OS MISTÉRIOS DE STONEHENGE


Quem nunca ouviu falar em Stonehenge? Afinal, esse é o monumento pré-histórico mais famoso da Europa. Segundo os pesquisadores foi erguido ao redor do ano 3.000 a.C pertinho de Londres. O que mais impressiona é imaginar que nessa época os únicos instrumentos disponíveis eram feitos de ossos, pedras e madeira. Então, como essas pedras foram parar ali? E com tanta firmeza que algumas permanecem até os dias de hoje? Incrível.

As misteriosas pedras de Stonehenge. 

CONSTRUÇÃO DE STONEHENGE

O que se supõe é que cada pedra era deslocada rolando sobre grandes toras de madeira até o local onde havia um buraco cavado no chão. Então, alguma espécie de alavanca manejada por muitos homens a encaixava na cavidade. Para levantarr a pedra que ficava na horizontal até o topo, vários andaimes de toras iam sendo feitos ao redor das pedras já fincadas no chão até que ela alcançasse o topo e lá fosse equilibrada. Imagine só que trabalho de mestre!

Muita gente parte diariamente de Londres para visitar Stonehenge.

A finalidade da obra nunca foi totalmente esclarecida, mas calcula-se que a formação circular esteja ligada à posição do sol e relacionada com as mudanças das estações. Também dizem que pode ter sido criação de sacerdotes druídas, mas essa última hipótese é menos provável. Quem sabe? Há muitas dúvidas...

COMO CHEGAR

Partem ônibus em "day trip" diariamente de Londres para Stonehenge. Nos hotéis há várias opções de trajetos. Há saídas unicamente à Stonhenge ou conjugadas, por exemplo com Salisbury ou com o Castelo de Windsor. Para quem prefere maior independência o ideal é ir de carro. O trajeto dura em torno de duas horas. Por isso, ir até lá e voltar direto é muito cansativo. Optei por parar em Salisbury para almoçar e dar uma caminhada. A cidade é muito bonitinha e vale a pena. Outro possibilidade é incluir Avebury e Monte Silbury (mas, só de carro).

Stonhehenge.

INGRESSO

Para estacionar o carro o valor é 3 libras e para entrar na área aberta à visitação são 7.8 libras por pessoa. Pessoas mais velhas e estudantes têm um pequeno desconto e o valor cai para 7 libras.

O QUE VER

Depois de estacionar o carro, o caminho obrigatório passa pelos guichês de compra de ingresso. Então, é preciso atravessar e estrada para entrar no parque. É tudo bem sinalizado. No parque, há uma cerca ao redor do círculo de pedras e uma pequena estradinha de terra de uns 500 metros determina por onde se pode seguir. Quem quiser pode ir mais longe, mas vi pouca gente caminhando além do monumento pois, a grande obra está ali, cercada para que ninguém chegue perto das pedras. 


Compartilhe:

COMENTÁRIOS

  1. Uauuu, acho fabulosas essas pedras.
    Só não sabia que ficava na Inglaterra. Belas imagens, Cláudia.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Cláudia, tenho dito que sou uma viajante que pouco reclamo dos lugares por onde passo, porque meu espírito se prepara para o melhor, sempre.
    Uma pena meu marido não gostar de viajar. Ate porque, nossos interesses em passeios são diferentes. Ele diz que ruínas e museus não são programas pra ele...rs!
    Quando escolhemos (minha filha e eu somente) ir à Pompeia, ele não achou graça...
    Esse lugar, ele diria que é só um monte de pedras...rsrs!
    Enfim, tudo depende do olhar, não é?
    Bom domingo!

    ResponderExcluir
  3. Oi Claudia!
    Eu acho um grande privilegio poder olhar de pertinho monumentos, construcoes, obras de arte q datam de muitos e muitos anos antes de Cristo. Mt bacana!
    Bjsss

    ResponderExcluir
  4. Cris,

    Numa ida à Inglaterra é só incluir como um programa de day trip a partir de Londres.

    Fui num dia nublado. Um dos poucos dias chuvosos que peguei na Inglaterra. Mesmo assim, acho que o astral foi perfeito!!!

    Bj

    ResponderExcluir
  5. Gina,

    Cada um tem um modo de viajar. Eu adoro andar de um lugar para outro e gosto de todo tipo de viagem. Já, meu marido prefere lugares para desacelerar e os meus filhos lugares animados. É preciso somar, dividir por quatro e chegar à um lugar que agrade a todo mundo. rs
    E tudo me diverte!!!
    Beijos e tenha um super domingo!

    ResponderExcluir
  6. Ana Paula,

    Essas obras misteriosas me deixam sempre muito curiosa. Viajo, literalmente, quando me deparo com uma obra milenar. Demais!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  7. Claudia,

    O domingo deve ter sido intenso ai na terra da Rainha, hein?!

    Adorei o post e as fotos.

    Me arrependi por não ter tirado um dia e ido à Stonehenge quando estive por ai, mas assim tenho um motivo a mais para retornar a Inglaterra.

    Também pretendo conhecer um labirinto que fica mais ao norte. Já ouviu falar dele?

    Beijos,
    Andressa

    ResponderExcluir
  8. Andressa,

    É sempre pouco tempo para se conhecer tudo.... Eu fiquei aqui um mês dessa vez e não consegui ir nem à metade dos lugares que queria. rsrsrs

    É bom voltar!!!!

    Um beijo

    ResponderExcluir
  9. Claudia,
    Desde criança, queria visitar Stonehenge e outros lugares "mágicos".
    Quando o fiz pela primeira vez, a magia me cercou. Amei cada minuto que passei em Stonehenge, ainda um mistério em termos de quem foi o povo que o contruiu, assim como Newgrange na Irlanda.
    Estás, realmente, fazendo um passeio MARAVILHOSO.
    Bjos
    Ana

    ResponderExcluir
  10. Claudinha

    Vejo que vc aproveitou muito bem a estadia em Inglaterra...ainda por cima com toda a familia!É bom demais viajar com os nossos amores...hehe

    Estou de partida para os Estados Unidos...dos lugares onde eu vou além de NY,claro,ainda não vi nada lá no seu Blog...será que vou conseguir mostrar alguma coisa nova para vc...rsrs

    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Ana,

    Eu adoro visitar esses lugares "misteriosos" em termos de história. Viajo no tempo!!!! Imaginar que aquilo está ali há tanto milênios... que foi feito numa época em que nada se tinha de boas ferramentas... É incrível!

    Um beijo

    Claudia

    ResponderExcluir
  12. Margarida,

    Quer dizer que você já está de malas prontas. Oba!!! Vou ter novidades em breve!!! Boa viagem. Aproveitem bastante.

    Beijos

    ResponderExcluir
  13. É realmente incrível, põe trabalho de Mestre nisso! Beijocas!

    ResponderExcluir
  14. Taia,

    Bota trabalho de "mestre" nisso. Surpreendente.

    Beijinho

    ResponderExcluir
  15. Também já visitamos e gostamos muito. O unico senão é mesmo o facto de ter as estradas a passar tão perto. É pena pois é um local que pede serenidade e não trafego e barulho de automoveis. Gostamos muito da tua reportagem!
    Bjs

    ResponderExcluir
  16. Querida Cláudia,estes posts sobre a Inglaterra estão todos maravilhosos.Que linda viagem !
    Bj
    MT


    ResponderExcluir
  17. Ellen & Antonio,

    Pena que a estrada passe tão perto da obra preciosa que é Stonehenge. Perto demais mesmo. Isso quebra um pouco o encanto de um lugar tão cercado de magia.
    Gostei bastante de Avebury por ser pouco explorado e ter um astral mais reflexivo do que Stonehenge, exatamente pelo isolamento.

    Bj

    ResponderExcluir
  18. MT

    O Reino Unido me encanta demais!!!! São tantos lugares que ainda quero conhecer por lá!!!! Um mês foi pouco para tudo que eu queria explorar...

    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Impressionante realmente.
    E as fotos assim o comprovam. Mas acho que consegue retirar o melhor dos locais mesmo se o dia estiver nublado.

    A Claudia faz maravilhas quando capta as suas fotografias. Tudo fica fantástico.

    Beijinho, de quem regressa de férias, e tinha que passar logo por cá.

    ResponderExcluir
  20. Bom dia, Turista!!!

    Tirar férias é sempre muito bom. Espero que você tenha aproveitado bastante. Agora é hora de voltar à rotina...

    Adoro receber seus comentários. Obrigada.

    Tenha um ótimo final de semana.

    Beijinho

    ResponderExcluir
  21. Stonehenge deve ser um lugar mágico mesmo!!!! Que viagem deliciosa, Claudia!!!!! Beijão!

    ResponderExcluir
  22. Katia,
    É muito interessante, mas Avebury também é cheia de mistérios e magia. Vale a pena alugar um carro e rodar por conta própria onde der vontade, sem pressa.
    Bj

    ResponderExcluir
  23. Em maio deste ano conheci Stonehenge - foi a realizacao de um sonho. Eu sempre vejo imagens em um programa que assisto na NatGeo e sempre dizia "um dia vou lá" e agora quando vejo digo "eu já estive la" :-)

    Só uma dica: ir mais agasalhado - lá é muuuito mais frio que em Londres. Ainda bem que tínhamos lido isto em um site e estávamos preparados. Estava sol, um belo dia, mas o vento era super gelado.

    abracos

    ResponderExcluir
  24. Isabel,

    Stonehenge tem um astral mágico e cheio de mistérios. É emocionante.

    Obrigada pela visita e pela dica.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário. Obrigada!