O CÍRCULO DE PEDRAS DE AVEBURY


Às vezes, somos surpreendidos pelo acaso. Foi o que aconteceu quando resolvi conhecer Lacock, no interior da Inglaterra, e nada encontrei de muito interessante, além de uma rua com meia dúzia de casas  e uma antiga igreja cercada por um cemitério próximo ao rio Avon. Bonitinha, mas apenas uma rua. Não justificava ter andado mais de uma hora...

Lacock, a cidade de uma rua só. 

Decepcionada, achando que não teria mais nada para ver nos arredores comecei a me dirigir a outra cidade por uma pequena estrada em que mal cabia um carro. Subitamente, a sorte bateu à minha "estrada". Avebury! Eu nem tinha programado esse trajeto e fui brindada por círculos de mais de 180 pedras de um sítio neolítico, no condado de Wiltshire. Que maravilha! Nem sabia direito o que era aquilo, mas imediatamente parei o carro e procurei me localizar no tempo e no espaço. 

O círculo de pedra de Avebury. 

Avebury data de 2.500 a.C. É provável que tenha sido algum tipo de centro religioso que professava crenças como Paganismo, Wicca ou Druida. Embora, menos explorado turisticamente que Stonehenge, os círculos de pedras são bem maiores do que seu primo conhecido. Conversando com um estudioso que estava analisando o local fiquei sabendo que se Stonehenge é uma pequena igreja, Avebury é uma enorme catedral, muito maior e mais importante. Algumas de suas pedras foram destruídas pelos moradores, no século XVIII, por acharem que antigamente ali eram realizados sacrifícios pagãos (o que é bem possível) e que a energia era ruim.

É interessante observar que a pequena cidade de Avebury e até mesmo um pub lotado de gente ficam praticamente dentro do monumento histórico. A estrada local faz uma interseção com os círculos de pedras e os visitantes podem caminhar como bem entenderem por um local que parece uma propriedade privada, cheia de carneirinhos.

Cidade de Avebury.

Na verdade são duas avenidas de pedras: Kennet e Beckhampton. Elas se cruzam em Avebury e são consideradas Patrimônio Mundial pela UNESCO juntamente com Silbury Hill.

Silbury Hill. 
Dizem que ao subir a pirâmide relógios e câmeras fotográficas param de funcionar. Não pude comprovar, pois a subida está proibida. 

Silbury faz parte de um complexo de monumentos neolíticos em torno de Avebury. É um monte artificial feito de giz, considerado o maior aterro pré-histórico da Europa, com 40 metros de altura. Seu tamanho é semelhante ao das pirâmides egípcias menores da necrópole de Gizé. Sua finalidade ainda é muito discutida.

Imagine minha sorte ao dar de cara com essa pirâmide coberta de grama. Não é possível subir ao seu topo nem mesmo chegar muito perto. Mas, o simples fato de te-la avistado no meio de campos dourados, já valeu a viagem. Acasos da vida!

Compartilhe:

COMENTÁRIOS

  1. Linda postagem!!
    Todos falam em Stonehenge realmente, mas Avebury deve ser mais impressionante, principalmente pelo local onde está, um pouco mais reservada.
    Belas fotos!!!
    Abs!
    Marcia

    ResponderExcluir
  2. Marcia,

    Fiquei muito impressionada tanto pelo círculo de pedras (que eu não esperava) como pela pirâmide. Fantástico!!!
    Beijos
    Claudia

    ResponderExcluir
  3. aldema ( www.correndomundo.blogspot.com )5 de agosto de 2012 19:28

    Obrigada, Claudia, por essas informações. Só conheço Stonehenge e não saberia como chegar em Avebury.
    Quero ir lá!!!
    Beijos e bons passeios.

    ResponderExcluir
  4. Aldema,
    Encontrar Avebury foi um presente do acaso. Que lugar mágico. Fiquei encantada e muito feliz por ter caído nessa estradinha.
    Avebury fica na estrada A 338. Pertinho de Bath e um pouco acima de Stonhenge. Se puder vá até lá. Muito interessante, especialmente por ser um lugar pouco explorado ainda...
    Beijos
    Claudia

    ResponderExcluir
  5. Claudia,

    Fotos lindas de viver!

    E que sorte a sua se deparar com esse lugarejo mágico!

    Tá friozinho ai?

    Bjs,
    Andressa

    ResponderExcluir
  6. Oi Andressa.

    Sorte mesmo.

    Por aqui o tempo está perfeito, sol e temperatura entre 15 e 20 graus. Melhor impossível!

    Bejos

    ResponderExcluir
  7. Oi, Cláudia! Tudo bem? ;)

    Seu post foi selecionado para a #Viajosfera, do Viaje na Viagem. Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

    Até mais,
    Natalie - Boia Paulista

    ResponderExcluir
  8. Olá Claudia!

    Realmente depois de programar visitar um local, demorar algum tempo para lá chegar e depois não encontrar nada de especial,é mesmo para ficar um pouco decepcionada.

    Mas pelo que percebi a decepção foi mais do que compensada pelo que descobriu um pouco mais à frente. E quando já não temos expectativas nenhumas, essa é forma mais simples das mesmas serem mais do que superadas

    As fotos como sempre estão fantásticas e fiquei a conhecer mais um local que desconhecia de todo, e pelo que percebi bastante interessante.

    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Turista,

    Na verdade, nesse dia fui à Stratford upon Avon (uma cidade muito simpáticas) e na volta eu queria passar por Lacocok (que era caminho e eu tinha lido sobre as casas com telhado de junco - fiquei curiosa). A primeira cidade eu até já conhecia e queria rever. Sabia que era linda, mas a segunda... decepção total. Encontrar Avebury no meu caminho foi uma alegria total!!! Fiquei mais do que satisfeita com minha "day trip". Valeu demais!!!
    Um beijo
    Claudia

    ResponderExcluir
  10. Oi Claudia.
    Esses acasos são o que fazem a viagem mais saborosa. Descobrir um lugarzinho assim, do nada, é incrível. Quanto mais viajamos, mais essa sensação de que o mundo tem tanta, tanta coisa linda que por mais que a gente rode, é impossivel conhecer tudo. Mas a gente se esforça, certo?
    Boa Inglaterra para você!
    Um beijo, Marina

    ResponderExcluir
  11. Excelente descoberta a vossa e obrigado pela partilha! Fica registado para uma proxima viagem à Inglaterra.
    Beijos nossos

    ResponderExcluir
  12. Excelente esta vossa descoberta. Fica registada a dica para quando regressarmos à Inglaterra. Obrigado pela partilha!
    Beijos nossos

    ResponderExcluir
  13. Marina,

    Vocês devem estar com uma coleção de descobertas ao acaso. rsrs

    Com uma viagem tão longa a chance se deparar com lugares interessantes sem ter programado é muito grande.

    A viagem fica muito mais interessante assim!!!

    Um beijo

    Claudia

    ResponderExcluir
  14. Ellen & Antonio,

    Arrisco dizer que esse local é mais interessante do que Stonehenge. Está mais intocado, mais natural, com menos turistas, dentro de um sítio particular.
    Vale a pena fazer uma day trip incluindo alguns outros lugares curiosos da região.
    Bj
    Claudia

    ResponderExcluir
  15. Adorei! Parabéns pelo Post!
    Aventuras bem sucedidas a gente nunca esquece, não?!
    beijão
    Sabrina

    ResponderExcluir
  16. Verdade, Sabrina.

    Essa vai ficar na lembrança.

    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Que legal, mto bom encontrar um lugarzinho tão bacana quanto esse sem ter programado !!!
    adorei as fotos tb, a Ro e o Kim estão lindos hehehe
    Vcs aproveitaram hein, que delicia.
    Bjssss

    ResponderExcluir
  18. Gabi,

    Meus modelos são demais!!!! Quero levar eles sempre comigo nas viagens. rs :)

    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Claudia, eu nunca tinha ouvido falar de Avebury, que máximo! Adorei conhecer mais um cantinho do mundo por meio dos seus olhos!!!!! Obrigada por compartilhar com a gente tantos lugares lindos! Um grande beijo!

    ResponderExcluir
  20. Katia,
    Adoro descobrir lugares fora da rota turística clássica. Esse acaso foi perfeito!!! Amei esse lugar.
    Bj

    ResponderExcluir
  21. Nossa! Adorei esse post! A gente foi a Avebury em 2008 e nunca mais tínhamos visto referências ao local em nenhum outro blog! Legal saber que tem mais gente que curtiu a mistura louca dos monumentos monolíticos com a vida das ovelhinhas em uma cidadezinha de interior! Desde aquele dia, inclusive, depois de tanto pisar em cocô de ovelha, fiquei traumatizado e nunca mais consegui comer nada que viesse desse animal. Leite, queijo, carne, nem cheiro de lã e aguento mais até hoje!

    ResponderExcluir
  22. Gleiber,

    Esse não é um lugar muito conhecido. Eu mesma conheci por acaso. E, adorei minha descoberta.

    As ovelhinhas dão até um ar mais bucólico ao sítio. rs
    Pena o trauma.

    Obrigada pelo comentário!

    ResponderExcluir
  23. Li em uma fonte super confiavel(livro muito espiritual com conhecimentos sagrados) que essas pedras eram um portal dimensional, achei bem legal. Pra terem mais certeza do que estou falando usem sua criatividade e foquem no povo maia, inca e astecas. Muita luz na vida de todos. Amém

    ResponderExcluir
  24. No livro "Terra-Chaves Pleiadianas para a Biblioteca Viva" de Barbara Marciniak, é citado "que o grande círculo de pedras de Avebury, foi usado como portal dimensional por vários sistemas estelares, particularmente Sírius, as Plêiades e Arcturus. As pedras foram colocadas numa configuração específica, que usava a luz como chave para atrair essas energias estelares para a Terra. Assim, era possível uma troca de informações através de uma ligação humanos-Terra-sistema estelar. Tais locais ofereciam a energia da fertilidade a casais a fim de conceberem, criar vidas energizadas e caracterizadas pelos vórtices".

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário. Obrigada!