POUSADA RABO DO LAGARTO, O CHARME MAIOR DO ESPÍRITO SANTO

Deixei escapar um sorriso quando a placa com o nome da pousada saltou entre as flores. Segui por mais cem metros pela estradinha de pedra até o casario colorido dar as boas-vindas. Meus olhos corriam encantados de um lado para outro. Em cada canto brotava um punhado de carinho. Fácil perceber que ali estava um lugar feito com amor. Eu acabara de chegar na Pousada Rabo do Lagarto, no município de Domingos Martins, no Espírito Santo.


Todo charme da Pousada Rabo do Lagarto.

BENDITO CLIMA

O trajeto de Vitória até a Pedra Azul, aos pés da qual se debruça a Pousada Rabo do Lagarto, é de 1 hora e 40 minutos. Conforme subia as montanhas capixabas, pela BR 262, o ar entrava mais fresco pela janela do carro. A região é conhecida por ter o “terceiro melhor clima do mundo”, segundo a Organização das Nações Unidas (ONU). Mesmo no alto do verão a temperatura é agradável. Um belo refúgio!

Vitória, a capital do Espírito Santo, é uma cidade deliciosa e foi meu ponto de partida.

Pelo caminho, muito verde faz contraste com a terra vermelha e produtiva. O interior do Espírito Santo foi colonizada por italianos, escandinavos e alemães no início do século XIX. É marcante a herança deixada pelos imigrantes. Fazendolas de hortaliças, tomate, feijão, morango e café acompanham a estrada. Aquele Brasil que a gente gosta de ver.

Uma estrada linda e de um verde vivo conecta Vitória a Domingos Martins. 

SER BEM RECEBIDO 

Com um chá inglês e deliciosos biscoitinhos fui recebida na Pousada Rabo do Lagarto, a uma altitude de 1.100 metros acima do nível do mar, tendo nada menos do que o Parque Estadual da Pedra Azul como testemunha.  

Nada como ser recebido com muito mimo. Pousada Rabo do Lagarto.

Antes de mais nada, as mãos foram higienizadas com álcool em gel, para então degustar o chá enquanto aguardava a liberação do quarto, através do check in on-line.

NOVOS PROTOCOLOS

Um conjunto de medidas de segurança - baseado no protocolo Safe & Clean elaborado pelos representantes da hotelaria do Circuito Elegante - foi adotado pela pousada para receber os hóspedes nesse momento delicado:

* check in e check out feitos on-line

* limpeza rigorosa nas acomodações antes da chegada dos hóspedes

* cancelamento do serviço de limpeza diária das suítes durante a pandemia, só mesmo os hóspedes entram no quarto durante sua estada, caso necessitem qualquer coisa basta solicitar por telefone e receberão em uma cesta na porta

* café da manhã servido numa Happy Box aberta pelo próprio hóspede em substituição ao buffet

* mesas com maior distanciamento para café da manhã e almoço

* jantar servido apenas no quarto e entregue numa bandeja na porta

* higienização cuidadosa e mais frequente das áreas comuns

* funcionários usando máscaras constantemente e servindo as refeições com luvas

Com tanto cuidado, me senti segura e acolhida durante a hospedagem de quatro dias na Pousada Rabo do Lagarto, tempo mínimo que indico para quem pretende conhecer ou rever essa belíssima região serrana do estado do Espírito Santo, onde há muito para se viver.

Bons protocolos de segurança são fundamentais durante a pandemia.

ROTA DO LAGARTO

A Pousada Rabo do Lagarto fica a exatos 100 quilômetros de Vitória, bem no começo da Rota do Lagarto, um trecho de 7 quilômetros conhecido como “Rota Romântica do Espírito Santo”.

A cada curva dessa estradinha linda e florida, que inicia no Quadrado São Paulino, você terá a chance de parar em um café, entrar numa lojinha de artesanato, reverenciar a mãe natureza ou sentar tranquilamente para uma refeição num dos tantos restaurantes deliciosos. Indico que circule com a luz do dia, pois você terá muita beleza para ver. 

Quadrado São Paulino.

Anota essas dicas:

Marietta Delicatessen. Perfeito para tomar um café acompanhado de bolos, pães, doces e biscoitos artesanais deliciosos no Quadrado. Dá para ir andando da Pousada Rabo do Lagarto.

Marietta Delicatessen e suas guloseimas maravilhosas.

Tuia Gastronomia e Arte. Ao lado da Marietta fica esse espaço de arte e gastronomia de astral descontraído e charmoso.

   
Tuia e seu artesanato cheio de significado.

Da Tutte Mani. Uma lojinha que vende bordados e artesanatos produzidos por 19 associações de mulheres da região apoiadas pelo Instituto Jutta Batista da Silva. Cada artigo que você compra é revertido para obras sociais. Um lindo projeto. Fica exatamente em frente a Tuia. Basta atravessar a rua.

Além de ser uma região linda ainda tem projetos sociais maravilhosos.

Artesanato produzido pelas mulheres associadas ao Instituto Jutta Batista da Silva.

Taruira Food Truck. Para comer uma coisinha rápida quando a fome bater. Ao ladinho da Da Tutte Mani.

Restaurante Alecrim. Fica a 200 metros do Quadrado, na Rodovia Geraldo Sartório e é simplesmente uma graça. Experimente a cozinha delicada da chef Cecília Cunha com produtos da região. Comemos muito bem, numa área aberta, ampla e o serviço é atencioso.

Restaurante Don Due. Não chegamos a experimentar pois faltou tempo. Mas é bonitinho e super bem indicado pelos capixabas. Cozinha ítalo-brasileira do chef napolitano Alessandro Vallino.

Ao entardecer, quase todos os estabelecimentos estarão fechados. É a hora perfeita para um drinque na pousada, de frente para a Pedra Azul vendo o sol se pôr e curtindo a playlist Pousada Rabo do Lagarto ou a Cafezinho, no Spotify. Detalhes que encantam!

Final de tarde na Pousada Rabo do Lagarto.

A ELEGÂNCIA EM FORMA DE POUSADA

E por falar em curtir a pousada, a Rabo do Lagarto nasceu em 2009 para fazer um alvoroço no padrão da hotelaria do Espírito Santo. É considerada a melhor pousada do estado e está entre as melhores do Brasil! Tem apenas 17 acomodações, divididas em 4 categorias, espalhadas por uma pequena vila. Todas diferentes, o que confere charme e exclusividade. Foram concebidas para homenagear os povos que se estabeleceram em terras capixabas. O cuidado com os detalhes impressiona. Sofisticação e elegância na medida exata.

O capricho salta aos olhos na Pousada Rabo do Lagarto.

É fácil perceber a sintonia da pousada com a exuberância da natureza ao seu redor. O projeto já nasceu no papel respeitando as normas do Plano de Manejo do Parque Estadual Pedra Azul. Os funcionários são treinados para agir de modo responsável com o meio ambiente, o jardim prioriza espécies nativas da Mata Atlântica para não interferir no ecossistema e a comunidade local é valorizada. Me conquistou de cara!

Os jardins da pousada são impecáveis. À direita, lavanda.

Na chegada, recebi gentilmente, uma caixa com vários sabonetes para escolher a fragrância favorita. Como eu estava sentada num sofá lindo, degustando um belo chá, cercada de touceiras de lavanda por todos os lados, o que me remeteu imediatamente a Provence, escolhi lavanda. Cardápio de sabonetes foi uma novidade para mim. Essas delicadezas marcam a viagem e tornam a experiência única.

No salão principal está a prova de que é tudo feito com amor.

As instalações da Pousada Rabo do Lagarto são um capítulo à parte. Onde quer que você entre, se sente envolvido pelo capricho e pela delicadeza. O deck com varanda coberta é um convite à contemplação da natureza e ao relax. Sofás super confortáveis deixam a Pedra Azul chegar até você. A lojinha é uma simpatia. O salão principal é de um bom gosto sem igual. Nesse momento de pandemia, o Bistrô está fora de funcionamento, e na recepção, apenas os funcionários podem entrar. Medidas responsáveis.

Varanda coberta.

Finalmente chegou a hora de conhecer a Suíte Zermatt, uma das seis acomodações da categoria Suítes Loft. Essa categoria inclui lareira e ofurô (ou banheira de hidromassagem) de onde você tem vista para a Pedra Azul. Saiba que todos as Suítes Loft têm vista para a icônica pedra. Um luxo!

Suíte Zermatt, andar superior.

Bem, mas antes de subir as escadas havia uma cesta com sandálias Havaianas para trocar pelos calçados que vinham da rua. De um cuidado ímpar e tão necessário nesse momento.

Já com as sandálias nos pés, a cada degrau minha curiosidade só fazia aumentar. Como seria a suíte? Grande ou pequena? Envolvente ou sisuda? Discreta ou exuberante? Solar ou misteriosa?

Suite Baviera, no andar térreo.

Só sei dizer que a luz cintilante da tarde invadia o ambiente de tal forma tornando-o extremamente poético, aconchegante, envolvente, delicado e acolhedor. Amplos janelões deixavam os olhos praticamente tocarem a Pedra Azul e o Rabo do Lagarto. Corri para a varanda florida e fiquei alguns instantes paralisada curtindo aquela obra da natureza ao som do canto dos pássaros. Havia um casal de canários amarelos morando na minha varanda. Que presente!

Varanda da suíte Zermatt.

De volta à suíte, meus olhos escaneavam tudo sem pressa. Sala, quarto e banheiro conjugados em harmonia. Que delícia de lugar! Cartão de boas-vindas, um vinho tinto e duas taças, lareira a lenha (que infelizmente o calor do verão não me deixou acender), cama toda branquinha com dossel rendado.

   
Tanto aconchego que parece um ninho.

Sobre a cama, uma bandeja com licor de chocolate e dois cálices aguardavam a hora do brinde. Água Pedra Azul (das melhores do Brasil!) na mesa de cabeceira, lençóis de algodão egípcio, toalhas Buddemeyer, roupões, shampoo e condicionador Alexandre Herchcovitch, secador de cabelo, mini bar bem equipado, cafeteira Nespresso, TV e ar condicionado Inverter, silencioso (o sono agradece).

Agora pense no capricho dos detalhes. Corações pendurados por todos os lados, almofadas bordadas à mão, flores nos vasos, quadros inspiradores nas paredes e um perfume delicioso no ar (que é vendido na lojinha do próprio hotel a pedido dos hóspedes). Um lugar ultra romântico.

Ofurô para um bom relaxamento no final do dia.

Destaque para o ofurô! Usamos todos os dias para relaxar das puxadas trilhas às piscinas naturais dos Parques Estaduais Pedra Azul e Forno Grande. 

O wi-fi é excelente em toda a propriedade, mas talvez você nem preste atenção a isso, pois namorar e descansar serão as prioridades. Certo?

CARRO SIM!

Vale lembrar que alugar carro é fundamental para você explorar a região que é belíssima! O estacionamento da pousada é gratuito. Dois passeios imperdíveis são as trilhas do Parque Estadual da Pedra Azul e do Parque Estadual do Forno Grande com direito a cachoeiras e piscinas naturais. 

O Parque Estadual da Pedra Azul tem piscinas naturais inacreditáveis de tão lindas!!! Pode ser visitado pela manhã ou pela tarde. Em cada turno é liberada a entrada de no máximo 50 pessoas. Para ter acesso a trilha é preciso fazer um agendamento prévio gratuito, pelo e-mail AGENDAMENTO.PEPAZ@GMAIL.COM. A trilha tem seis quilômetros no total, o caminho de ida é diferente do de retorno, a dificuldade é moderada pois tem muitas pedras e um trecho de subida íngreme feito com auxílio de uma corda. A entrada do parque fica a 6 quilômetros da Pousada Rabo do Lagarto. 

Subida à Pedra Azul com ajuda de uma corda.

Piscinas naturais da Pedra Azul.

Já, o Parque Estadual do Forno Grande é um pouco mais distante, fica a 18 quilômetros por uma estrada vicinal de terra, que passa pela área rural e revela muito sobre a vida local. Esse parque recebe menos visitantes do que o da Pedra Azul e é tão bonito quanto. Entrada gratuita e sem a necessidade de agendamento. A trilha tem 1.5 km de subida, chegando a uma altitude de 1200 metros. Levamos pouco menos de uma hora para subir. A descida é feita pelo mesmo caminho e é bem mais rápida, 30 minutos. Por ser um local menos movimentado, vimos duas cobras no caminho. 

Piscinas naturais do Forno Grande.

Cachoeira de Forno Grande.

Aproveite a proximidade da Cervejaria Altezza para uma parada. Se quiser comer  num bom restaurante, você estará próximo ao Quinta dos Manacás, um dos melhores da região.

Cervejaria Altezza, uma das tantas do Espírito Santo.

UM TOQUE GOURMET

Depois de uma trilha puxada a fome vai bater. Mas não se preocupe. A cozinha da Pousada Rabo do Lagarto é maravilhosa. A começar pelo café da manhã que pode ser servido no horário em que o hóspede solicitar, inclusive depois da trilha, e no local que preferir. 

Que café da manhã delicioso!

Atualmente, o menu fixo vem numa caixa fechada com um laçarote de fita que ganha o simpático nome de Happy Box. Além dela, ainda vem várias surpresas quentinhas à mesa que vão de pão de queijo assado na hora à mingau de tapioca, passando por vários tipos de pães, bolos, ovos e sucos. Dos deuses! 

Happy Box, uma alternativa genial!

O almoço e o jantar tem cardápio gourmet. O almoço pode ser servido na varanda coberta com vista panorâmica para a Pedra Azul ou no salão anexo à boutique, onde as mesas estão bem afastadas umas das outras. Destaque para o risoto de camarão com limão siciliano.

As mesas ganharam nova distribuição durante a pandemia, bem isoladas.

De qualquer mesa, o visual sempre será a Pedra Azul.

Já, o jantar está sendo servido apenas no quarto. A refeição é entregue em uma bandeja super caprichada. Tomamos uma sopa de capeletti deliciosa. 

ENFIM...

Em tempos de isolamento, lugares cercados pela natureza, com poucas acomodações e cuidados com carinho, com selo Safe & Clean elaborado pelo Circuito Elegante, saem na frente. Incluo nesse grupo a belíssima Pousada Rabo do Lagarto, cuidada de perto pela proprietária Lilia, que inclusive mora no hotel e pensa com amor em cada detalhe. Isso faz toda diferença. Essa é sem dúvida, a pousada mais charmosa, sofisticada, elegante e exclusiva do Espírito Santo. Reserve uns dias nesse paraíso para curtir dias românticos com aquela pessoa especial. Recomendo! A mala voltará cheia de lembranças inesquecíveis.

Difícil mesmo é ir embora da Pousada Rabo do Lagarto.

LEIA TAMBÉM 




Booking.com

Compartilhe:

COMENTÁRIOS

  1. Olha só o Brasil revelando segredinhos lindos. Não esperava encontrar esse esconderijo mágico no Espírito Santo. E essas trilhas maravilhosas!!!!
    Beijos
    Diana

    ResponderExcluir
  2. Claudia
    mais uma vez você nos surpreende com um destino fora do normal para quem não mora no ES
    Obrigado abraços
    VS

    ResponderExcluir
  3. Gente... que delícia de lugar e descrição fiel!

    Me senti visitando a pousada e sentindo a energia desse lugar incrível, já quero conhecer!

    ResponderExcluir
  4. Que delícia...

    Parabéns pela publicação, me senti visitando a pousada e sentindo toda energia desse lugar incrível!
    Já quero conhecer!
    beijos

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário. Obrigada!