QUER VIAJAR? O QUE VOCÊ PRECISA SABER PARA SE TORNAR UM VIAJANTE




Adoro um ditado que diz: “Se acontecer uma coisa boa, viaje para comemorar; se acontecer alguma coisa ruim, viaje para esquecer; se não acontecer nada, viaje para fazer acontecer.” Ele traduz o modo como gosto de levar a vida. Aproveito qualquer oportunidade para fazer a mala. Sim, apenas uma mala de mão! Viajar de modo leve pelo mundo e aprender com esse grande mestre é minha filosofia de vida. Viajar não é simplesmente ir de um lugar para outro. É muito mais do que isso. É conhecer outras realidades, modos diferentes de pensar, acordar em outros fusos, sair da rotina, ver o mundo por outros ângulos.


Para compartilhar essa paixão que o mundo me inspira, em 2008 criei o blog www.viajarpelomundo.com durante uma viagem que fiz à China e Japão com meus filhos. A Ásia foi um destino muito marcante para eles. Aliás, essa é uma história bem curiosa. Na época eu estudava Comunicação Social, minha segunda formação. Sou fonoaudióloga especialista em voz há mais de 35 anos e sempre trabalhei muito com jornalistas. O jeito curioso e antenado desses profissionais fez com que eu voltasse para a faculdade aos 40 anos. Numa certa disciplina, como avaliação final, eu tinha que apresentar um blog. E isso aconteceu exatamente ao retornar da Ásia. Não pensei duas vezes sobre o tema: viagem! E lá se vão mais de dez anos de relatos sobre quase cem países muito bem vividos ao longo dos meus 55 anos.

A Ásia marcou o começo do blog!

Meus pais foram meus grandes incentivadores e mestres na arte de viajar. Comecei a desbravar o mundo muito jovem. Com 11 anos fui para os Estados Unidos com a turma de inglês da escola e ali ganhei uma carta de alforria. Não parei mais. Nasci no Rio Grande do Sul onde vivi até os 20 anos e depois escolhi morar no Rio. Casei com um gaúcho tão apaixonado pelo mundo como eu. Costumo dizer que o mundo sempre foi o quintal da nossa casa. Nossos filhos sempre viajaram conosco.

Assim, fui colecionando histórias, dicas e segredos que me fizeram sair do status de “viajante” e me alçaram a uma espécie de “coach de viagens”. No início dos amigos mais íntimos e hoje de uma legião de leitores, os quais me motivaram a escrever o livro “Quer Viajar? O que você precisa saber para se tornar uma viajante”

Quer Viajar?

Hoje, percebo que as pessoas estão em busca de vivências menos “comoditizadas”, de experiências genuínas, de viagens personalizadas. O livro tem exatamente o objetivo de inspirar, sugerindo destinos inusitados, lugares românticos, viagens interessantes para fazer com os filhos, países exóticos, hotéis cheios de charme e cidades onde a história pulsa forte. Também compartilho super dicas de gastronomia pelo mundo, além de falar sobre micos, gafes e saias justas. Abro minha agenda e conto tudo que marcou minha memória nessas andanças pelo mundo.

A obra tem o prefácio do meu amigo e companheiro de muitas viagens Carlos Alberto Parreira e orelha da minha querida parceira e super influenciadora digital Camila Coelho para quem escrevo todas as terças-feiras, uma coluna com dicas de viagem.

Convido vocês para o lançamento do livro dia 17 de outubro na Livraria da Travessa (Shopping Leblon) com sessão de autógrafos das 19 às 22 horas, no Rio de Janeiro.


A pré-venda já começou na Livraria da Travessa com 20% de desconto (COMPRE AQUI).

Nos vemos em breve!

Foto: Thais Galardi


Compartilhe:

COMENTÁRIOS

  1. Que show! Sucesso, sucesso e sucesso. Amo seus textos, sou sua leitora assídua e me inspiro em você. Estou na Espanha nesse momento, numa jornada de 3 meses com meu marido para conhecermos um pouco mais profundo a Europa. Esta sendo maravilhoso. Um dia chegarei a quase 100 países... hehe... Abraços! JuAssreuy

    ResponderExcluir
  2. Ju,

    Que comentário maravilhoso. É isso que me motiva a escrever, poder inspirar as pessoas a viajar.
    Aproveitem a Europa. Em Barcelona, não deixe de comer no Paco Meralgo. Meu xodó espanhol. Dica da minha amiga Roberta Sudbrack.

    Mil Beijos

    ResponderExcluir
  3. Sou leitora assídua do seu blog.Faço mais: abro pastas para cada país editando o texto e diminuindo as fotos.Assim tenho pequenos guias que imprimo quando vou viajar.Ainda envio para amigos planejarem melhor suas viagens. Tudo com os devidos créditos, claro! Vou comprar seu livro.Estou curiosa.Bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que demais. Fico muito lisonjeada. Qual o seu nome?

      Beijos

      Claudia

      Excluir

Deixe seu comentário. Obrigada!