A INTRIGANTE TULUM


Foi no alto de uma encosta rochosa da Península de Yucatán, no México, de frente para o mar azul do Caribe, que o povo maia plantou uma das cidades mais incríveis e instigantes da sua civilização. Tulum.

Ruínas de Tulum.

A cidade-fortaleza nasceu por volta do século VI, estrategicamente posicionada para se proteger dos inimigos. Tinha o nome de Zamá, que significa “Cidade da Aurora”, exatamente pela localização. Viveu seu apogeu como porto de comércio, no século XIII, até ser  abandonada 80 anos depois da chegada dos espanhóis em 1598.

Casa do Senhor Supremo.

As ruínas impressionam. Estão muito bem preservadas dentro de uma enorme muralha que guarda templos e casas. Os maiores destaques são o Templo El Castillo com sua grande escadaria, o Templo dos Afrescos que abrigava um observatório para estudos do movimento do sol, o Templo do Deus que Desce, o Templo do Vento, Casa do Senhor Supremo e a Casa do Cenote feita sobre um poço subterrâneo.

Casa do Cenote.

Hoje Tulum é o terceiro sítio arqueológico mexicano mais visitados, ficando atrás apenas de Teotihuacán e Chichen Itzá. Tulum virou o reduto mais fashion e exclusivo de Yucatán.

El Castillo.

Tulum fica 130 quilômetros ao sul da zona hoteleira de Cancun e a 70 de Playa del Carmen. O aeroporto mais próximo é o de Cancun. Há duas opções para ficar hospedado em Tulum, uma delas é ficar no povoado a uns três quilômetros da praia e a outra, que considero a melhor, é ficar à beira-mar.

Povoado de Tulum.

INDICAÇÃO DE HOTEL EM TULUM

O Azulik Resort é excelente. O hotel é absolutamente integrado à natureza, tem conceito eco-friendly e só recebe adultos. Foi construído sobre decks de madeira para que a vegetação natural não sofresse interferência. A iluminação do hotel é toda feita por candelabros, mas há tomadas nos quartos. Não tem ar condicionada, apenas a brisa do mar. A cozinha oferece principalmente pratos vegetarianos, mas tem outras opções. Um hotel super simpático e bem badalado.

  Hotel Azulik.

LEIA TAMBÉM



Compartilhe:

Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. Obrigada!