O MEU RIO DE JANEIRO, FEVEREIRO E MARÇO


O Rio me adotou há muito tempo atrás. Fui recebida de braços abertos pelo Cristo Redentor. E, como se isso não bastasse, a cidade também me deu dois “carioquinhas” que se equilibram entre muito chiado e um discreto sotaque do sul. Tenho uma história de amor linda com essa “cidade maravilhosa” que ostenta tantos cartões-postais feitos pela natureza e é cantada em verso e prosa na voz de seus filhos. Seu contorno é emoldurado por praias badaladas e suas areias borbulham de gente bronzeada e cheia de ginga. Como diz tão bem Adriana Calcanhoto: "cariocas são bonitos, cariocas são bacanas, cariocas são dourados, cariocas são modernos, cariocas são espertos, cariocas são diretos, cariocas não gostam de dias nublados”. É por essas e outras que minha alma canta no Rio de Janeiro.

“Cidade Maravilhosa cheia de encantos mil” (André Filho)

O cenário é de tirar o fôlego. Ele consegue chamar a atenção até de olhos desatentos. Então, em uma primeira visita a cidade, sim, porque depois da primeira, várias outras acontecerão com certeza, subir o Pão de Açúcar é preciso, saudar o Cristo Redentor também, além de circular pela Lagoa Rodrigo de Freitas e se despedir do sol nas pedras do Arpoador. E isso é só o começo. Pode acreditar.

Cristo Redentor visto da mureta da Urca.


“Cristo Redentor, braços abertos sobre a Guanabara” (Tom Jobim)

Ele se ergue imponente nos seus trinta metros de altura sobre o Morro do Corcovado e abre os braços em cruz para abençoar a cidade a seus pés. Não foi aclamado ao acaso como uma das sete maravilhas do mundo, em 2007, pela fundação New Seven Wonders. O Cristo é realmente impressionante, de longe ou de perto. É um colosso arquitetônico construído no topo de um morro e pode ser avistado de vários ângulos da cidade. O acesso pode ser feito por um bucólico bondinho vermelho que cruza a mata nativa partindo do Cosme Velho (Rua Cosme Velho 513) ou de carro pela Floresta da Tijuca. Ao chegar no topo do morro escadas rolantes e elevadores facilitam a visita, pois você certamente estará estonteado e com o queixo caído, tal a beleza da paisagem.

Cristo Redentor.

“Pão de Açúcar com umas arestas insuspeitadas” (Caetano Veloso)

Justiça seja feita, depois de subir de bondinho ao Morro da Urca e ao Pão de Açúcar você terá a prova definitiva de que o Rio é mesmo a cidade maravilhosa. Que visual incrível! De dia ou de noite a Baía de Guanabara invade seu sossego com tamanha beleza. O Morro da Urca é o primeiro a ser alcançado pelo teleférico no trecho que sai da Praia Vermelha, depois de percorrer 575 metros até a altura de 220 metros acima do nível do mar. Já, o Pão de Açúcar é um penhasco monolítico que pode ser alcançado no segundo trecho da subida. No verão, o Morro vira palco de shows de música e eventos badalados. Ótima pedida para embalar ainda mais as noites quentes do Rio. O bondinho fica aberto diariamente das 8 às 19:50h (Avenida Pasteur 520).

Pão de Açúcar visto da Praia Vermelha.

“Pôr-do-sol abotoado, na Lagoa tô parado” (Fernanda Abreu)

E a Lagoa Rodrigo de Freitas, hein? Que espetáculo! Em pleno coração da Zona Sul, sua orla de sete quilômetros virou academia a céu aberto. A qualquer hora do dia se pode encontrar muita gente correndo, pedalando, andando com os filhos, passeando com o cachorrinho, remando ou simplesmente olhando os reflexos da cidade no espelho d’água enquanto toma uma água-de-coco. A Lagoa é a alma da cidade, o símbolo do bem viver e do bem morar, pois comprar um apartamento com vista para a lagoa é um encantamento à parte. Ela congrega um pedacinho de Copacabana, o lado cosmopolita do Leblon, a tranquilidade do Jardim Botânico e a vitalidade de Ipanema. É a vida carioca pulsando aos pés do Corcovado e mesmo com trânsito intenso, na hora do rush, a alma agradece.

“No céu do Arpoador, o sol brilhar, brilhou” (Pepeu Gomes)

Depois de pegar uma praia no Leblon ou Ipanema onde uma grande faixa de areia clara dita as tendências da estação e recebe democraticamente artistas, intelectuais, gays e gente bonita, nada como dar uma caminhada até as pedras do Arpoador para ver o pôr-do-sol. Naquele cantinho da cidade, os carros não entram, então o papo é só entre você e a natureza vendo a silhueta do Rio ganhar tons alaranjados. E por falar em tendência, dois hotéis charmosos no Arpoador são o Arp e o Fasano. Afinal, Ipanema e Leblon continuam dominando a área em termos de glamour.

Arpoador.

“Copacabana, princesinha do mar” (Braguinha) 

O calçadão de Copacabana é um símbolo carioca. É desenhado com pedras portuguesas pretas e brancas no formato de uma infinita onda. Território movimentado, sem preconceitos, cosmopolita. Em uma caminhada pela orla dá para ver gente dos quatro cantos do mundo, mas é preciso atenção aos pivetes. No calçadão a estátua do poeta Carlos Drummond de Andrade chama a atenção de quem passa. Alguns passos à frente o Forte de Copacabana está aberto à visitação. O visual que se tem de lá é magnífico, além de ter uma Confeitaria Colombo para garantir uma pausa sossegada para o chá da tarde. Na virada do ano, Copacabana recebe milhões de convidados para brindar o ano que irrompe.


“A novidade veio dar à praia” (Gilberto Gil)

Quem já viu alguma cidade grande com tantas praias lotadas e que realmente fazem parte do cotidiano dos moradores? Já rodei muito esse mundo e nunca vi alegria à beira-mar maior do que no Rio. As praias são usadas para os exercícios diários, para a paquera, para um mergulho, para buscar um pouco de sossego, enfim, não importa o motivo, elas estão sempre cheias. E, como o clima da cidade ajuda, as praias são frequentadas do inverno ao verão. Ao todo são dezesseis praias que compõem o contorno da cidade do Centro à Barra de Guaratiba. Copacabana é a mais conhecida mundo afora, mas não é a mais badalada. Em termos de glamour Ipanema, Leblon e Barra saem na frente. Um mergulho em Ipanema ou Leblon garante o encontro com o jeito carioca de ser. Na Barra, o ponto de encontro dos sarados é o Pepê, famílias com filhos preferem a região próxima ao Wyndham. Para surfar, a Prainha é o xodó, escondida e com ondas perfeitas é cercada por morros e afastada da civilização.

Praia do Pepê, Barra da Tijuca.

“Abre a janela formosa mulher, da velha Lapa que passou” (Paulinho da Viola)

A Lapa é o berço da boemia. O bondinho, os arcos, os casarões antigos, as ruas de pedras mantém a tradição de outrora no bairro de Santa Teresa. É um dos locais mais inusitados da cidade. O aqueduto em estilo romano conta com 42 arcos e foi usado durante muito tempo para abastecer a população de água. Sobre eles trafega ainda hoje o bondinho que liga o centro da cidade às ruas antigas de Santa Teresa. Bares, ateliês de arte, restaurantes informais e casas noturnas garantem a aura do bairro antigo.

“Risca na Pedra Bonita o nome do amor” (14 Bis)

 O Rio tem um relevo que parece feito à mão. A Pedra da Gávea guarda um contorno emblemático que é cercado pela Floresta da Tijuca. A encosta cai de um penhasco de 800 metros por onde se lançam corajosas asas-delta. Em dias de bons ventos uma aventura radical pode ser experimentada pelos destemidos: um vôo duplo partindo da Pedra Bonita em direção à Praia do Pepino, em São Conrado. Há profissionais experientes que garantem a empreitada com segurança. Mas, se o medo não deixar o salto acontecer, pelo menos uma subida ao morro para curtir o visual da cidade vale a pena, em boa companhia.

Que tal fazer um voo duplo da Pedra Bonita? Vai encarar? 


Dez dicas para você se sentir um carioca no "Rio de sol, de céu, de mar" (Jobim) 

1. Tomar um suco em uma das tantas lojas espalhadas a cada esquina.

2. Correr pela orla da Lagoa ou pela praia e depois tomar uma água-de-coco.

3. Dar um mergulho na praia. De preferência em Ipanema, Leblon ou Barra. Não esquecer de comer um picolé Itália ou um Biscoito Globo.

4. No almoço comer uma saladinha no “Celeiro”, no Leblon.

5. Tomar uma tigela de açaí no meio da tarde para recarregar as baterias.

6. Curtir o show do seu cantor favorito.

7. Assistir uma partida de futebol, no Maracanã.

8. Soltar os bichos em um ensaio de escola de samba.

9. Assistir uma peça de teatro no Shopping da Gávea e encontrar seus ídolos caminhando despreocupadamente por ali.

10. Surfar na Prainha. Melhor ponto para o esporte.

Prainha, point dos surfistas.

ONDE COMER BEM


Naga. Japonês sofisticado no shopping Village Mall.

Sushi Leblon. Japonês badalado.

Arp. Restaurante contemporâneo do hotel Arpoador assinado por Roberta Sudbrack.

Gurumê. Japonês concorrido com bom custo-benefício.

Le Blond. Chez Claude. Olympe. CT Brasserie. Restaurantes do craque Claude Troisgros.

Gero. Italiano delicioso.

Celeiro. Saladinhas imperdíveis.

La Boticella. Restaurante italiano de ambiente muito acolhedor.

Delírio Tropical. Fast-food saudável.

Adega Santiago. Cozinha espanhola no shopping Village Mall.

Aprazível. Astral gostoso em Santa Teresa.

San Izakaya. Japonês pequeno e delicioso.

Confeitaria Colombo. Suntuosa confeitaria do centro da cidade com filial no Forte de Copacabana.

Sud. A chefe Roberta Sudbrack se destaca no Rio com sua cozinha criativa em pratos maravilhosos.

Esplanada Grill Barra. Carnes bem selecionadas.

Mr. Lam. Cozinha chinesa caprichada.


INDICAÇÃO DE HOTÉIS

Arpoador. Um hotel pequeno, bem localizado, com a cara do Rio.

Fasano. Um dos hotéis mais cobiçados e descolados do Rio.

Janeiro. Um hotel elegante no Leblon.

Copacabana Palace. Um clássico.

Fairmont. O mais novo e badalado hotel de Copacabana.

La Suite by Dussol. Super visual no Joá.

Emiliano. Hotel elegante em Copacabana.

LSH. Hotel charmoso na Barra da Tijuca.


Para falar do Rio de Janeiro, confesso que sou suspeita, pois escolhi essa para ser a minha cidade e tenho certeza de que fiz a escolha certa. Espero que você possa desfrutar de toda beleza que o Rio tem!

LEIA TAMBÉM 

QUER VISITAR O CRISTO REDENTOR?

HOTEL JANEIRO ABRE AS PORTAS NO LEBLON

* Essa matéria foi atualizada em dezembro/2019.

Booking.com

Compartilhe:

COMENTÁRIOS

  1. Lindo, apetece fazer já as malas, e partir!

    ResponderExcluir
  2. O Rio é lindo e tão cheio de vida! Vale a viagem.
    Claudia

    ResponderExcluir
  3. só da menina charmosa neste carnaval carioca!
    LF

    ResponderExcluir
  4. Claudia,

    Acho difícil um carioca descrever o Rio com tanto charme.
    Adorei o texto! Foi uma delícia "viajar" pelas suas palavras sobre esta cidade maravilhosa.
    As dicas também estão ótimas. Para quem não conhece, recomendo.

    Um beijo,

    Sylvia

    ResponderExcluir
  5. Olá pessoal, gostaria de compartilhar com vocês o SuperGuia – Pousadas (www.pousadas-superguia.com.br). Trata-se de um site bem objetivo e prático com as melhores opções de pousadas no Brasil.
    Vale a pena conferir!
    Abraços a todos.

    ResponderExcluir
  6. Texto incrível! Pra quem não conhece o Rio, a vontade que dá é de ir conhecer na mesma hora. O site do iTrip conta com conteúdo colaborativo, serão as suas viagens pelo Brasil compartilhadas com outros usuários. Gostariamos do seu contato, por favor nos envie para: comunicacao@itrip.com.br

    ResponderExcluir
  7. Parabéns pelo blog, ótima apresentação da cidade maravilhosa. Estive no carnaval por lá, ficará em minha memória, corcovado, pão de açucar e Copacabana.

    Obs: Fiquei no Hotel Othon Travel Copacabana , foi uma ótima experiência, acho legal adicionar nas dicas de hotéis.

    Gabriel

    ResponderExcluir
  8. Lindo, Claudinha! Charmoso, ilustrativo, resumido, descolado e muito bem escrito. Vc me surpreende cada vez mais! parabéns tbém pro Luca e pro Kim! Bjs,Patrícia Cáceres

    ResponderExcluir
  9. realmente rio de janeiro deve ser das cidades mais bonitas do mundo
    eu sou portugues e adoraria conecer o rio e nao só , rio de janeiro e todo o nordeste etc brasil é fantastico se eu pude se iria morar para ai tinha era de ser num local onde tivesse sol e calor todo o ano(nordeste tem ne),sabe nos invernos em portugal eu ate choro é deprimente tenho depressao sazonal , uma merda
    e agora quase que choro de ver essas imagens lindissimas rio é fabuloso só de imaginar o fantastico que deve ser viver no brasil fico tristissimo de saber que nunca vou concretizar esse sonho

    abraço de um português que gosta do brasil

    vou deixar meu msn pois se alguem me quiser adicionar eu terei muito prazer em falar com ele(a)sobre esse país fantastico
    jl_1981_@hotmail.com

    ResponderExcluir
  10. Graças um lote para a publicação informativa e interessante. Na verdade eu estava procurando por esta informação para um longo tempo, porque é realmente útil para os meus essays escrito e, finalmente, ter percebido essa entrada do seu computador.

    ResponderExcluir
  11. Ola galera bom dia .. ontem fui com uma turma de amigos no alto da pedra bonita, quando cheguei la em cima e me deprei com a bela paisagem que aguardava, percebi uma beleza unica, são imagens que jamais sairão de nossas memoria,eu fuquei pensando como o nosso rio de janeiro é lindo,

    precisamos sim vijar conhecer novos lugares interagir com pessoas,isso faz bem para a nossa alma.

    não podemos nos esquecer que essa vida é uma só vamos nos divertir de maneir saudavel vale pena beijo!!.

    ResponderExcluir
  12. Olá Claudia,

    Estou indo passar 30 dias de férias no Rio...
    Onde recomenda que eu me hospede?

    Obrigado.

    ResponderExcluir
  13. parabens pelo post! Aguardando os proximos. Já assinei a newslestter!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário. Obrigada!