BONAIRE, UM AQUÁRIO A CÉU ABERTO NO CARIBE


É incrível como essa pequena ilha, abençoada pela natureza, guarda seus maiores segredos debaixo d’água. Não é à toa que reina absoluta como o “principal destino de mergulho do Caribe” há anos. Um verdadeiro aquário a céu aberto, com pontos de visibilidade de até 30 metros, e o melhor de tudo, com corais tão colados à costa que você nem precisa de barco para explorar.

A beleza dos corais de Bonaire.               Foto: Harbour Village Bonaire

A PEQUENA NOTÁVEL

A ilha é pequena, tranquila e poderosa. Tem menos de 40 quilômetros de comprimento por cinco de largura. É a menor das Ilhas ABC (Aruba, Bonaire e Curaçao). No entanto, foi criada num daqueles dias em que a mãe natureza estava inspirada. Tem clima tropical-desértico, é repleta de cactus imensos, tem iguanas e flamingos, é cercada por um mar em diversos tons de azul, tem uma barreira de corais ímpar com uma tremenda diversidade de fauna e flora, boas condições para a prática de kitesurfe e windsurfe, e também atrai muita gente que gosta de pedalar. É um destino perfeito para quem tem um espírito aventureiro e solar. Conquista de cara os amantes da natureza e de esportes náuticos. Já aqueles que estão em busca de vida noturna vão encontrar cassino, alguns bares e cervejarias, mas esse não é o ponto alto.

Foto aérea de Bonaire.

Bonaire se tornou um Parque Nacional Marinho em 1979 devido a sua fantástica diversidade. É que a ilha nasceu a partir de grandes erupções vulcânicas. O que se vê fora do mar é apenas uma pontinha de uma grande montanha. Basta colocar um snorkel, nadar algumas braçadas e você verá que a tal montanha é coberta por corais espetaculares. Os mergulhadores fazem a festa nesse mundo paralelo que tem cerca de 300 espécies de peixes e mais de120 tipos de corais. Como não se encantar? O fundo do mar de Bonaire é hipnotizante! Peixinhos de todo tipo e o melhor, longe dos tubarões. Dizem que eles não frequentam muito essas águas.

Bonaire é um paraíso para mergulhar tanto de cilindro como de snorkel.

Além disso, muitos pontos de mergulho em Bonaire podem ser acessados a partir da praia. Já ouviu falar em “drive and dive”. Você aluga uma caminhonete com equipamento de mergulho e pronto. Estaciona em algum dos mais de 60 pontos de mergulho da ilha, dá uns passos e já cai na água. Não precisa da estrutura de um barco. A cada dia você só precisa reabastecer os cilindros de ar ou nitrox, conferir o percentual de oxigênio, anotar os dados numa folha de controle, recolocar os tanques no carro ou simplesmente colocar seu snorkel e os pés de pato. Claro, que para chegar a alguns cantinhos mais escondidos, como paredões ou cavernas ou para acessar algum naufrágio, um barco é necessário.

Cilindros por todo lado.

Basta estacionar o carro e pular na água. Um tremendo diferencial!


Barco também é interessante para chegar a alguns pontos de mergulho.

TAXA AMBIENTAL

Cada visitante deve pagar uma taxa de admissão de 10 dólares para mergulhar de snorkel e 25 para mergulhar com cilindro. Um selo colorido é entregue a cada pessoa para ser preso ao equipamento, caso haja uma fiscalização ele será avistado de longe sem interromper o mergulho. Essa verba é destinada a conservação do parque marinho e é controlada por uma ONG chamada STINAPA BONAIRE – National Parks Foundation que se dedica a proteger e restaurar os recursos naturais da ilha.

Mapa de Bonaire.

Quando você estiver fora d’água, vai encontrar uma ilha sossegada, com pessoas encantadoras, céu azul, temperatura ao redor dos 28 graus o ano todo, brisa constante, restaurantes sensacionais, ótimos hotéis, centenas de flamingos, salinas, pouco movimento e um jeitinho de viver desacelerado, que passa longe do american way of life da vizinha Aruba (apesar de já ter um KFC).

Bonaire é um lugar tranquilo.

AS ILHAS ABC

Bonaire fica a 48 quilômetros de Curaçao, a pouco mais de 150 de Aruba e a 80 da Venezuela. É interessante que as ilhas ABC - Aruba, Bonaire e Curaçao – têm as mesmas raízes, no entanto personalidades diferentes.

Bonaire no mapa.

As ilhas eram habitadas por índios até a chegada dos espanhóis em 1499. Tornaram-se colônias holandesas em 1636.

Foi nessa época que iniciou a produção de sal em Bonaire e que até hoje é parte importante da economia da ilha juntamente com o turismo. Em 1986, Bonaire passou a fazer parte das Antilhas Holandesas até serem extintas em 2010 e então se tornou um território especial do Reino dos Países Baixos.

Ao fundo as salinas de Bonaire.

Nas três ilhas o holandês e o papiamento são as línguas oficiais, sendo que o espanhol e o inglês são falados por muita gente.

E quanto às diferenças:

Bonaire tem poucas praias de areia, a maioria delas tem pedaços de corais que até machucam os pés (leve sapatilhas!), a ilha é um paraíso para quem ama o fundo do mar, é sossegada e repleta de flamingos.

Proteja os pés para caminhar na costa de Bonaire.

Aruba é bem americanizada, é animada, tem grifes internacionais, não tem flamingos nativos e tem muitas praias de areia branca.

Curaçao por sua vez, tem praias de um azul espetacular, centro histórico classificado como patrimônio da humanidade pela Unesco e uma ponte flutuante inusitada que é seu cartão–postal junto ao casario de Punda.

Portanto, visite as três ilhas.

Marina de Bonaire.

BONAIRE DE NORTE A SUL

Kralendijk é o coração histórico e a capital de Bonaire. O nome nasceu da palavra Koralendijk que quer dizer “recife de coral”. Perfeito. É ao redor de Kralendijk que tudo acontece. A cidade é mínima e muito charmosa! Tem casas coloridas, com arquitetura em estilo holandês, ruas limpas, lojinhas simpáticas, bons restaurantes e uma sorveteria que vive lotada. A maioria dos hotéis fica no entorno dessa região que é mais ou menos no centro da ilha, em frente a ilhota desabitada de Klein Bonaire famosa por ter mais de 20 pontos de mergulho.

O charme do centrinho de Bonaire.

Além dessa cidade, tem outra ainda menor e mais simples chamada de Rincon, no interior, ao norte, próxima ao Parque Nacional Washington-Slagbaai e onde fica o morro mais alto de Bonaire, o Brandaris, com 240 metros de altitude. Em Rincón a maioria da população é descendente de escravos.

Igrejinha de Rincon.

Bonaire tem uma população de 18 mil habitantes espalhada por 290 quilômetros quadrados, um território pouco maior do que o bairro da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.

O sul da ilha é plano. Há vários lagos com salinas, mangues e uma grande colônia de flamingos.

A água potável de Bonaire vem do mar, é purificada até se converter numa das águas mais puras do mundo.

CONSCIÊNCIA COM A PRESERVAÇÃO DA NATUREZA

A preservação ambiental sempre foi um ponto relevante para os moradores da ilha. Na década de 60 iniciaram um trabalho de proteção das tartarugas marinhas. Alguns anos depois baniram a pesca submarina, em 1975 proibiram a remoção de corais e em 1979 a ilha foi transformada em um parque marinho. Um exemplo a ser seguido.

A ilha também tem muito cuidado com os burricos, há um santuário com mais de 300 animais no sul da ilha.

Os burricos de Bonaire.

Já, os flamingos são aves nativas e consideradas um dos símbolos de Bonaire. Eles vivem em vários pontos da ilha e formam uma grande população de mais de 15 mil aves. A reserva Pekelmeer, no sul da ilha, é um importante ponto para a reprodução dos flamingos que acontece em poucos lugares do mundo. É proibido entrar na reserva para não perturbar as aves, que são sensíveis. Sua coloração rosada está associada a alimentação rica em carotenos encontrados em algas e pequenos camarões. Vimos muitos flamingos também no Lago Gotomeer (norte) e no Mangrove (sul).

Flamingos, muitos flamingos.

10 COISAS PARA FAZER EM BONAIRE

Alugue um carro (fundamental!) e percorra a ilha de ponta a ponta. O objetivo número um de quem vai a Bonaire é mergulhar. Então, pare o carro para mergulhar onde der vontade. A ilha tem excelente estrutura para auxiliar os mergulhadores desde lojas de apoio, aulas, instrutores até mapas de papel com todos os pontos de mergulho indicados. Waze funciona bem na ilha se você tiver um chip local.

Alugar carro é essencial em Bonaire.

1. Inicie seu roteiro em direção ao norte. O lugar mais bonito e mais cobiçado para mergulhar é 1000 Steps, que na verdade tem apenas 70 degraus. Foi aí que nadei com três tartarugas. Pare também em Andrea I, Andrea II, Boka di Tolo e Karpata no sentido norte. Na parte sul da ilha mergulhe em Windsock, Jeannie’s Glory, Pink Beach e Margate Bay. Pedras amarelas sinalizam os pontos de mergulho.

 1000 Steps, meu ponto de mergulho favorito.

2. Tome um taxi barco por 15 dólares ida/volta por pessoa para ir a Klein Bonaire, a 800 metros da costa oeste de Bonaire. Leve seu snorkel e pé de pato. Passe algumas horas mergulhando e curtindo a praia da ilha deserta que é maravilhosa.

Vá de watertaxi a Klein Bonaire.

3. Visite o Parque Nacional Wahington-Slagbaai. Eu passei apenas de carro e na estrada que contorna o Gotomeer (Lago Goto) vi muitos flamingos. Muita gente faz trekking ou pedala no parque. É para os fortes.

4. Conheça o pequeno povoado de Rincón, ao norte. Fiz uma parada no supermercado para comprar água e frutas. Um lugar muito simples.

5. Vá até Boka Onima onde tem uma caverna com inscrições indígenas. Há poucos turistas por lá. Siga as setas entre os cactus gigantes.

Cactus gigantes fazem parte do caminho que conduz às inscrições indígenas. 

Inscrições indígenas na entrada de uma caverna. 

Causa impacto ver essa imagem esculpida em pedra guardando a gruta.

6. Faça um passeio guiado de caiaque pelo Mangrove onde tem centenas de flamingos. Ligue antecipadamente para saber os horários.

Caiaque em Mangrove.

Ainda em Mangrove o cavalo aproveita o azul de Bonaire.

7. Visite o Santuário dos Burricos. Eles são nativos da ilha e muito doces.

8. Pratique kitesurfe e windsurfe em Soroban Beach, no Lac Bay.

Esses carrinhos com vela também divertem a galera.

9. Visite as salinas na parte sudoeste da ilha. São lindas.

10. Conheça as cabanas onde os escravos moravam no sul de Bonaire, onde trabalhavam nas salinas. Elas datam de 1850. São singelas e fazem parte de um passado triste, mas o visual é fantástico.

ONDE COMER MUITO BEM EM BONAIRE

Por incrível que pareça, essa é a menor das ilhas ABC e seus restaurantes são maravilhosos.

Bras Boer. Uma bela surpresa na pequena ilha, um restaurante estrelado fantástico junto ao novíssimo hotel Delfins Beach Resort Bonaire. De entrada prove o metro de ceviche e como principal, o pato. Tudo impecável. Além da cozinha ser divina, a localização é ótima. Vá ao entardecer para curtir o pôr do sol à beira-mar.

O Bras Boer é fantástico.  

Sebastian’s. Outro restaurante de localização privilegiada e cozinha contemporânea- italiana muito bem elaborada. De entrada vá de calamari, trio de tuna ou salada de queijo de cabra. Como pratos principais destaque para o fetuccine de camarão e para o papardele de lagosta.

Pôr do sol no Sebastian's.

La Cantina. Cervejaria e restaurante de cozinha contemporânea com produtos frescos e peixes muito bons. Ambiente agradável, especialmente no pátio interno. Fica no centrinho.

Também recebi boa indicação dos restaurantes abaixo, mas não tive tempo para experimentar.

It Rains Fishes. O próprio nome diz tudo, o carro chefe são os peixes.

Mezze. Cozinha com toque oriental.

Capriccio. Restaurante italiano.

ONDE FICAR HOSPEDADO

Harbour Village Beach Club. Hotel espetacular, em estilo holandês-caribenho! Tem apenas 40 apartamentos muito bem decorados e espaçosos, com o selo Small Luxury Hotels of the World, a alguns passos do centrinho de Kralendijk, dentro de uma marina tradicional na ilha. Oferece tudo que você precisa para mergulhar com segurança desde equipamentos até aulas com excelentes instrutores. O hotel tem uma pequena praia particular com redes que conquistam de cara, além de piscina e spa. O restaurante La Balandra é delicioso e localizado num deque-barco que avança sobre o mar. Super romântico.

Harbour Village Bonaire.

Delfins Beach Resort Bonaire. É um hotel novo na ilha, de um grupo holandês, onde fica o restaurante estrelado Bras Boer. Vale conferir.

Bamboo Bali. É um hotel de astral muito simpático mas não é pé na areia.

Courtyard by Marriott Bonaire. Um hotel colorido, super simpático, ao lado do aeroporto.

MOEDA OFICIAL

Dólar americano desde 2011.

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS

Brasileiros não precisam de visto para visitar Bonaire. É necessário apresentar passaporte com validade de pelo menos 6 meses e certificado de vacinação contra febre amarela. Se for pelos Estados Unidos você terá que apresentar viso americano dentro do prazo de validade.

Bonaire merece uma visita.

QUANDO IR

Bonaire tem clima gostoso o ano todo, com temperatura que varia de 28 a 30 graus. De outubro a janeiro é a época mais chuvosa. Mas, nada que atrapalhe a viagem. Apenas chuvas passageiras.

Bonaire é boa ideia em qualquer época do ano.

COMO CHEGAR

Ficou mais fácil de chegar nesse paraíso depois do voo semanal da Divi Divi Airlines de São Paulo para Curaçao (6 horas) com conexão para Bonaire, saiba que o voo não tem classe executiva. O trecho Curaçao – Bonaire dura 15 minutos e pode ser feito com a Insel Air ou Divi Divi.

Também é possível chegar a Bonaire por Bogotá (Avianca), Panamá (Copa) ou por Miami com algumas companhias americanas.

Bonaire é ou não é um lugar encantador? 

Booking.com

Compartilhe:

COMENTÁRIOS

  1. Oi Claudia
    Como vc descobre os belos cantinhos deste mundão ?
    Amei este lugar
    Obrigado pelas novas dicas.
    Tinha lido um pouquinho de Bonaire quando vc postou no site da Camila Rabbit KKKK
    Abraços VS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,

      Bonaire é realmente um belo paraíso caribenho.

      Volte sempre.

      Excluir
  2. Claudia
    Onde posso comprar a versão para Kindle do teu livro QUER VIAJAR ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para comprar o e-book acesse esse link:

      https://www.amazon.com.br/Quer-viajar-precisa-tornar-viajante-ebook/dp/B07LGF7BQX/ref=sr_1_1_twi_kin_2?ie=UTF8&qid=1547550262&sr=8-1&keywords=QUER+VIAJAR%3F

      Para comprar o livro acesse esse link:

      https://www.amazon.com.br/Quer-Viajar-Precisa-Tornar-Viajante/dp/8589617785/ref=sr_1_1_twi_pap_1?ie=UTF8&qid=1547550262&sr=8-1&keywords=QUER+VIAJAR%3F

      Qualquer dúvida me fala.

      Beijo

      Claudia

      Excluir

Deixe seu comentário. Obrigada!