LUXO E PAZ NO AMANYARA TURKS AND CAICOS


Escondidinho na ponta mais exclusiva da ilha de Providenciales está o resort Amanyara Villas, no idílico arquipélago de Turks and Caicos. Um refúgio de sonho, embalado pelo azul mais fluorescente do Caribe, de padrão mega luxuoso e ao mesmo tempo envolto por uma aura de simplicidade capaz de arrancar dezenas de suspiros por segundo. Tanto que virou o “queridinho” das celebridades internacionais e costuma figurar no topo das listas de “melhores resorts de praia do mundo”.

Amanyara cercado pelo melhor azul caribenho.

Ainda no aeroporto, você já percebe pequenos detalhes que o diferenciam, como motorista esperando no saguão com aquela plaquinha com seu nome, wi-fi no carro para colocar a vida em dia no trajeto de 25 minutos até o resort, toalhas geladas para refrescar e água. Ao chegar, o check in é rápido, gentil e sem burocracias, num pavilhão lindo aberto para um espelho d’água completamente “uau”, onde também fica a biblioteca e uma lojinha. Enquanto você toma um coquetel de boas-vindas as malas vão diretamente para a “sua vila”. Sim. Você terá uma vila totalmente indevassável, envidraçada, com pé direito altíssimo, cercada por muito verde para chamar de sua.

Uma vila de sonho!

Prova disso, é que antes mesmo da sua chegada ao hotel, a equipe descobre algumas peculiaridades, através de informações solicitadas por e-mail, e faz de tudo para garantir uma hospedagem personalizada. Bastou dizer que estávamos comemorando uma data especial, pois era o Dia dos Namorados no Brasil, para encontrar a cama coberta por pétalas de rosas vermelhas, uma garrafa de espumante num balde de gelo e a banheira arrumada com flores e sais de banho. 

Quem não gosta de ser mimado?

Praia privativa com piscinas naturais em frente a "minha" vila.

O Amanyara é um mundo de paz cercado de capricho por todos os lados. O hotel tem design contemporâneo elegante mesclado com nuances tropicais. É assinado pelo aclamado arquiteto franco-belga Jean Michel Gathy que fez do padrão Aman um ícone de desejo.

Spa.


Bar central.


O trabalho do teto do bar, em madeira, é espetacular.

O pôr do sol mais concorrido fica na piscina em frente ao bar.

O ponto principal, a partir de onde tudo se espalha, é o magnífico bar cônico de frente para a piscina de pedras vulcânicas pretas, que contrasta com o azul do mar. E que mar! Para o lado direito fica Malcoln Beach com sua extensa praia de areia branca feito talco onde se pode praticar stand up paddle, andar de caiaque, velejar, mergulhar, nadar... e do outro lado escarpas rochosas formam pequenas piscinas naturais na frente das vilas. Uma delas era toda minha!

Malcoln Beach de um lado...

... e praias rochosas magníficas do outro.

Suas 37 vilas (sendo 28 com vista lago ou mar, 8 com piscina, 1 com dois quartos e piscina, além de 20 vilas privativas ) foram projetadas para integrar os hóspedes à natureza. As paredes são totalmente envidraçadas e se abrem para a vegetação nativa com vistas incríveis da praia ou da lagoa, dependendo da sua localização. O interior é todo em madeira clara, com cama king-size super confortável, e algumas tem um dossel lindo com mosquiteiro. O banheiro é imenso, com duas bancadas, chuveiro separado da banheira e closet. Os produtos de toalete (xampu, condicionador e sabão) são maravilhosos. Os pavilhões maiores, que acomodam famílias e grupos de amigos, tem piscina privativa, e contam com mordomo e chef exclusivo.


 Vilas do resort Amanyara.

Muito azul.

Nos quartos, há sempre nozes, castanhas, amêndoas, pistache, café, chá, cerveja e água a vontade, incluídos na diária. Afinal, o hotel ocupa uma área imensa e quando bater a fome você terá opções saudáveis por perto. Para se locomover há bicicletas disponíveis espalhadas pelo hotel todo, ou, se preferir, basta solicitar uma carona de carrinho elétrico. No começo a gente se perde pelo hotel que é bem grande, mas rapidinho começa a achar o caminho do spa, do beach club, da academia, da quadra de tênis, do parquinho infantil.

O resort ocupa uma área muito verde. 

As refeições são fantásticas. A começar pelo café da manhã espetacular, com grande variedade de sucos frescos, pães variados (o croissant é inesquecível), iogurtes preparados no hotel e tudo mais que você queira, servido num terraço aberto com vista para o mar.

Um belo café da manhã pro dia nascer feliz.

O almoço é servido no Beach Club com pratos mais leves. Também tem um chá da tarde complementar servido diariamente. O jantar é dos deuses servido no The Restaurant, considerado um dos melhores restaurantes de Turks and Caicos. Sem falar que as mesas ficam de frente para um espelho d’água e refletem a luz suave dos pavilhões ao redor. É mágico. Mas, antes do jantar não dispense um aperitivo ao pôr do sol num dos gazebos da piscina. Imperdível! E, se quiser um jantar privativo preparado especialmente para você numa mesa sobre o penhasco debruçado no mar, basta solicitar.

Ao fundo, The Restaurant, Amanyara.

Depois do jantar vale pegar um cineminha na sessão das 9:30 com direito a pipoca e refrigerante.

Jantar e cinema.

Outro ponto alto do Amanyara é o spa. Ele é formado por quatro salões de massagem, um pavilhão para yoga virado para uma piscina e um lago. Fiz uma aula de yoga maravilhosa com a espanhola Tânia, aula de Pilates e uma sessão de Quiropraxia.

Hora do spa.

Chegar a Turks and Caicos é muito fácil. O arquipélago é formado por 40 ilhas e ilhotas - das quais apenas 8 são habitadas - ao sul das Bahamas e pode ser acessado num voo de pouco mais de uma hora a partir de Miami (que fica a 1.042 quilômetros) ou 3 horas de Nova York. A população é relativamente pequena, são 33 mil pessoas no arquipélago, das quais 27 mil moram em Providenciales.

O Amanyara fica em Northwest Point, na região noroeste da ilha de Providenciales, num extenso Parque Nacional Marinho que conta com um quilômetro de praias cercadas por corais, o que garante uma costa belíssima.

Azul por todo lado.

Saiba antecipadamente que Turks and Caicos não é dos destinos mais baratos do Caribe. É exatamente isso que garante a exclusividade desse território britânico que usa o dólar americano como moeda e tem carros que circulam em mão inglesa. Se você não se importar com essa característica da direção, alugue um carro para conhecer a ilha que é relativamente pequena, tem 40 quilômetros de extensão, e praias que merecem uma visita, entre elas: Grace Bay, Sapodilla Bay, Copper Jack, Discovery Bay, Turtle Tail e Long Bay.

Algumas das praias mais bonitas do Caribe ficam em Turks and Caicos.

No entanto, se quiser curtir apenas as praias do Amanyara e ficar isolado nesse paraíso particular, pode ter a certeza de que você terá o melhor da ilha a sua disposição, tanto praias de areia branca como enseadas de pedras com piscinas naturais. Destaque para Malcoln Beach que além de parecer uma grande piscina azul turquesa, é famosa pelo projeto pioneiro de recuperação de corais desenvolvido pelo hotel. Foram depositadas 600 peças artificiais no fundo do mar, relativamente próximas da costa, onde é possível chegar nadando, para ver com snorkel os fragmentos de corais que estão em risco de extinção, sendo recuperados, acoplados à essas peças. Com tamanha nobreza de consciência ecológica, o hotel merece nosso aplauso.

Malcoln Beach.

Optei por voar de American Airlines o trecho de Miami a Providenciales, mas também há outras companhias que chegam a Turks and Caicos, como a Jet Blue, United Airlines, Inter Caribbean, Delta e Southwest.

Piscina do Amanyara.

Aproveite para conjugar Turks and Caicos com outros destinos como Jamaica, Virgin Islands, Anguilla, St. Barth, República Dominicana (PuntaCana) ou Cuba, por exemplo.

A ilha é quente o ano todo, com temperatura variando de 25 e 35 graus. Evite apenas os períodos em que há risco de furacão, de agosto a outubro. Em junho, por sorte, peguei dias ensolarados, quentes e com brisa suave. Alguns dias de mar parado feito piscina e outros com algumas “marolas”.

Para entrar em Turks and Caicos, os brasileiros precisam passaporte válido por 6 meses e apresentar os bilhetes aéreos de saída. No entanto, se optar por passar pelos Estados Unidos ou Porto Rico você vai precisar de visto americano para apresentar na conexão.

Trezentos e cinquenta dias de sol ao ano para curtir esse paraíso azul.

O Amanyara é um hotel de sonho, numa das ilhas caribenhas mais bonitas. Fique pelo menos 4 dias para curtir as praias, mergulhar, relaxar, assistir o pôr do sol  e aproveitar todo o luxo-despojado que o resort sabe tão bem como oferecer.

Só tenho a agradecer pelos dias inesquecíveis em Turks and Caicos! Obrigada Amanyara!!!

LEIA TAMBÉM

Compartilhe:

COMENTÁRIOS

  1. Local de Sonhos para uma Férias ,Fotos lindas !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Nilton,

      O Amanyara é muito especial! Como todos os hotéis da rede Aman, uma das minhas paixões pelo mundo!

      Excluir

Deixe seu comentário. Obrigada!