenção. 

8 REGRAS PARA UMA MULHER FAZER A MELHOR MALA DE MÃO PARA O MARROCOS


1) Mulheres devem optar por vestidos soltos ou roupas largas que não marquem o corpo. Como costumo levar apenas mala de mão nas minhas viagens, roupas sem volume e tecidos que não amassem são essenciais.




2) Brinque com as cores e estampas já que as roupas serão todas mais soltas.

3) Leve sempre um xale que servirá tanto para cobrir os ombros como para encarar as mudanças bruscas de temperatura. Visitei o país em novembro e vi a temperatura variar dos 6 aos 30 graus no deserto do Saara, em poucos minutos.

Roupas leves, casacos e xales devem compor uma mala feminina para visitar o Marrocos.

4) Saiba que mesmo nos períodos mais quentes do ano pode fazer frio durante a noite nas áreas montanhosas e desérticas.

Sim. Lareira no Marrocos. Faz frio no país. E neva nas montanhas no inverno!

5) Óculos e protetor solar não podem faltar. Chapéu de palha costuma estar disponível para os hóspedes nos quartos dos bons hotéis.

6) Sapatos confortáveis são fundamentais para as longas caminhadas dentro das Medinas (centros antigos murados). As tradicionais babouches podem machucar seus pés.

7) Para o deserto leve um sapato fechado ou tênis (saiba que ele vai ficar bem maltratado). Mesmo que ele encha de areia poderá salvar você de ser picado por algum bicho. Escorpiões podem aparecer no verão.

8) Nos hotéis, o padrão de vestimenta pode ser mais relaxado.

Evite biquinis pequenos demais. Maio ou body são as melhores opções.

Siga essas regrinhas e saiba que arrumar a mala para visitar o Marrocos não é tarefa difícil. Afinal, vestidos largos, saias amplas, camisões e xales coloridos estão nas vitrines de todas as lojas atualmente. Se faltar alguma coisa, compre por lá e volte com boas lembranças na mala.


Escolha adequadamente o que levar e tudo vai caber numa mala de mão.
Essas peças todas fizeram parte das minhas duas semanas no Marrocos.
Saiba que aderir a mala de mão é possível! E prático!!!

Compartilhe:

COMENTÁRIOS

  1. Olá.
    Estive no Marrocos este ano e fui pensando exatamente o que você descreveu, ou seja, que deveria me vestir sempre dos pés à cabeça, mesmo estando quente.
    Bem, devo discordar e dizer que não foi isso o que encontrei.
    Claro, meu pensamento é de que devemos respeitar os costumes locais e foi o que fiz, mas depois de ver tantas turistas vestidas de shorts, vestidos curtos e camisetas sem serem importunadas ou sendo chamadas atenção , cheguei a usar shorts nos dias mais quentes. Não tive e não presenciei nenhum problema em relação a isso.
    As cidades pelas quais passei foram: Marraquexe, Fez, Essaouira, El Jadida e as cidades no caminho de ida/volta ao deserto.
    Provavelmente cidades menos turísticas possam ser diferentes.....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lia.

      Tudo bem com você? Que bacana que você visitou o Marrocos. Um país lindo.

      Bem, como viajo muito, cada vez mais me preocupo sim em entrar na "casa das pessoas" com consideração. Isso não significa como você colocou que eu dava "me vestir sempre dos pés à cabeça". Mas sim, com respeito e sem usar roupas que "marquem o corpo". Visitei o país numa época menos quente o que é o ideal até porque dá mais conforto para andar pelas ruas movimentadas e circular pelo interior do país sem derreter. rsrs

      Como já visitei muitos países muçulmanos continuo afirmando que se adequar à tradição local é a melhor atitude. Não vale ser irreverente e tentar impor um padrão seu a outra cultura. Pode não agradar e gerar algum risco. Os olhares de reprovação acontecem, sim. Especialmente nas Medinas e cidades pequenas. Nos hotéis é tudo diferente. Vi muitas mulheres usando shorts e vestidos curtinhos, mas realmente não recomendo, principalmente para mulheres desacompanhadas. É como visitar o Rio e querer circular em lugares considerados perigosos. Precisa? Acho de bom tom evitar o desnecessário. Espero que você entenda meu ponto de vista.

      Beijos e ótimas maratonas.

      Claudia

      Excluir
  2. Tenho que concordar com a Claudia: é recomendável estar mais coberta mas não é proibido usar shorts.
    Quando me arrisquei senti sim alguns olhares de reprovação
    Mas “cada um com seu cada qual “
    Eu vou de vestidao sem marcar minhas curvinhas e gordurinhas
    Abraços
    Balu

    ResponderExcluir
  3. Entendi seu ponto de vista sim Cláudia e concordo.
    O que eu quis dizer é que no Marrocos, eles não são "tão" rígidos como em outros países muçulmanos. Pelo menos não como eu esperava. Também não achava legal ver turistas vestidas como se estivessem numa praia do nordeste porque acho que pode ser um desrespeito à cultura local. Por outro lado, nas cidades turísticas, não vi como um grande problema usar um short ou camiseta nos dias quentes (como os que eu enfrentei). Foi isso que quis dizer, por ter observado as pessoas ao meu redor.
    Participei de uma corrida de rua em El Jadida e fiquei tensa sem saber com qual roupa correr. Optei por legs compridas e camiseta e, embora as mulheres "locais" muitas vezes usassem um vestido longo por cima de shorts, algumas estrangeiras correram de shorts e, no fim, deu tudo certo.... :) Só um exemplo....
    Adorei o Marrocos e, como fui tensa pelo fato de ser mulher num país muçulmano e de estar viajando sozinha com uma amiga, surpreendi-me positivamente nesse quesito.
    bjs
    Lia

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário. Obrigada!